Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Abrir conta no exterior é complicado? Veja mitos e vantagens

Abrir conta no exterior é complicado? Veja mitos e vantagens

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

11 Mai 2022 às 20:34 · Última atualização: 24 Jun 2022 · 4 min leitura

Redação EuQueroInvestir

11 Mai 2022 às 20:34 · 4 min leitura
Última atualização: 24 Jun 2022

foto de homem com expressão de dúvida e símbolos de cifrão ao fundo

Reprodução/Pixabay

Mesmo que você não more fora do país ou não viaje com tanta frequência, pode ser vantajoso abrir conta no exterior, principalmente se quiser diversificar os investimentos. Afinal, lá fora há uma infinidade de ativos e produtos financeiros, aos quais muitas vezes não temos acesso aqui no Brasil.

Para explorar o tema, conversamos com Gustavo Strauch, head da EQI Internacional.

No bate papo, ele falou sobre a importância de diversificar os investimentos em ativos internacionais. Além disso, mostrou como é fácil abrir uma conta no exterior, ao contrário do que muitos ainda pensam.

Se você ainda tem dúvidas sobre as vantagens de ter uma conta lá fora, continue a leitura e saiba mais a respeito!

Por que abrir conta no exterior?

Além de mitigar o risco-país, outro bom motivo para investir em ativos internacionais é o fato de nosso consumo ser totalmente globalizado.

Nesse sentido, Strauch observa que, a todo momento, consumimos marcas globais, sejam elas de roupas, computadores ou celulares, por exemplo. No entanto, mais de 90% dos brasileiros ainda têm todo o patrimônio em reais.

“Se você consome globalmente, não faz muito sentido que invista só localmente. Em vez disso, deveria pensar em internacionalizar seu patrimônio. Isso significa ter entre 20% e 30% dos investimentos dolarizados”, afirma.

E quando mandar dinheiro para o exterior?

Em relação ao real, Strauch acredita que não temos, para esse ano, nenhum embasamento para a valorização de nossa moeda. Isso porque a retração do Produto Interno Bruto (PIB), a inflação alta e o aumento de gastos públicos por conta das eleições são drivers que não contribuem para a alta do real.

“É preciso aproveitar momentos favoráveis para mandar dinheiro para fora. Nesse sentido, considero o dólar de R$ 4,60 a R$ 5,20 uma boa janela de oportunidade”, afirma.

É fácil para o investidor abrir uma conta no exterior?

Muita gente acha que abrir uma conta lá fora é complicado, e isso não deixa de ser verdade, ao menos, em parte.

Para Strauch, uma das principais dificuldades dos investidores brasileiros são os termos técnicos em inglês utilizados pelas corretoras americanas. Ou seja, mesmo que você tenha um inglês fluente, pode não ser fácil a comunicação, justamente por causa dos jargões do mercado financeiro.

Outro ponto é a tributação sobre os investimentos no exterior. Isso porque pouca gente entende as diferentes alíquotas e formas de incidência do imposto sobre os ativos lá fora. Isso também contribui para que abrir uma conta no exterior seja um processo não tão simples quanto deveria.

Por fim, muitas vezes investir lá fora demanda valores altos para a média do investidor brasileiro. Dependendo do produto, estamos falando de dezenas de milhares de reais, o que acaba dificultando o acesso de muitos ao mercado internacional.

No entanto, a Avenue Securities, parceira da EQI Internacional, consegue atuar nessas três “dores” de quem quer investir lá fora.

Em relação ao idioma, a corretora oferece atendimento em português para quem assim desejar, o que torna o atendimento muito mais ágil e condizente com a experiência do usuário brasileiro.

Já quanto à tributação, a Avenue disponibiliza relatórios aos clientes que desejam fazer o seu imposto de renda. Além disso, o próprio sistema já emite a DARF a ser paga. Lembrando que essa assessoria é gratuita. Ou seja, o cliente não paga nada para ter acesso a esses sistemas e relatórios de impostos.

Por fim, a Avenue também consegue oferecer produtos com ticket médio mais baixo do que outras corretoras. Nesse sentido, Strauch observa que, por ser muito acostumado à renda fixa, o brasileiro normalmente busca tickets de entrada mais baixos. Esse é mais um diferencial oferecido hoje pela corretora.

Conheça a Avenue Securities

A Avenue foi fundada em 2018, e é uma corretora norte-americana que pertence 100% a brasileiros. Por isso, é a líder quando se fala em acesso ao sistema financeiro dos EUA na abertura de contas para brasileiros.

O foco da corretora é nas pessoas físicas que investem digitalmente. Em menos de cinco minutos, é possível abrir uma conta na Avenue. Esse é outro diferencial que contribui para que seja a mais procurada por quem deseja abrir uma conta no exterior.

De acordo com a corretora, a sua principal proposta é auxiliar o investidor nesse momento em que ele está deixando os grandes bancos para procurar investimentos que antes eram inacessíveis. Atualmente, a Avenue possui mais de 500 mil clientes, e tem cerca de US$ 1,5 bilhão de ativos sob custódia.

  • Quer saber mais sobre como abrir conta no exterior, ou sobre investimentos internacionais? Então, clique aqui e preencha o formulário, para que a EQI Internacional possa te ajudar!
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias