Economia
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Selic: Copom deve optar por aumento de 0,5 ponto, diz BTG (BPAC11)

Selic: Copom deve optar por aumento de 0,5 ponto, diz BTG (BPAC11)

Matheus Gagliano

Matheus Gagliano

13 Jun 2022 às 20:26 · Última atualização: 14 Jun 2022 · 3 min leitura

Matheus Gagliano

13 Jun 2022 às 20:26 · 3 min leitura
Última atualização: 14 Jun 2022

Selic

O Comitê de Política Monetária (Copom) deve aplicar um aumento de 0,5 ponto percentual na taxa Selic para a reunião desta semana. Esse aumento deverá ter mais uma elevação posteriormente e, com isso, a taxa básica de juros atingirá a 13,75% ao ano. A projeção é do BTG Pactual (BPAC11).

Segundo o banco, o Copom deverá sinalizar que o ciclo de ajuste monetário continua. E, caso opte por uma postura mais hawkish, deixa em aberto o ritmo de ajuste do próximo passo.

O cenário global se manteve com os mesmos desafios: apesar da redução do lockdown em importantes cidades chinesas, a extensão do conflito no Leste-europeu mantém pressionados os preços de commodities e bens industriais, salienta o relatório.

“No Brasil, medidas de combate à inflação chegaram ao congresso, que podem ter forte redução na inflação de 2022, mas mantêm pressionadas as expectativas para 2023, acima do teto da meta também para o próximo ano”, diz o relatório.

Selic: margem para avanço do ciclo de ajuste

Do último encontro do Copom para cá, o relatório pontua que membros da autoridade monetária deram declarações deixando margem para que se acredite que o ciclo de ajuste pode avançar para além do encontro desta quarta-feira.

Se por um lado Bruno Serra, diretor do Banco Central, externou sua preferência por “uma taxa de juros parada por mais tempo”, por outro, Roberto Campos, Presidente do BC, tem reconhecido o desempenho forte da atividade, sobretudo da surpreendente criação de empregos.

Na parte internacional, os desafios anteriores permanecem. Apesar do arrefecimento dos lockdowns em algumas cidades relevantes na China, a extensão do conflito no leste-europeu mantém o view de que a normalização das cadeias globais de produção irão demorar mais tempo do que o previsto para se normalizar.

“Desta forma, vemos ainda preocupante o cenário para preços de commodities e de bens industriais, dificultando uma rápida melhora do quadro inflacionário global e, consequentemente, local”, diz um trecho do relatório.

No Brasil, as projeções de IPCA para 2022 já ultrapassam os 9% e, dado o quadro eleitoral, a pauta no congresso está dominada por questões relacionadas aos combustíveis e energia elétrica. As propostas em debate tem potencial baixista para 2022, mas em parte tem caráter temporário, colocando em risco às expectativas de inflação para 2023, que já rondam acima do teto da meta do próximo ano. Logo, apesar do IPCA de maio abaixo da expectativa, o atual cenário de dados qualitativos ruins e expectativas estressadas são desfavoráveis para um encerramento de ciclo de aperto monetário por parte do Banco Central.

Quer saber mais sobre Selic e como investir melhor? Preencha o cadastro que um assessor da EQI Investimentos irá entrar em contato.

A retomada das Criptos?
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias