Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
CDI: Saiba tudo sobre a taxa e confira vídeo

CDI: Saiba tudo sobre a taxa e confira vídeo

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

09 Ago 2022 às 13:41 · Última atualização: 09 Ago 2022 · 7 min leitura

Redação EuQueroInvestir

09 Ago 2022 às 13:41 · 7 min leitura
Última atualização: 09 Ago 2022

Quando o investidor inicia a sua trajetória, lendo e estudando sobre o assunto, começa a se deparar com algumas nomenclaturas. Dentre elas, algumas siglas passam a se destacar, sendo cada vez mais frequentes.

É o caso do CDI, uma taxa indispensável para quem pretende dar os seus primeiros passos no mundo dos investimentos.

Quer entender tudo sobre o assunto? Leia o texto a seguir.

  • Veja também: entenda o significado e as diferenças entre CDI e Selic.

O que é CDI?

Para começar, CDI é a sigla para Certificado de Depósito Interbancário. Em resumo, são títulos emitidos e negociados por instituições financeiras com o objetivo de sanar os fluxos de caixa de curtíssimo prazo. Ou seja, eles resolvem o problema criado pela regra do Banco Central que exige que os bancos “fechem” o dia com saldo positivo.

Assim, esses títulos com lastro em títulos do Tesouro Nacional são negociados de modo que se gere fluidez com segurança ao mercado financeiro. O dinheiro sai do banco em que está sobrando e vai para o banco em que está faltando. A taxa cobrada nessa transação, colocada na perspectiva anual, é o que produz o CDI.

Na prática, a taxa acaba servindo como um referencial para qualquer tipo de investimento. Por isso, o desempenho de carteiras de investimentos acaba sendo apresentado em percentual dessa taxa. Assim, constantemente lemos que investimento x está rendendo 90, 110 ou 100% do CDI.

Entender o CDI para entender o mercado

Como foi dito, a taxa cobrada pelos bancos para essas transações acaba sendo uma régua para entender se a rentabilidade de um investimento está sendo boa. E o processo para perceber isso é bem simples. Se a rentabilidade for menor do que o CDI, é sinal de que o fundo está indo mal; se for maior, é sinal de que está indo bem.

Além disso, é bastante comum que a remuneração oferecida por título de renda fixa seja expressa como um percentual do CDI. Assim, para investir em CDB, Letra de Crédito Imobiliário (LCI) ou debênture, é importante conhecer com profundidade o comportamento do CDI. Mas, aqui, além dele, é preciso mencionar outra nomenclatura que deve ocupar a leitura do investidor iniciante: a taxa Selic.

CDI ou Selic

A taxa Selic é a taxa básica de juros da economia brasileira. Ela é definida a cada 45 dias pelo Comitê de Política Monetária (Copom) e serve, assim como o CDI, como referência para o mercado. Sua influência decorre da noção de que, se o Governo leva em consideração um certo valor para a taxa do dinheiro que toma emprestado, então essa é uma boa régua para medir as demais taxas de empréstimo.

Como você pode perceber, ainda que tenham naturezas distintas, as duas taxas têm lógica semelhante. E mais. Na prática, o CDI é sempre próximo à Selic, normalmente 0,05% ou 0,1% abaixo da Meta Selic, ou seja, é praticamente igual à Selic real. Se você quiser entender mais sobre essa relação, leia nosso artigo sobre o assunto.

CDI e investimentos

Os títulos de renda fixa podem ser pré-fixados, pós-fixados ou híbridos. No primeiro caso, dá pra saber, já no momento da compra, quanto o dinheiro vai render até a data do vencimento. No segundo caso, não dá para saber, porque o rendimento é atrelado a um indexador que varia ao longo do tempo (por exemplo, o CDI). O título híbrido, como o nome sugere, tem características que se misturam.

Como se pode perceber com o parágrafo anterior, ainda que seja uma referência para todo o mercado, o CDI é ainda mais protagonista quando se trata dos pós-fixados. Você pode comprar um título desse tipo que pague 100% do CDI. E, considerando o longo prazo, não é possível prever o tamanho do ganho que isso significará na prática. Para fins elucidativos, cabe mencionar que ganhar 100% do CDI significava ganhar 20% ao ano no longínquo 2005, mas, em 2021, foi o mesmo que ganhar menos de 3%.

CDBs

Os CDBs são equivalentes a empréstimos feitos aos bancos e, normalmente, são atrelados ao CDI. Com largo leque de opções, podem ser encontrados com rentabilidades de 90%  CDI, bem como opções de até 130% – nestes casos, para prazos mais longos, como seis anos. 

LCI e LCA

Já as Letras de Crédito Imobiliário (LCI) também são empréstimos, mas direcionados para financiar compradores de imóveis. E as Letras de Crédito Agrícola (LCA) funcionam como as LCIs, mas servem como fonte de financiamento para o agronegócio. Diferentemente dos CDBs, ambas têm a vantagem da isenção de Imposto de Renda. E, por isso, podem ser mais vantajosas em prazos menores.

LF

A Letra Financeira é um produto de renda fixa interessante para o investidor que busca ganhos no longo prazo. Nesse sentido, sua rentabilidade se destaca em relação a outros ativos da categoria, como CDBs, LCIs e LCAs. Normalmente, os rendimentos desse título são pós-fixados, atrelados ao CDI. Porém, há também algumas opções prefixadas, com taxa de juros especificada no momento da aplicação.

LC

Já as LCs funcionam como os CDBs. No entanto, o empréstimo é feito para financeiras. E esses investimentos também têm garantia do FGC.

Fundos de investimentos

Nos fundos de investimentos, é possível investir, digamos assim, em vários títulos ao mesmo tempo. Neste caso, boa parte deles pode ter a incidência do CDI, tendo em vista que podem ser pós-fixados em relação a essa taxa. Trata-se de uma opção bastante interessante e que deve ser considerada. 

Avalie antes de investir

Depois de ler este texto, certamente você quer entender o real impacto da taxa do CDI hoje, isto é, qual o valor do CDI e a relação que ele tem com os seus investimentos. Mas, tendo em vista que colocar tudo isso na ponta do lápis pode ser um pouco difícil, nós temos algumas ferramentas que levam toda essa teoria para a prática.

Se você já é investidor, investigue minuciosamente sua carteira de investimentos. Para fazer isso da maneira mais eficiente, use essa Planilha de Monitoramento de Investimentos, outra ferramenta completa e muito fácil de usar.

Se você ainda não investe, aproveite para iniciar a sua trajetória o mais preparado possível. Com este simulador de investimentos personalizado e gratuito, você consegue entender quanto o seu dinheiro pode render no período e saber qual a melhor aplicação para seu perfil.

E, o principal, tendo você ou não iniciado a sua trajetória no mundo dos investimentos, saiba que esse caminho pode ser otimizado com ajuda especializada. Por isso, se você quiser investimentos que superam o CDI, preencha o formulário, clicando aqui, que um assessor da EQI irá entrar em contato!

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias