Economia
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
BTG (BPAC11) recomenda compra para Eletrobras (ELET3; ELET6)) após 4TRI21

BTG (BPAC11) recomenda compra para Eletrobras (ELET3; ELET6)) após 4TRI21

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

21 Mar 2022 às 23:56 · Última atualização: 24 Jun 2022 · 3 min leitura

Redação EuQueroInvestir

21 Mar 2022 às 23:56 · 3 min leitura
Última atualização: 24 Jun 2022

TCU deu aval à segunda etapa de privatização da Eletrobras

Divulgação

O banco BTG Pactual (BPAC11) avaliou o resultado da Eletrobras (ELET3; ELET6) no quarto trimestre de 2021. Segundo o banco de investimentos, a companhia registrou um sólido desempenho no segmento e por isso, o banco manteve a recomendação de compra para ações no preço-alvo de R$ 66.

Segundo o relatório, a Eletrobras anotou números sólidos em seu segmento e este bom momento está ligado ao aumento na venda de energia destinada ao mercado livre de energia, por meio da subsidiária Furnas.

O relatório destaca também o crescimento nas receitas da Eletronorte no Amazonas, onde a empresa conseguiu se beneficiar com contratos indexados à inflação do IGP-M.

BTG (BPAC11): resultados positivos

A companhia também computou bons resultados operacionais, que foram impulsionados pela redução dos custos, e por isso, a Eletrobras obteve queda de 23% ao ano no PMSO.

O ebitda da Eletrobras foi de R$ 2,24 bilhões, sem a equivalência patrimonial. Este valor está acima das estimativas da instituição financeira, que calculou a quantia de R$ 2,17 bilhões. Segundo o relatório, a companhia sofreu uma série de impactos por efeitos não recorrentes como por exemplo:

  • Resultado IFRS na transmissão, o que simboliza a quantia de R$ 1,193 bilhão;
  • Provisões para inadimplência associadas aos empréstimos com empresas privadas, como é o caso da distribuidora Amazonas Energia com – R$ 970 milhões;
  • Provisões atribuídas aos empréstimos compulsórios, que representaram – R$ 803 milhões;
  • Outras fatores que somaram – R$ 432 milhões.

As despesas relacionadas ao combustível nuclear, que computou o valor de R$ 252 milhões foi outro entrave para a Eletrobras. O cenário de incertezas foi compensado por créditos tributários como: o acordo GSF, que expandiu a receita para R$ 439 milhões e a Amazonas GT que contabilizou o crescimento de R$ 515 milhões.

Por fim, o índice ebitda ajustado foi de R$ 2,558 bilhões, o que superou  as expectativas do BTG.

Provisões e Santo Antônio

A Eletrobras anotou queda recorrente no ebitda devido as despesas financeiras que ficaram abaixo das expectativas. Desse modo, o balanço patrimonial somou a quantia de R$ 161 milhões. Este índice está abaixo das estimativas do BTG, que calculou o valor de R$ 760 milhões e a adversidade está relacionada a perda de – R$ 697 milhões no Santo Antônio Energia.

“Junto com os não recorrentes acima mencionados, isso gerou um lucro líquido de R$ 602 milhões (abaixo da nossa projeção de R$ 892 milhões). Os resultados da Santo Antônio Energia foram impactados por decisões desfavoráveis em dois processos: um com os demais acionistas (Cemig e SAAG) e outro com a empreiteira de EPC (CCSA)”, informou trecho do relatório.

Reunião da TCU

O BTG destacou a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre a cisão entre a Eletrobras e suas subsidiárias estratégicas Eletronuclear e Itaipu Binacional. A votação provavelmente ocorrerá apenas em abril. Mas se não houver nenhum outro contratempo durante o processo, ainda há uma chance de que a privatização ainda ocorra usando os números do 4TRI21. Mas, para que isso aconteça, a precificação precisa ocorrer antes de 13 de maio.

“Eventuais atrasos do TCU, principalmente um eventual pedido de algum de seus desembargadores de mais tempo para analisar a matéria, podem comprometer o cronograma” finalizou.

 

BTG

 

 

 

 

 

 

 

A retomada das Criptos?
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias