Economia
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
BTG (BPAC11) recomenda compra para Grupo SBF (SBFG3) após 4TRI21

BTG (BPAC11) recomenda compra para Grupo SBF (SBFG3) após 4TRI21

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

30 Mar 2022 às 15:52 · Última atualização: 24 Jun 2022 · 2 min leitura

Redação EuQueroInvestir

30 Mar 2022 às 15:52 · 2 min leitura
Última atualização: 24 Jun 2022

BTG: Fachada da Centauro

Divulgação

O BTG Pactual (BPA11) analisou o resultado do Grupo SBF (SBFG3) no quarto trimestre de 2021.  Segundo o banco de investimentos, a empresa conseguiu obter bons resultados no período. Desta forma, o BTG manteve a sua recomendação de compra de ações ao preço-alvo de R$ 34.

A bandeira Centauro registrou o percentual de 9% em seu SSS (same store sales),  índice que contabiliza as vendas em uma única loja.  No segmento online, a marca obteve a receita digital de R$ 349 milhões e  computou o percentual de 19% ao ano em seu GMV, o que corresponde a 28% do GMV total.  Por fim, a receita líquida da Centauro foi de R$ 1,058 bilhão, o que contribuiu para a expansão de 15% a/a.

A marca Físia, que representa a Nike no Brasil, computou R$ 746 milhões com vendas de DTC, o que significa 50% do faturamento da divisão.  A receita líquida foi de R$ 1,683 bilhões, com crescimento de 55% ao ano e 2% acima das estimativas do banco BTG.

BTG (BPAC11): boa rentabilidade na Centauro e Fisia

O Grupo SBF anotou a margem bruta de 47%, com a expansão de 340 bps ao ano e 120bps acima das projeções do banco. Neste cenário, a Centauro conseguiu crescer ( +4,7 p.p. a/a e 1,7 p.p. contra 4T19) e ampliou as suas operações no canal digital.  A Físia também expandiu a sua margem e computou o índice de 200bps ao ano.

” As despesas de vendas, gerais e administrativas como % da receita líquida aumentaram para 30,9% (aumento de 230bps a/a), refletindo a espiral inflacionária, parcialmente compensada pela alavancagem operacional em
função do crescimento da receita e sinergias de back-office e logística da integração operacional da Fisia” destacou o BTG.

O Ebitda ajustado foi de R$ 271 milhões e a sua margem Ebitda foi de 16,1%. O grupo também contabilizou o valor de R$ 303 milhões em seu lucro líquido ajustado, que foi beneficiado por um imposto diferido não recorrente de R$ 185 milhões no período.

Obstáculos no valuation

O Grupo SBF obteve recuperação após o segundo semestre de 2021, quando a empresa foi comtemplada pela reabertura econômica. Apesar do bom momento, o valuation atual pode ser um entrave para a valorização a curto prazo. As ações estão negociados em 29x P/L 2022.

O BTG destacou a posição de liderança da empresa no setor, que garante bons números devido a uma sólida estrutura de capital. Para a instituição financeira, o Grupo SBF poderá ampliar a sua receita com ganhos de market share e com o rápido crescimento da plataforma omnichannel.

BTG: Tabela do Grupo SBF

 

A retomada das Criptos?
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias