Ações
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Petrorio (PRIO3): fim das negociações sobre Albacora não deve prejudicar empresa, diz BTG (BPAC11)

Petrorio (PRIO3): fim das negociações sobre Albacora não deve prejudicar empresa, diz BTG (BPAC11)

Matheus Miranda

Matheus Miranda

09 Set 2022 às 15:21 · Última atualização: 09 Set 2022 · 3 min leitura

Matheus Miranda

09 Set 2022 às 15:21 · 3 min leitura
Última atualização: 09 Set 2022

Petrorio (PRIO3)

Pixabay

O banco BTG Pactual (BPAC11) avaliou que o fim das negociações de venda do Campo de Albacora da Petrobras (PETR3; PETR4) para a Petrorio (PRIO3) deve causar impacto. Porém, como o mercado já esperava esse resultado, não deverá ter nenhuma reação negativa. Por isso, o banco mantém recomendação de compra para PRIO3.

A PetroRio (PRIO) e a Petrobras (PETR3; PETR4) informaram ontem à noite o fim do processo de venda do campo. De acordo com ambas as empresas, as duas partes não chegaram a um acordo sobre o valor do ativo. Enquanto a Petrorio reiterou seu compromisso com a disciplina financeira e alocação de capital, a Petrobras reforçou que dará continuidade ao projeto de revitalização do campo, incluindo o desenvolvimento da reserva de Forno, no pré-sal.

O BTG destaca que esta transação não está correlacionada com o processo de transição de Albacora Leste, que ainda está sendo avaliado pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), e cuja aprovação está prevista para os próximos meses.

Fundamentos sólidos para Petrorio (PRIO3)

O relatório diz ainda que a combinação de menos catalisadores potenciais agora e uma avaliação mais rica explica em parte nossa preferência relativa pelos principais pares da Petrorio, que são 3R Petroleum (RRRP3) e PetroRecôncavo (RECV3).

Dito isso, a tese de investimento da PRIO ainda está sustentada por fundamentos sólidos, forte capacidade de execução e perspectivas de crescimento da produção dos ativos já em seu portfólio, de acordo com o banco de investimentos.

No fim da noite desta quinta-feira, a Petrobras (PETR3; PETR4) informou que a diretoria executivo havia aprovado o encerramento do processo competitivo para venda da concessão de Albacora, que será mantida integralmente na carteira da petroleira.

Campo de Albacora e mapa sobre revitalização. Fonte: Agência Petrobras

Revitalização

O projeto de revitalização do campo informado pela Petrobras, prevê a contratação de uma nova plataforma do tipo FPSO (sistema flutuante que produz, armazena e transfere petróleo) para o campo em substituição às duas unidades de produção que operam no ativo atualmente (P-25 e P-31).

Já a Petrorio informou que a negociação teria envolvido valores acima dos já oferecidos pela companhia e, desta forma, não incorporariam nem o retorno nem o perfil de risco adequados para o projeto, ainda que seja considerado um ativo de grande potencial.

Quer saber mais sobre Petrorio (PRIO3) e como investir melhor? Preencha o cadastro que um assessor da EQI Investimentos irá entrar em contato.

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias