Negócios
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Jack Ma: conheça a trajetória do fundador do Alibaba

Jack Ma: conheça a trajetória do fundador do Alibaba

Pedro Virla

Pedro Virla

04 Ago 2022 às 12:49 · Última atualização: 04 Ago 2022 · 7 min leitura

Pedro Virla

04 Ago 2022 às 12:49 · 7 min leitura
Última atualização: 04 Ago 2022

foto de Jack Ma

Divulgação

Jack Ma, que tem como nome de batismo Ma Yun, nascido na cidade de Hangzou, na China, é o-fundador do Alibaba Group, uma gigante do ramo de tecnologia composto por alguns dos sites chineses mais populares como o Alibaba.com e o AliExpress. 

Apostando na revolução da internet, o empresário chinês criou o Alibaba com o proposito de transformar o comércio, ligando empresas e compradores ao redor do mundo de maneira simples e eficaz. 

Em episódio mais recente, o empresário criticou o sistema financeiro chinês e acabou desaparecendo por três meses ao dizer que os bancos chineses operavam com uma mentalidade de “loja de penhores”. Dizendo também que as autoridades chineses estavam tentando “administrar um aeroporto como uma estação de trem”, abordando as finanças digitais e suas regulamentações. 

Quem é Jack Ma

Jack Ma ainda jovem demonstrou interesse pela língua inglesa, quando se tornou tradutor e guia turístico para visitantes estrangeiros em sua cidade natal, Hangzou. 

Ao contrário de outros grandes nomes da tecnologia como Bill Gates Marj Zuckerberg ou Steve Jobs, Ma sempre se dedicou aos estudos, ainda que (falhando) por inúmeras vezes na escola primária, ensino fundamental e vestibular, se graduando como bacharel em língua inglesa no ano de 1988. 

Após sua formação,  lecionou inglês até 1993 no instituto de eletrônica e engenharia de Hangzhou, quando em 1994 fundou sua primeira empresa, a agência de tradução Haibo.

A fundação e história da Alibaba

Em uma viagem aos Estados Unidos em nome do governo da cidade de Hangzhou em 1995, Jack Ma teve seu primeiro contato com a Internet e viu a falta de sites chineses como uma grande oportunidade.

Já em seu retorno, fundou a China Pages, responsável por criar sites para negócios chineses, se tornando uma das primeiras empresas de internet da China. acostumado com fracassos, a forte competição com a empresa de comunicações Hangzhou Telecom, fundadora da rival Chinesepage, fez com que Ma deixasse o negócio dois anos depois de sua criação. 

Enquanto foi Head de uma empresa de internet em Beijing, apoiada pelo Ministério de Relações Exteriores e Cooperação Econômica, Jack Ma percebeu que ao continuar trabalhando para o governo perderia oportunidades que a internet estava trazendo. Foi então que Ma convenceu toda a equipe que trabalhava com ele a retornar para Hangzhou e fundar a Alibaba como um site que facilitava acordos entre pequenas empresas.

Convencido de que o negócio B2B (expressão em inglês para indicar uma empresa que faz negócio com outras empresas) tinha potencial de crescimento muito superior. Seu modelo de negócio foi baseado em cobrar taxas de adesão de empresas que buscaram ser certificadas como vendedores confiáveis no Alibaba e uma taxa ainda maior para empresas que desejavam vender para clientes fora da China. 

Buscando instaurar maior confiança nas vendas online, em um mercado ainda em estágio inicial, a Alipay foi criada para atuar como uma empresa terceira somente em transações financeiras. 

Conforme a Alibaba foi se consolidando, Jack Ma viu a eBay crescer e tomar 80% do market share chinês como uma plataforma de negócios entre consumidores. Foi então que, em 2003, surgiu o site de leilões online chamado “Taobao.com”.

Observando a política de cobrança dos usuários como uma fraqueza, a Taobao cobrava comissão zero enquanto tinha como fonte de receita os anúncios e a venda de serviços complementares como páginas da Web personalizadas para comerciantes online.

A intuição de Ma se provou correta. Em 2007 o Taobao detinha 67% do market share quando a eBay concedeu a maioria de suas operações para a chinesa empresa chinesa de mídia Tom Group.

IPO da Alibaba

Após o sucesso frente a gigante americana eBay, a Alibaba chamou a atenção do Yahoo!, que comprou 40% do capital acionário da empresa por US$ 1 bilhão.

Foi a maior por um ativo de internet na China, permitindo com que o Alibaba.com utilizasse a marca Yahoo,bem como os negócios do Yahoo China. 

Com IPO realizado em 2007 na bolsa de valores de Hong Kong, a Alibaba levantou 1.7 bilhões de dólares com as ações quase triplicando já no primeiro dia em que foram comercializadas. Os seus papéis terminaram o dia vendidos a 39,50 dólares de Hong Kong enquanto sua cotação para o IPO foi de 13,50 dólares de Hong Kong.

O IPO da Alibaba foi o maior de um site chinês e o maior de uma companhia de tecnologia desde o do Google, em 2004.

E claro, a aposta valeu a pena para o Yahoo também; a empresa americana de internet ganhou cerca de US$ 10 bilhões durante o IPO da Alibaba.

Alibaba e o maior IPO da história dos Estados Unidos 

Em setembro de 2014 o Grupo Alibaba estreou na Bolsa de valores de Nova Iorque, NYSE em um IPo que levantou 21,8 bilhões de dólares, sendo até hoje o maior já realizado nos Estados Unidos, dando a companhia um valor de mercado de US$ 168 bilhões. 

Instantaneamente, Jack Ma tornou-se o homem mais rico da China, com um patrimônio líquido de cerca de US$ 25 bilhões.

A listagem das ações da Alibaba em Nova York surgiu após representantes da bolsa de Hong Kong terem rejeitado seu pedido para permitir que um pequeno grupo de membros da companhia nomeasse a maioria do Conselho. 

Empresas pertencentes ao Alibaba Group

Em sua expansão, sempre focado em tecnologias de e-commerce, Jack Ma fundou as seguintes empresas:

  • AliExpress: B2B e B2C online para consumidores e empresas de fora da China;
  • Taobao: B2B e B2C online para consumidores e empresas chinesas;
  • Tmall: site de varejo para consumidores chineses;
  • AliPay: carteira digital, isto é, uma plataforma de pagamento móvel;
  • Alimama: ferramenta de Marketing Digital dos e-commerces do Alibaba;
  • Alibaba Cloud: serviço de computação em nuvem líder na China;
  • Ant Financial: empresa de serviços financeiros;
  • Freshippo: rede de supermercados de ultra alta tecnologia.

Jack Ma: Filantropia

Como um dos homens mais ricos do mundo, Jack Ma também se voltou a filantropia, criando diferentes projetos fundando a Jack Ma Foundation, que se concentra na melhoria da educação, meio ambiente e saúde pública.

Em 2009, Jack Ma foi nomeado curador do programa da The Nature Conservancy na China e, em 2010, tornou-se um dos diretores da organização. 

Em 2015, a Alibaba Hong Kong Young Entrepreneurs Foundation foi criada para apoiar os empreendedores de Hong Kong na expansão de seus negócios. Ainda no mesmo ano, o Alibaba financiou a construção das casas danificadas pelo terremoto no Nepal. 

Em 2018, Jack Ma iniciou a Fundação Jack Ma e anunciou sua aposentadoria do Alibaba citando várias razões, dentra elas o trabalho educacional, filantropia e causas ambientais.

Em 2019, a Forbes concedeu-lhe o ‘Malcolm S. Forbes Lifetime Achievement Award’ por sua ajuda às comunidades carentes – China, África, Austrália e Oriente Médio. Sendo também foi listado como ‘Heróis da Filantropia da Ásia de 2019’.

Em 2020, a Alibaba Foundation e a Jack Ma Foundation lançaram várias iniciativas para aliviar o sofrimento causado pela pandemia de coronavírus. Ambas as fundações doaram suprimentos médicos para vários países.

  • Gostou de saber mais sobre Jack Ma? Quer ajuda para investir melhor? Preencha o formulário e fale com um dos assessores da EQI Investimentos.
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias