Ações
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Futuros de NY operam sem direção definida; investidor aguarda falas de Powell e Lagarde em Sintra

Futuros de NY operam sem direção definida; investidor aguarda falas de Powell e Lagarde em Sintra

Osni Alves

Osni Alves

29 Jun 2022 às 06:54 · Última atualização: 29 Jun 2022 · 10 min leitura

Osni Alves

29 Jun 2022 às 06:54 · 10 min leitura
Última atualização: 29 Jun 2022

Imagem mostra trader acompanhando os Futuros de NY.

Os Futuros de Nova York operam sem direção definida nesta manhã de quarta-feira (29), com o investidor aguardando as falas de Jerome Powell, do Federal Reserve (Fed, espécie de banco central dos EUA), e Christine Lagarde, presidente do Banco Central Europeu. Eles estão em Sintra, Portugal.

Já o Índice de Confiança do Consumidor do Conference Board diminuiu em junho, após uma queda em maio. Os dados foram divulgados ontem e refletiram nas bolsas mundo afora.

De acordo com o levantamento, o Índice caiu para 98,7 (1985 = 100) – 4,5 pontos abaixo dos 103,2 de maio – e agora está em seu nível mais baixo desde fevereiro de 2021 (Índice, 95,2).

Já o Índice de Expectativas – baseado nas perspectivas de curto prazo dos consumidores para renda, negócios e condições do mercado de trabalho – caiu acentuadamente para 66,4 de 73,7 e está em seu nível mais baixo desde março de 2013 (Índice, 63,7).

O panorama econômico também conta com uma possível recessão no radar, contudo, o presidente do Fed de Nova York, John Williams, disse que não espera uma recessão, mas reconheceu que há muita incerteza em torno das perspectivas.

Em relação ao G7, grupo dos sete países mais ricos do mundo, que esteve reunido até ontem na Alemanha, os líderes de EUA, Canadá, Reino Unido, Alemanha, França, Itália e Japão pretendem formar um cartel de compradores recrutando aliados, restringindo o seguro marítimo e outros serviços necessários para transportar petróleo.

No interior dos EUA, a pandemia e o movimento de trabalho em casa provocaram um ressurgimento econômico em áreas escassamente povoadas, à medida que os trabalhadores fugiam das grandes cidades. Esses ganhos rurais podem ser vulneráveis ​​a uma desaceleração econômica nacional e também dependem de quão longe vai o movimento de volta ao escritório.

Na Ásia, os reguladores chineses divulgaram um plano de ação para aumentar a eficiência energética industrial, detalhando as principais metas e tarefas para otimizar a estrutura à medida que o país tenta estimular a transformação ecológica.

Até 2025, a China pretende alcançar uma melhoria abrangente na eficiência energética dos principais setores industriais, um aumento substancial na eficiência energética em áreas-chave, como centros de dados, e um aumento na proporção de uso de energia ecológica de baixo carbono, de acordo com o plano divulgado em conjunto por seis departamentos governamentais, incluindo o Ministério da Indústria e Informatização.

Às 6h54 o Dow Jones caía 0,01%, o S&P 500 caía 0,10%, e a Nasdaq caía 0,17%.

Na Europa, o DAX, da Alemanha, caía 1,43%, o FTSE 100, de Londres, caía 0,36%, e o CAC 40, da França, caía 0,90%. Já o FTSE MIB, da Itália, caía 1,03%, e o Stoxx600 caía 0,77%.

Na Ásia, o Nikkei, do Japão, fechou em baixa de 0,91%, o Shanghai, de Xangai, fechou em baixa de 1,88%, e o HSI, de Hong Kong, fechou em baixa de 1,88%. Já o ASX 200, da Austrália, fechou em baixa de 0,94%, e o Kospi, da Coréia do Sul, fechou em baixa de 1,82%.

Do lado das commodities, o petróleo tipo Brent subia 0,25%, cotado a US$ 118,28, e o WTI subia 0,33%, cotado a US$ 112,13. Já o ouro caía 0,23%, cotado a US$ 1.817,00, e o minério subia 2,29%, cotado a US$ 120,00.

O que tá rolando?

De acordo com a CNBC, durante as negociações regulares de ontem o Dow Jones Industrial Average caiu 491,27 pontos, ou 1,56%, para 30.946,99, enquanto o S&P 500 caiu 2,01%, para 3.821,55. O Nasdaq Composite caiu 3%, para 11.181,54.

Já as principais médias subiram no início da sessão, com o Dow e o S&P 500 subindo 446 pontos e 1,17%, respectivamente.

Os mercados desistiram desses ganhos após uma leitura decepcionante do índice de confiança do consumidor, que chegou a 98,7 e ficou abaixo da estimativa de 100 do Dow Jones.

Os movimentos seguiram pequenas perdas na sessão da última segunda (27), depois que as médias registraram sua melhor semana em junho da semana passada.

À medida que o segundo trimestre chega ao fim na quinta (30), há crescentes temores de recessão. A preocupação com a desaceleração da economia e os aumentos agressivos das taxas consumiram grande parte do primeiro semestre de 2022, à medida que os investidores continuam buscando um fundo para uma venda viciosa do mercado.

O S&P 500, que caiu cerca de 20% em 2022, está a caminho do pior primeiro semestre do ano desde 1970, quando o índice perdeu 21,01%. Enquanto isso, trimestralmente, tanto o Dow quanto o S&P 500 estão a caminho de seu pior desempenho desde 2020. O Nasdaq caminha para seu pior período de três meses desde 2008.

Europa

Na Europa, as ações recuaram hoje com o sentimento global permanecendo volátil, com os investidores monitorando as perspectivas econômicas.

O mercado continua atento às notícias da cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) na Espanha, bem como do fórum do Banco Central Europeu.

Houve notícias importantes da cúpula da Otan em Madri ontem, quando o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, anunciou que um acordo havia sido alcançado para admitir a Suécia e a Finlândia depois que as objeções da Turquia, membro da Otan, foram resolvidas.

A inflação espanhola ultrapassou 10% em junho pela primeira vez desde 1985, mostram dados preliminares divulgados hoje. A inflação anual subiu para 10,2%, ante 8,7% em maio e acima da previsão de 9% de analistas consultados pela Reuters.

Ásia

Na Ásia, o índice de sentimento do consumidor da Coréia do Sul caiu, ficando em 96,4 em junho de 2022, uma queda de 6,2 pontos em relação à impressão de maio, de acordo com a pesquisa do Bank of Korea.

A confiança do consumidor japonês caiu em junho, com o índice em 32,1, ante 34,1 em maio.

Já a China cortou o período de quarentena para viajantes internacionais ontem, um passo longe de seus rígidos controles de Covid que estão em vigor há mais de dois anos.

As pessoas que chegam do exterior agora precisarão ficar em quarentena por sete dias na chegada e três dias em casa, em comparação com até 21 dias em uma instalação centralizada anteriormente.

Imagem mostra gráficos dos Futuros de NY.

Brasil

No Brasil, 11 Estados e o DF entram no STF contra teto na cobrança do imposto sobre combustíveis e energia, segundo o Estadão.

Conforme o jornal, governadores protocolaram uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) com pedido de liminar contra a lei 194 aprovada pelo Congresso que considera combustíveis, telecomunicações, energia elétrica e transporte coletivo bens essenciais. A lei limita a cobrança do ICMS a um teto máximo entre 17% e 18%.

A ação ocorre depois de São Paulo e Goiás terem saído na frente reduzindo as alíquotas do ICMS, o que causou mal-estar entre os Estados que esperavam uma saída jurídica conjunta.

Ainda de acordo com o periódico, o Bank of America (BofA) estima que pelo menos 10 ofertas de companhias já listadas possam acontecer este ano. Marcado por um cenário de alta global nos juros, incertezas quanto ao ritmo da inflação e piora da atividade econômica, pode-se dizer que o número é positivo.

Com os investidores resgatando seus recursos dos fundos de ações e da bolsa, o volume de ofertas subsequentes (ou follow ons, no jargão do mercado) feitos até junho caiu 43% em relação ao do mesmo período do ano passado. Sem a privatização da Eletrobras, foram R$ 18,5 bilhões em emissões de papéis de empresas com capital aberto, contra R$ 32,3 bilhões nos seis primeiros meses do ano passado. A oferta de ações da Eletrobras sozinha somou R$ 33,7 bilhões.

A Folha de S.Paulo, por sua vez, destaca que o presidente Jair Bolsonaro (PL) deve anunciar hoje o Plano Safra 2022/2023 com valor acima de R$ 320 bilhões para apoiar a produção agropecuária do país a partir de julho.

Já O Globo informa que o governo federal prepara uma medida provisória para garantir que os valores das desonerações tributárias no preço dos combustíveis sejam repassados para os consumidores finais.

O texto determina que as pessoas jurídicas que atuem na produção, importação, distribuição e revenda de combustíveis repassem ao consumidor, por exemplo, os valores equivalentes à desoneração a partir da Lei Complementar 194, que limitou em 17% o ICMS para combustíveis, energia elétrica, telecomunicações e transporte coletivo.

Ibovespa

O Ibovespa encerrou a sessão de ontem em baixa de 0,17%, aos 100.591 pontos, com volume financeiro de R$ 16,4 bilhões.

De acordo com a equipe de research do BTG Pactual, o viés vendedor do índice só não foi pior graças à valorização das ações de commodities, com alta de preços com a flexibilização de regras de quarentena na China.

Também disse que Vale ON (VALE3) subiu 1,79%, Petrobras ON (PETR3) subiu 1,46% e Petrobras PN (PETR4) subiu 1,25%. Os papéis das empresas, juntos, representam mais de 26% da carteira teórica do índice.

Já o petróleo WTI subiu 2%, a US$ 111,76 o barril, e o Brent avançou 2,51%, a US$ 117,98.

O futuro do minério de ferro para três meses avançou 3,3% hoje, para US$ 123,2 a tonelada.

Ainda de acordo com o BTG, apesar dos ganhos de commodities a abertura da curva de juros pressiona ações de empresas ligadas à economia local e de tecnologia. Hapvida ON (HAPV3) recuou 5,8%, Via ON (VIIA3) recuou 5,45% e Positivo Tecnologia ON (POSI3) recuou 5,4%.

Mercados de Nova York

  • Dow Jones: -0,01%
  • S&P: -0,10%
  • Nasdaq: -0,17%

Mercados Europa

  • DAX, Alemanha: -1,43%
  • FTSE, Reino Unido: -0,36%
  • CAC, França: -0,90%
  • FTSE MIB, Itália: -1,03%
  • Stoxx 600: -0,77%

Mercados Ásia

  • Nikkei, Japão: -0,91%
  • Xangai, China: -1,40%
  • HSI, Hong Kong: -1,88%
  • ASX 200, Austrália: -0,94%
  • Kospi, Coreia: -1,82%

Petróleo

  • Brent (dezembro 2021): US$ 118,28 (+0,25%)
  • WTI (novembro 2021): US$ 112,13 (+0,33%)



Ouro

  • Ouro futuro (dezembro 2021): US$ 1.817,00 (-0,23%)

Minério de ferro

  • Bolsa de Dalian: US$ 120,00 (+2,29%)

Quer saber mais sobre os Futuros de NY e aprender a investir? Então preencha este formulário que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato para mostrar as aplicações disponíveis!

A retomada das Criptos?
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias