Economia
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
BTG (BPAC11) mantém recomendação de compra para Grupo GPS (GPSS3), após 4TRI21

BTG (BPAC11) mantém recomendação de compra para Grupo GPS (GPSS3), após 4TRI21

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

09 Mar 2022 às 20:09 · Última atualização: 24 Jun 2022 · 2 min leitura

Redação EuQueroInvestir

09 Mar 2022 às 20:09 · 2 min leitura
Última atualização: 24 Jun 2022

BTG

Divulgação

O BTG Pactual (BPAC11) analisou os números do Grupo GPS (GGPS3), e de acordo com a instituição financeira em relatório divulgado nesta quarta-feira (9),  a empresa reportou resultados sólidos no 4TRI21. O BTG mantém recomendação de compra para a GPS, com ações no preço-alvo de R$ 23.

A empresa que atua no setor de prestação de serviços integrados obteve a receita líquida de R$ 1,9 bilhão, com crescimento de 30% ao ano. Este valor não representa grandes surpresas para o banco de investimentos, que realçou o lucro líquido de R$ 142 milhões – o que simbolizou um crescimento de 33% ao ano e 65% acima da projeção do BTG. Este bom momento foi impactado por R$ 29 milhões em itens não recorrentes, e com o ajuste, a receita do Grupo GPS foi de R$ 119 milhões – número este, com crescimento de 10% a/a e 16% acima das estimativas do banco. A margem líquida foi de 6,2%, o que está 90bps acima das estimativas do BTG.

O Ebitda da companhia foi de R$ 242 milhões e este montante representa um crescimento de 28% ao ano. A margem do Grupo GPS anotou o percentual de 12,6%, resultado menor que o 12,8% assinalado no último ano.  Segundo o banco de investimentos, estes valores foram impactados pelos gastos de R$ 45 milhões em itens não recorrentes. Com o ajuste do Ebitda,  a companhia anotou a quantia de R$ 197 milhões – o que gera a margem de 10,2%.

BTG (BPAC11): crescimento de novos contratos

O Grupo GPS obteve grande destaque devido a sua receita líquida orgânica no trimestre. Ao todo, a empresa que atua no setor de prestação de serviços integrados somou R$ 1,2 bilhão em novos contratos.

Em relação a receita inorgânica, a companhia contabilizou R$ 676 milhões, valor acima dos R$ 397 milhões registrados no mesmo período em 2020. Vale lembrar, que este um número menos expressivo representa a aquisição de seis empresas no ano.

“As 9 fusões e aquisições anunciado pela GPS desde 2021 devem trazer um faturamento bruto total de R$ 2,1 bi por ano (R$ 1,4 bilhão a partir de 2021 e R$ 691 milhões a partir de 2022).” destacou trecho do relatório.

Destaque para a alavancagem

De acordo com o BTG, a empresa contabilizou 0,9x em sua dívida líquida ajustada e Ebitda. Este resultado foi afetado pelo investimento de R$ 593 milhões em novas empresas e em ativos fixos operacionais.

A instituição financeira acredita em crescimento orgânico e inorgânico para o Grupo GPS.,  e desta forma, a companhia está negociada a 10,6x Ebitda em 2022, o que representa 19,5x preço/lucro ao ano.

É previsto um futuro promissor para a empresa, devido ao baixo custo de capital. De acordo com o banco de investimentos, o grupo irá expandir os seus lucros nos próximos anos através  de 34% de CAGR de LPA.

 

A retomada das Criptos?
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias