Fundos de Investimento
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Fundo Soberano da Noruega é o maior do mundo: saiba mais a respeito

Fundo Soberano da Noruega é o maior do mundo: saiba mais a respeito

Pedro Virla

Pedro Virla

09 Set 2022 às 10:16 · Última atualização: 09 Set 2022 · 5 min leitura

Pedro Virla

09 Set 2022 às 10:16 · 5 min leitura
Última atualização: 09 Set 2022

foto da bandeira da Noruega

Dentre as modalidades de investimento disponíveis, existem os conhecidos fundos de investimento.

Grandes nomes do mercado financeiro como Warren Buffett, Peter Lynch, George Soros e Benjamin Graham são conhecidos pelo exito ao administrar fundos de investimento que geraram retornos consistentes ao longo dos anos.

Um fundo de investimento nada mais é do que uma modalidade de investimento em que você e outros investidores delegam a gestão e administração dos seus recursos a uma equipe de profissionais. 

Diferente dos fundos conhecidos do mercado, um fundo soberano é um fundo de investimento criado e gerido pelo governo federal com estratégias e objetivos predeterminados.

O que é um fundo soberano? 

Um fundo soberano é um fundo de investimento do governo utilizado para alocação em diferentes ativos financeiros. Composto de reservas excedentes do país, como superávit comercial, reservas bancárias, dinheiro de privatizações e royalties de commodities

Funcionando de maneira semelhante aos demais fundos de investimento, os Sovereign Wealth Funds ou SWFs (fundo soberano em inglês) possuem seus objetivos, termos, riscos e preocupações com liquidez.

Os fundos soberanos possuem algumas classificações, elas são: 

  • Fundos de estabilização fiscal
  • Fundos para gerações futuras
  • Fundos de pensão
  • Fundos de reserva de investimento
  • Fundos soberanos de desenvolvimento estratégico
  • Fundos direcionados a setores específicos

Após a crise hipotecária de 2008, os fundos soberanos ajudaram a resgatar bancos que levaram calotes como o CitiGroup, Merrill Lynch, UBS e Morgan Stanley.  

No que um fundo soberano investe? 

Em geral, os fundos soberanos são de longo prazo. Poucos deles revelam seus portfólios por completo, mas, dentre as várias classes de ativos, os investimentos são feitos em: 

Os maiores fundos soberanos do mundo 

Dentre os cinco maiores fundos soberanos do mundo em junho de 2022 estão: 

  1. Norway Government Pension Fund Global – Noruega
  2. China Investment Corporation – China
  3. State Administration of Foreign Exchanges – China
  4. Abu Dhabi Investment Authority – Abu Dhabi
  5. Government of Singapore Investiment Corporation – Singapura 

O maior do mundo é o Fundo Soberano da Noruega, possuindo um total de US$ 1,36 trilhões em ativos.

O Fundo Soberano da Noruega 

Em 1969, uma das maiores reservas de petróleo do mundo foram descobertas na Noruega. Do dia para a noite, o país possuía uma gigante reserva de petróleo a ser explorada, fazendo com que a economia crescesse de maneira exponencial. 

Ainda na época, foi decidido que a receita proveniente da extração de petróleo e gás seria utilizada de maneira cautelosa, buscando evitar um desbalanço na economia. 

Foi então que, em 1990, o parlamento norueguês criou o Fundo Estatal de Pensões ou Fundo de petróleo da Noruega, com seu primeiro depósito realizado em 1996. 

A constituição do Fundo Soberano da Noruega foi realizada, visando uma proteção contra os altos e baixos nos valores do barril de petróleo, bem como para um reserva financeira e plano de poupança para gerações futuras. 

Como o fundo opera? 

Embora o fundo tenha sido criado como uma maneira de poupar e investir os recursos provenientes da extração de gás e petróleo, todos esses recursos representam menos da metade de todo o ativo. A maioria do patrimônio foi construída investindo em ações, renda fixa, imóveis e infraestrutura de energia renovável. 

Com o posto de maior do mundo, possuindo quase US$ 1,4 trilhão em ativos, o Fundo Soberano da Noruego possui quase 1,5% de todas as ações de empresas listadas no mundo. O número é tão significativo que representa um capital acionário em cerca de 9.000 empresas, que retornam dividendos ano após ano. 

Buscando diversificar a gama de atuação, o fundo investe no setor imobiliário e realiza operação de empréstimo a países e empresas, visando a diminuição do risco de desvalorização. 

Como o governo gasta o patrimônio do Fundo Soberano da Noruega? 

Com rígida política fiscal e  foco na manutenção do patrimônio para as próximas gerações e eventuais crises, o governo norueguês gasta apenas uma pequena parte do fundo anualmente, o equivalente a  20% do orçamento.

O alinhamento político sobre como os gastos devem ser feitos é amplamente apoiado. Para o governo norueguês, quanto menos do fundo for gasto, mais o país estará em posição segura para superar crises no futuro. 

Como regra, seguindo a política fiscal estabelecida, todo excedente no orçamento é transferido para o Fundo Soberano da Noruega e, em caso de déficits, o dinheiro é resgatado. Em média, o governo deve gastar apenas o retorno real do fundo, estimado em cerca de 3% ao ano. Assim, a riqueza proveniente do petróleo é introduzida de maneira gradual na economia.

Quer ajuda para investir melhor? Clique aqui e fale com um dos assessores da EQI Investimentos.

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias