Fundos de Investimento
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
HGBS11: conheça o fundo que investe em shoppings

HGBS11: conheça o fundo que investe em shoppings

Osni Alves

Osni Alves

20 Jul 2022 às 13:53 · Última atualização: 21 Jul 2022 · 6 min leitura

Osni Alves

20 Jul 2022 às 13:53 · 6 min leitura
Última atualização: 21 Jul 2022

Imagem mostra um shopping investido pelo HGBS11 por dentro.

Boa parte dos investidores iniciantes ainda não sabe que pode se tornar dono de grandes empreendimentos como hospitais, hotéis e galpões. Quem investe em HGBS11, por exemplo, passa a ser cotista de shoppings.

Acontece que muitos dos investidores iniciantes entram no mercado de capitais focados exclusivamente em ações, já que suas expectativas foram aditivadas por influencers e youtubers. Mas, a verdade é que o mercado é muito, mas “muuiiiito” mais do que apenas ações.

Quando alguém se torna cotista de um fundo de investimento imobiliário (FII), ele passa a deter uma fração daquele empreendimento e é remunerado conforme a rentabilidade, e isso pode ocorrer mensalmente, semestralmente ou anualmente, a depender da gestão do fundo.

Para se ter ideia, os cotistas do HGBS11 receberam remuneração de R$ 1,15 por cota em abril de 2022, um rendimento de 0,64%. Quem deixa dinheiro na poupança está recebendo 0,5%. Essa comparação mostra o quanto investir em fundo pode ser interessante.

Investir em fundo pode ser melhor que aluguel

Investir em fundo imobiliário pode ser melhor que aluguel, pois elimina o alto custo de manutenção do imóvel.

Quem compra um apartamento para alugar terá de pagar IPTU anualmente, bem como se preocupar com o custo de aquisição, com cartório e taxas públicas, além de manutenção mensal, como condomínio.

Claro que alguns dos custos descritos anteriormente são repassados ao inquilino. Ainda assim, a necessidade de manutenção e os pagamentos rotineiros acabam sendo uma preocupação do proprietário, mesmo quando há uma administradora dando suporte.

Porém, quem opta por direcionar parte de seu dinheiro a um fundo imobiliário não leva em conta nada disso. Ele vai pagar apenas a taxa de administração para estar ali. A depender do empreendimento, outras pequenas taxas podem ser cobradas.

Entretanto, tudo isso deve ser conversado com o administrador do fundo a que se pretende investir. Deve-se perguntar possíveis custos, taxas e como se dá a administração do mesmo. Também se faz necessário saber sobre rentabilidade e periodicidade da divisão de lucros.

Uma condicionante importante

Importante dizer, ainda, acerca da condicionante que ilustra essa informação: investir em fundo “pode” ser melhor que aluguel. Isso porque muito do que te fará feliz no mundo dos investimentos está vinculado ao seu perfil de investidor.

Logo, se você tem preferência por imóveis, ou outros tipos de ativos, é possível que ao investir em fundo imobiliário, este tipo de alocação não traga empolgação mesmo em face de lucros. Desta forma, é sempre importante preencher uma Avaliação de Perfil de Investidor (API).

A EQI Investimentos, por exemplo, faz isso para você em um piscar de olhos, e pode te orientar acerca daquilo que mais satisfará seu gosto por investimentos. Acontece que investir é bem mais do que um ato racional, pois comportamento e personalidade também entram nesta equação.

HGBS11 é um FII focado em shoppings

Se você chegou até aqui, possivelmente se interessou por fundos de investimento imobiliário (FII), mais especificamente pelo FII Hedge Brasil Shopping (HGBS11). Trata-se de um “veículo” de investimento focado em shoppings.

Quando você investe nele, acaba ganhando dinheiro com a renda de aluguel ou venda com lucro. Imagine um shopping em sua cidade e analise o seguinte: quantas lojas operam ali? Além das lojas, empreendimentos de apoio, como chaveiros, sapateiros.

O que se pretende mostrar com esse exemplo é que dentro de um centro comercial as possibilidades de empreendimento e, consequentemente, lucro, são bem superiores.

Imagem mostra o interior de um shopping.

Valorização constante

Além das razões já expostas, saiba que um espaço comercial destes se valoriza constantemente, fazendo com que haja necessidade de reajuste de aluguéis.

Cabe destacar, ainda, que o HGBS11 é idealizado sob a forma de condomínio fechado, com prazo de duração indeterminado, foi constituído em dezembro de 2006, e sua política de investimentos determina shopping centers construídos ou em operação com pelo menos 15.000m², localizados em regiões com área de influência e com mínimo de 500 mil habitantes.

Importante frisar que sua taxa de administração é de 0,60% ao ano sobre valor de mercado das cotas. Não há taxa de performance, e a política de distribuição de rendimentos deve distribuir a seus cotistas, no mínimo, 95% dos resultados auferidos, apurados segundo o regime de caixa.

Os rendimentos auferidos no semestre serão distribuídos aos cotistas, mensalmente, sempre no 10º dia útil do mês subsequente ao do recebimento dos recursos.

Grande exposição e excelente liquidez, diz BTG

De acordo com análise do BTG Pactual (BPAC11) um dos maiores bancos de investimento do Brasil, conforme relatório divulgado, o HGBS11 possui, como pontos positivos, alocação multiestratégica em imóveis e FIIs, grande exposição a São Paulo, e excelente liquidez.

Em se tratando dos riscos, o BTG elencou crédito, vacância e mercado.

Do lado dos acontecimentos recentes, o banco de investimentos informou que as vendas totais do portfólio do fundo apresentaram crescimento de 29% em relação a fevereiro de 2021.

Também disse que quando comparadas as vendas por m², o crescimento foi de 28% no período e, em relação a fevereiro de 2019, o faturamento total do portfólio apresentou crescimento de 43,5%.

“Agora, quando comparamos o valor por m², houve ligeira queda de 0,7%. Esta diferença é explicada pelo aumento de 45% na ABL própria do fundo em função das aquisições no período. Já com relação a vacância, houve um pequeno aumento para 6,6%, ante 6,5%”, destacou.

O BTG recomenda compra, e o preço-alvo está em R$ 212.

Gráfico mostra evolução do HGBS11 pelo BTG.
  • Quer saber mais sobre o HGBS11? Então preencha este formulário que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato para mostrar as aplicações disponíveis!
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias