Economia
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Sondagem da indústria da construção: nível de emprego e atividade é o melhor em 10 anos

Sondagem da indústria da construção: nível de emprego e atividade é o melhor em 10 anos

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

18 Mai 2022 às 13:52 · Última atualização: 24 Jun 2022 · 2 min leitura

Redação EuQueroInvestir

18 Mai 2022 às 13:52 · 2 min leitura
Última atualização: 24 Jun 2022

Sondagem da indústria da construção: cresce emprego e otimismo com o setor

Fernando Frazão/Agência Brasil

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) publicou, na manhã desta quarta-feira (18), a sondagem da indústria da construção, com os dados referentes ao mês de abril e ao fechamento do primeiro quadrimestre de 2022. 

Segundo o documento, de janeiro a abril, o segmento registrou o melhor nível de atividade e de emprego desde 2012. 

Nos quatro primeiros meses do ano, o índice de atividade fechou em média de 49,3 pontos. No mesmo período de 2012, o indicador assinalou 49,6 pontos. Já o emprego anotou média de 49,5 pontos. Há uma década, o índice marcou média de 50, 6 pontos. 

Em relação aos números de abril, o indicador de atividade fechou em 50,1 pontos, o que representa queda de 1,2 ponto em relação ao mês anterior. Por outro lado, o índice de pessoas empregadas aumentou 0,7 ponto, em comparação a março, encerrando em 50,7 pontos. 

No que diz respeito à Utilização de Capacidade Operacional (UCO), porém, houve um leve recuo no último mês. Mesmo assim, o indicador permanece elevado. Conforme aponta a sondagem da indústria da construção, a UCO caiu de 68% para 67% de março para abril. 

Sondagem da indústria: maior otimismo desde 2012

O otimismo do setor também aumentou, apresentando os melhores resultados desde 2012. 

Segundo o levantamento, o índice de confiança do empresário da indústria da construção fechou em 56,2 pontos, uma elevação de 0,7 ponto em relação ao mês anterior. Em maio de 2012, o indicador marcou 60,9 pontos. 

Além disso, as expectativas para o segmento subiram 1 ponto, chegando a 60 pontos. 

Por outro lado, apesar do aumento de 0,2 ponto, a percepção dos empresários sobre as atuais condições permanece abaixo da linha de 50 pontos, fechando em 48, 6 pontos. Mesmo assim, este é o resultado mais otimista desde 2012.

 

BTG Talks
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias