Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
MSCI: o que é, como funcionam os índices e para que servem

MSCI: o que é, como funcionam os índices e para que servem

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

22 Jan 2022 às 19:00 · Última atualização: 14 Ago 2022 · 9 min leitura

Redação EuQueroInvestir

22 Jan 2022 às 19:00 · 9 min leitura
Última atualização: 14 Ago 2022

MSCI

Divulgação

A MSCI é uma das maiores empresas do mundo que produz índices de ações, fundos de investimentos e portfólios. Assim, a companhia elabora globalmente os índices MSCI.

A norte-americana Morgan Stanley Capital International, ou MSCI, publica índices das principais ações de todo o mundo. O foco principal é auferir o desempenho das Bolsas de Valores. Estes índices da MSCI são usados como referências para vários fundos de investimentos de diversos países.

como investir em ações

Conheça a MSCI

A MSCI é uma fornecedora líder de ferramentas e serviços de suporte a decisões críticas para a comunidade global de investimentos.

Criada em 1969, a empresa tem experiência em pesquisa, dados e tecnologia, potencializando melhores decisões de investimento ao permitir que os clientes entendam e analisem os principais fatores de risco e retorno e construam portfólios com confiança.

A MSCI cria soluções aprimoradas de pesquisas líderes do setor que os clientes usam para obter informações e melhorar a transparência em todo o processo de investimento.

Os índices da empresa são reconhecidos mundialmente, pois vários fundos de investimentos e investidores institucionais os tomam como referência.

A companhia tem como foco:

  • Melhorar o desempenho dos portfólios;
  • Aprimorar a estratégia de desenvolvimento de produtos;
  • Reduzir a exposição a riscos não intencionais;
  • Atender aos requisitos de relatórios regulatórios;
  • Oferecer ferramentas valiosas de apoio à decisão para clientes;
  • Construir maneiras eficientes de integrar estratégias de investimento sustentáveis;
  • Operar de forma mais econômica para crescer, dimensionar e inovar.

O que são os índices MSCI?

Um dos principais ramos de atividade da empresa é a construção e manutenção de índices. Por isso, os índices MSCI são mundialmente respeitados e utilizados.

Estes indicadores são uma medida do desempenho do mercado de ações em uma áreas específicas ou então que representam um conjunto de ações globais.

Como outros índices, o valor dos índices MSCI é medido conforme se obtém a média do desempenho das ações que compõem os índices. Assim, um índice MSCI é composto por uma série de ações categorizadas pela Morgan Stanley considerando vários fatores, tais como a tendência de preços de alta ou de baixa, volatilidade e liquidez para formarem uma carteira teórica.

Quais são os principais índices MSCI?

A MSCI tem uma grande gama de índices em seu portfólio. Eles são segmentados para acompanhar diferentes mercados ao redor do mundo. Desta forma, cada um é composto a partir das características que possuem em comum.

Importante lembrar que estes índices são carteiras teóricas e que o investidor não consegue investir no MSCI, mas sim nas empresas que eles listam, ou então nos fundos ETFs que criam composições inspiradas nos índices.

Abaixo listamos alguns dos principais índices:

MSCI Brazil

Índice que acompanha ações de 50 médias e grandes empresas do Brasil. A maior parte das ações é do setor financeiro e cerca de 85% são de ações do Ibovespa, como Vale, Petrobras, Itaú, Bradesco, Ambev, B3, WEG, Suzano e Itaúsa.

MSCI World

Este é o mais famoso índice da família MSCI. Ele é composto por ações de cerca de 1.500 companhias de médio e grande porte com atuação global ou em países desenvolvidos. É usado para ilustrar os ânimos dos investidores em escala mundial, excetuando os países emergentes. Hoje os maiores integrantes do índice são Apple, Microsoft, Amazon, Tesla, Alphabet (Google), Meta (Facebook), Nvidia, entre outros.

MSCI ACWI

O índice foca em 23 mercados desenvolvidos e 25 emergentes. Ou seja, é o mais abrangente de todos. O índice acompanha o desempenho das ações de companhias de médio e grande porte e as oportunidades de investimentos que elas oferecem. São quase 3.000 empresas que compõem o índice. As maiores são Apple, Microsoft, Amazon, Tesla, Alphabet (Google), Meta (Facebook), Nvidia e Taiwan Semiconductor MFG.

MSCI ESG

Com foco na pegada sustentável o MSCI ESG é composto por empresas que criaram políticas de redução dos impactos socioambientais. Assim, o índice inclui só as ações de empresas com esse foco.

MSCI Emerging Markets

Aqui o foco é em países emergentes. São 25 nações acompanhadas pelo índice, como Brasil, Índia, Chile, Egito e África do Sul. O índice tem hoje cerca de 1.400 empresas. As maiores são Taiwan Semiconductor MFG, Tencent Holdings, Samsung Eletronics, Alibaba Group, Meituan, Reliance Industries, Infosys, China Construction, Mediatek INC e JD.com.

Qual a importância do MSCI?

Os índices MSCI fornecem orientações em relação à saúde de determinadas economias e a tendências de mercado. 

São, portanto, um importante benchmark para os investidores que querem seguir boas diretrizes em seus objetivos. 

Além disso, de modo geral para o mercado, os índices são extremamente importantes para fins comparativos de desempenho de grande parte dos investimentos, sinalizando movimentações e tendências ao longo do tempo. 

Como funciona? 

Cada índice MSCI funciona medindo o valor para capitalização de uma ação no mercado, calculados na moeda nacional da ação e em dólares americanos. Com isso, é possível medir o efeito do câmbio.

Os valores são atualizados todos os dias da semana. A revisão é feita a cada três meses. Já as ações são excluídas ou adicionadas a cada seis meses.

O Morgan Stanley Capital International gerencia 160 mil índices em todos os mercados em que atua. 

Quando há mudanças nos índices, todos os Exchange Traded Funds acompanham o índice, comprando e vendendo ativos que se valorizam e que apresentaram queda.

Critérios do indicador

A MSCI utiliza oito condições para calcular o índice:

  • Momentum;
  • Volatilidade;
  • Valor;
  • Tamanho;
  • Crescimento;
  • Não-linearidade de tamanho;
  • Liquidez;
  • Alavancagem financeira.

MSCI: Quais os impactos para os investimentos? 

Os índices MSCI servem como referenciais em que os investidores seguem como base na hora de escolherem as melhores ações e os administradores de fundos criarem os ETFs (Exchange Traded Funds) simulando a carteira teórica do índice.

Como o MSCI influencia no valor das ações?

Devido a sua grande influência no mercado, quando MSCI altera a composição da carteira teórica de um de seus índices, as ações envolvidas podem sofrer mudanças positivas ou negativas em seus valores.

Como os índices MSCI podem ser usados?

Na prática, os índices MSCI são usados de diversas maneiras:

  • Referência e Benchmark;
  • Percepções de mercado;
  • Construção de portfólio;
  • Apontamento de tendências;
  • Gerenciamento de risco;
  • Análises de retorno.

Referência para fundos de investimento

Por ser o mais antigo índice do mercado financeiro, a MSCI é referência para os fundos de investimentos.

Além disso, atende uma série de investidores e possui uma enorme influência no mercado financeiro global. 

Formação de ETFs

Os ETFs (Exchange Traded Funds) são um veículo disponível para investir em índices. Também são conhecidos como fundos de índices negociados na Bolsa.

Uma das características mais importantes do índice MSCI é que esses ativos são negociados praticamente da mesma forma que qualquer ação.

Por haver centenas de milhares de índices com as suas mais diversas composições, há, portanto, milhares de ETFs em que é possível se expor à mesma estratégia de um determinado índice.

Profissionais que usam os índices MSCI 

Entre os profissionais que usam os índices MSCI estão:

  • Gestores de patrimônio;
  • Empresas;
  • Fundos de pensão, doações, fundações, bancos centrais, fundos soberanos, escritórios familiares e seguradoras;
  • Bancos, corretores, bolsas, custodiantes, sociedades fiduciárias e consultores de investimento;
  • Fundos institucionais e contas, fundos mútuos, fundos de hedge, ETFs, produtos de seguros, bancos privados e fundos de investimento imobiliário.

Versões de índice 

Existem índices para diversas sub-áreas e índices globais para categorias de estoque como de small-cap, large-cap e mid-cap. 

Emerging Market: o índice Emerging Market acompanha as ações de 26 países considerados mercados emergentes, entre os quais o Brasil. Em 2015, a China foi adicionada à lista. 

Frontier Markets: acompanha mercados voláteis, ou seja, países que estão em desenvolvimento. Embora possuam grande taxa de crescimento, são mercados considerados muito vulneráveis.

EAFE: índice que acompanha os mercados de países desenvolvidos.

World: índice que mede o desempenho das 4.500 empresas com presença global.

História MSCI 

O ano de início da história da MSCI é 1968, com a empresa Capital International, responsável pela publicação de índices de ações para mercados fora dos EUA. 

Durante a década de 1980, os índices eram a referência principal antes mesmo de players como Citibank e Standard & Poor’s ganharem projeção.

O banco Morgan Stanley licenciou, em 1986, os direitos para os índices da Capital International. A empresa, então, passou a ser conhecida como “Morgan Stanley Capital International” (MSCI). 

Em 2004, a MSCI adquiriu a Barra, Inc e formou-se a MSCI Barra. Em 2007, o Morgan Stanley decidiu sair da MSCI, processo completado em 2009.

  • Quer saber mais sobre o MSCI e como o índice afeta os seus investimentos? Preencha esse formulário e converse com um assessora da EQI Investimentos.
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias