Ações
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Palavra do assessor: ação de estatal ou empresa privada?

Palavra do assessor: ação de estatal ou empresa privada?

Denis Miyabara

Denis Miyabara

11 Jul 2022 às 14:27 · Última atualização: 11 Jul 2022 · 3 min leitura

Denis Miyabara

11 Jul 2022 às 14:27 · 3 min leitura
Última atualização: 11 Jul 2022

foto fachada Petrobras

Agência Brasil

Afinal, o que é melhor: ação de estatal ou empresa privada?

O sobe e desce no preço da gasolina e nas cotações das ações da Petrobras (PETR4) sempre nos traz a sensação de déjà vu (aquele sentimento de que já vivemos isso antes).

Fato é que já vivemos muitas vezes esse sobe e desce, mas diferentemente das viagens em barcos, nunca nos acostumamos.

A grande questão é: será que vale a pena aproveitarmos dessa volatilidade das ações de estatais ou é melhor fugir desses papéis?

Luiz Barsi, o maior investidor pessoa física da bolsa de valores brasileira, já disse que daria um beijo na ex-presidente Dilma Rousseff, pois conseguiu ganhar muito dinheiro durante seu mandato com as ações de estatais.

Hoje, ele prefere se expor ao risco de estatal com Banco do Brasil (BBAS3), que já teve intervenção, como no caso do ex-CEO André Brandão, que renunciou ao cargo depois de sinais de intervencionismo.

Em paralelo a tudo isso, existem muitos gestores que fogem de empresas dessa natureza, pois preferem dormir em paz a se expor a empresas controladas pelo governo.

A estratégia de um portfólio de ações é muito particular e, ao meu ver, não aproveitar da volatilidade que esses ativos têm é não aproveitar o melhor que esse tipo de empresa pode te entregar. Claro, isso para quem é adepto da compra e venda de ação (swing trade ou position trade).

Agora, para quem compra ação com a cabeça de que segurá-la e não vendê-la (buy and hold), é preciso estudar muito bem o case para não sofrer com tamanha volatilidade.

gráfico com cotação PETR4
PETR4. Fonte: B3

O mais interessante nos últimos tempos é o quanto essas empresas têm gerado de dividendos, o que as torna cada vez mais atrativas para o investidor.

Petrobras, por exemplo, pagou mais de 40% de dividendos nos últimos 12 meses, o que dá mais ou menos três vezes o que o Tesouro Selic te pagaria, mesmo em tempos de CDI a 13,25%.

Portanto, como tudo no mercado, precisamos aproveitar de todos os ativos e todos os momentos e enxergar oportunidades em meio ao caos.

O que você precisa fazer, ao “encarteirar” as ações de estatais, é ficar com o alerta ligado e ter a consciência de que uma hora você poderá ter que encerrar suas posições com lucro ou prejuízo, pois o cenário vai mudar – e, no nosso caso, no mínimo, de quatro em quatro anos.

Além disso, é claro, você precisa estudar e ter consciência de onde vai colocar o seu dinheiro, afinal de contas, ele é todo seu e só você sabe o quanto foi difícil e suado para ganhá-lo! Do lado de cá, conte com a ajuda do seu assessor de investimentos para ajudá-lo na tomada de decisão e na melhor alocação possível!

Por Denis Miyabara, assessor de investimentos

Quer saber mais sobre ação de estatal ou empresa privada? Então, preencha o formulário que um assessor da EQI Investimentos irá entrar em contato.

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias