Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Environmental ESG: conheça empresa da Ambipar (AMBP3), que estreia na bolsa dia 11

Environmental ESG: conheça empresa da Ambipar (AMBP3), que estreia na bolsa dia 11

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

07 Out 2021 às 11:00 · Última atualização: 07 Out 2021 · 7 min leitura

Redação EuQueroInvestir

07 Out 2021 às 11:00 · 7 min leitura
Última atualização: 07 Out 2021

Environmental ESG Participações

Controlada pela Ambipar (AMBP3), a Environmental ESG Participações entrou em 20 de agosto para a fila de pedidos de IPO (Oferta Pública Inicial). A estreia na bolsa acontece na próxima segunda-feira (11) e a precificação deve ser anunciada ainda nesta quinta-feira (7).

A Environmental ESG promove soluções ambientais para gestão e valorização de resíduos pós e pré-consumo e na gestão de gases do efeito estufa e originação de créditos de carbono.

Em 30 de junho de 2021, o time da Environmental ESG era composto por mais de 6.700 colaboradores e estava presentes em todas as regiões do Brasil e no Chile, Peru e Paraguai, com aproximadamente 108 contratos ativos de gerenciamento total de resíduos, sendo 75 deles no Brasil e 33 na América Latina, o que representou um aumento de 9x em relação a 2018, em que possuía apenas 11 contratos.

Vamos conhecer melhor a empresa?

História da Environmental ESG

A Environmental ESG Participações é uma companhia de soluções ambientais, que oferece uma plataforma completa para a valorização de resíduos industriais, pós-consumo, reciclagem, coprocessamento, manufatura reversa e outros serviços relacionados à gestão de resíduos, todos focados na economia circular e nos princípios ambiental, social e governança (ASG ou ESG – Environmental, Social and Governance, em inglês).

A empresa é geradora de créditos de carbono em suas operações devido à natureza das atividades, de forma sistêmica e recorrente, seja na valorização de resíduos, seja nos processos de reciclagem e pós consumo e, ainda, na manutenção e preservação de florestas nativas.

A companhia faz parte do grupo Ambipar, fundado em 1995 por Tercio Borlenghi Junior, atual presidente do conselho de administração da Ambipar e acionista controlador da ESG Environmental.

“Nosso propósito é valorizar os resíduos de nossos clientes, mediante dedicação aos processos de gestão de resíduos e suas transformações para o retorno à cadeia produtiva e, assim, mitigar as mudanças climáticas”, diz a empresa em seu prospecto preliminar.

A Environmental ESG conta com um centro de pesquisa e desenvolvimento com tecnologia avançada focado nesse propósito, no qual já alcança resultados positivos em trazer soluções de sustentabilidade para diversos setores: papel e celulose, farmacêutico, cosméticos, bebidas e alimentos e embalagens de pós-consumo.

A empresa recentemente iniciou sua expansão internacional com a entrada nos mercados do Chile, Peru e Paraguai.

O centro de pesquisa e desenvolvimento com tecnologia avançada possui 18 patente e pedidos de registro de patentes, e 25 prêmios de inovação em sustentabilidade.

Além dos prêmios de inovação, em 2021 a Ambipar obteve nota máxima no índice “RepRisk”, índice de risco reputacional utilizado pela Nasdaq, bem como foi premiada com o prêmio “Melhores do ESG” na categoria Economia Circular pela Revista Exame, em 2021.

Environmental ESG Participações

Processo de internacionalização

Em linha com a estratégia de expandir internacionalmente os negócios da Environmental ESG Participações, a companhia iniciou um processo de internacionalização, realizando a aquisição de 100% do capital da DISAL, importante player de gerenciamento de resíduos na América Latina, sinérgica e complementar aos serviços e tecnologias já implementadas no Brasil.

A companhia acredita que, por meio desta aquisição, passa a figurar dentre as mais importantes empresas do setor de soluções ambientais da América Latina, com uma plataforma de valorização de resíduos, Economia Circular e geração de crédito de carbono.

Isso porque a aquisição irá propiciar à Environmental ESG:

Aumentar o portfólio de serviços com know-how estratégico associado a uma marca forte;

Cross-selling para multinacionais presentes em diversas regiões;

Prestar serviços em segmentos ainda não explorados pela companhia, como papel e celulose, em que é líder no Brasil;

Oferecer soluções de recuperação de resíduos pós-consumo, criando matérias-primas para a indústria petroquímica;

Gerar créditos de carbono certificados.

Os clientes da Environmental ESG incluem empresas de grande renome na América Latina, especialmente nos setores de infraestrutura, mineradoras, fertilizantes, papel e celulose, açúcar e etanol e indústrias no geral.

Os contratos com clientes possuem, em média, uma duração de 5 anos. “Com isso, temos uma diversificação importante em nosso portfólio: nossos 15 principais clientes, juntos, representam menos de 20% do nosso faturamento, percentual que deve cair ainda mais com o ganho de escala esperado por nós e aquisição de novos clientes”, diz a empresa.

12 aquisições desde 2020

A estratégia de aquisições da Environmental ESG envolve a escolha de empresas que tenham complementariedade de portfólio (ou seja, agreguem e inovem em tecnologia, produtos, serviços e soluções no setor) ou em novas geografias.

Desde o IPO da Ambipar em 2020, a Environmental ESG realizou 12 aquisições. Com isso, não só continua a aumentar o portfólio, mas também cria verticais de novos produtos.

Abaixo a lista das principais empresas adquiridas ao longo da história:

1) Ambipar Reverse Manufacturing (antiga Descarte Certo);

2) Ambipar Compliance Solutions (antiga Âmbito);

3) Ambipar Green Tech (antiga Verde Ghaia);

4) Ambipar Coprocessing (antiga Revalore);

5) Ambipar Environmental Nordeste (antiga AFC);

6) Metal Ar;

7) Disal;

8) Ambipar Environmental Centroeste;

9) Boomera Ambipar;

10) ) Biofílica Ambipar Environmental;

11) Drypol Ambipar Environmental PET Solution (antiga Drypol);

12) Ambipar Boomera Environmental Machines (antiga Triciclo).

Informações econômico-financeiras

Environmental ESG Participações

Pontos fortes da Environmental ESG

  • É uma empresa com amplo portfólio de soluções, atuando como “One-Stop-Shop” para os clientes;
  • Serviços sinérgicos, apoiados por uma estrutura própria de PD&I;
  • Histórico consistente de M&As em uma plataforma “plug-and-play”;
  • Inovação como uma proposta de valor;
  • Core business e cultura intrinsicamente ligados aos princípios ESG.

Estratégia da companhia

  • Ampliação dos serviços oferecidos em um mercado pouco explorado;
  • Expansão de escopo de serviços prestados junto a clientes atuais;
  • Investimento na expansão nacional e internacional por meio de aquisições estratégicas;
  • Investimento e monetização de créditos de carbono certificados.

Fatores de risco

  • As aquisições e reorganizações societárias que a empresa promove nas sociedades apresentam muitos riscos que poderão afetar adversamente nas operações e receitas.
  • A Environmental ESG pode enfrentar responsabilidades sucessórias por contingências e indenizações em decorrência das aquisições que não tenham sido identificadas antes da aquisição e podem não ser suficientemente indenizáveis nos termos do contrato de aquisição.
  • A competição na aquisição de empresas, a consolidação no setor de resíduos e as condições econômicas e de mercado podem limitar a capacidade de crescer por meio de aquisições.
  • A companhia pode não receber os benefícios esperados das aquisições recentes, o que poderia afetar adversamente os resultados operacionais.
  • As aquisições recentes podem resultar em encargos significativos ou outras obrigações que podem afetar adversamente os resultados financeiros.

Sobre o IPO da Environmental ESG

A solicitação de IPO foi feita à CVM (Comissão de Valores Mobiliários) em 20 de agosto.

A empresa quer realizar ofertas primária (quando os recursos vão para o caixa da empresa) e secundária (quando os acionistas vendem uma fatia das ações).

A Environmental ESG quer ser listada no Novo Mercado.

Segundo o prospecto, os recursos serão usados para: otimização de estrutura de capital, expansão orgânica e potenciais aquisições.

Por conta da preparação da oferta, a então presidente da Ambipar, Izabel Cristina Andriotti Cruz de Oliveira, renunciou ao cargo para ocupar o comando da ESG. Leon Tondowski foi eleito o novo CEO da empresa.

A oferta da Environmental ESG será comandada por Bradesco BBI, Santander e USB BB.

(Por Felipe Alves)

A retomada das Criptos?
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias