Renda Fixa
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Debênture Mata de Santa Genebra: conheça essa opção de renda fixa

Debênture Mata de Santa Genebra: conheça essa opção de renda fixa

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

03 Jul 2022 às 07:56 · Última atualização: 03 Jul 2022 · 4 min leitura

Redação EuQueroInvestir

03 Jul 2022 às 07:56 · 4 min leitura
Última atualização: 03 Jul 2022

Debêntures Mata de Santa Genebra: foto de redes de transmissão de energia

Reprodução/Freepik

A economia mundial está vivenciando um mundo mais inflacionário, com taxas de juros mais altas. Isso, certamente, afetará o crescimento econômico mundial, conforme projetam os especialistas de mercado.

“O Brasil, pelo fato de ter largado na frente na alta de juros, já está corrigindo as distorções da economia. As projeções econômicas já consideram a queda de juros nos próximos meses, colocando fim ao aperto monetário”, comenta Denys Wiese, Head de renda fixa da EQI.

Se esta expectativa se confirmar, indicará o início de um novo ciclo de juros mais baixos que os atuais, o que deve impulsionar a economia e a bolsa.

No entanto, o momento ainda é de bastante cautela, conforme observa Wiese. 

“Segundo o consenso dos analistas, os juros deverão permanecer altos por quase todo 2022. Então, a ideia de aumentar risco deverá ficar para 2023. O momento agora é desfrutar da renda fixa, com foco em renda fixa nas três classes (pré, IPCA+ e pós), e de alongar o prazo” comenta.

E dentro das opções de renda fixa, há a debênture Mata de Santa Genebra. É sobre ela que falaremos a seguir. Confira.

Créditos privado: Debênture Mata de Santa Genebra

A Debênture de Mata de Santa Genebra é um título de renda fixa do setor de transmissão de energia.

“Esse setor possui receitas bem previsíveis e margens muito estáveis”, explica Wiese.

Como atrativo aos investidores, o papel pagará juros semestrais, isentos de imposto de renda. 

Veja mais informações:

Debênture Mata de Santa Genebra (MSGT 23)

  • Juros: semestral, a partir de novembro  de 2022
  • Vencimento: 15/11/2037
  • Duration: ~ 8,3 anos
  • Taxa indicativa: NTN-B 35 + 40 bps (aprox. IPCA+6,25% hoje)
  • Amortização: semestral, de 31 parcelas customizadas, a partir de novembro de 2022
  • Rating: AA+ (Moody’s)

Sobre a emissora: Mata de Santa Genebra 

A Mata de Santa Genebra Transmissão S.A. (MSG) é uma SPE – Sociedade de Propósito Específico – responsável pela construção, operação e manutenção de instalações de transmissão de energia.

O empreendimento é composto por linhas de transmissão e subestações localizadas nos estados de São Paulo e Paraná.

Contempla 885 km de linhas de transmissão construídas, intercepta 51 municípios, sendo 44 em São Paulo e sete no Paraná, entre eles: Araraquara, Mogi Mirim, Bragança Paulista, Campinas e Jundiaí.

O objetivo do projeto é permitir o escoamento para as regiões Sudeste e Sul da energia proveniente de projetos de aproveitamento de energia hidroelétrica em implantação no Brasil:  Complexo do Rio Madeira (UHE Santo Antônio e Jirau), Complexo do Rio Teles Pires (UHE Teles Pires, SINOP, São Manoel e Colider) e Rio Xingu (UHE Belo Monte). 

A empresa recebe Receita Anual Permitida (RAP) de R$ 174,4 milhões, sendo reajustada anualmente pelo IPCA e com revisão tarifária quinquenal dependendo da base de ativos. A próxima revisão acontecerá em 2024.

A companhia recebeu até dezembro de 2020 investimento de R$ 2.549 milhões e entrou em operação total (100% da RAP) em novembro de 2020.

É suportada por acionistas no segmento de transmissão de energia, sendo eles: COPEL G&T com 50,1% e Eletrobras/Furnas com 49,9%

O que são debêntures?

As debêntures são um tipo de título especial do mercado de renda fixa. Fazem parte do crédito privado, porque são emitidas por empresas privadas. 

As debêntures costumam remunerar os investidores com um percentual de retorno acima de outros títulos da renda fixa.

Isso é explicado pelo risco do emissor, que é maior. O pagamento futuro expresso em uma debênture dependerá do sucesso da companhia emissora.

A razão para lançar debêntures no mercado é explicada por ser uma das fontes de captação de recursos para a expansão das operações de uma empresa privada.

Quando não há disponibilidade de recursos em caixa, uma organização pode recorrer à emissão de debêntures.

Em contrapartida, o investidor tem nas debêntures a possibilidade de remunerar seu capital de forma mais expressiva no mercado de renda fixa.

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias