FII Summit
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
FII Summit: confira tudo o que rolou no primeiro dia de evento

FII Summit: confira tudo o que rolou no primeiro dia de evento

Vanessa Araujo

Vanessa Araujo

13 Jun 2022 às 11:13 · Última atualização: 13 Jun 2022 · 6 min leitura

Vanessa Araujo

13 Jun 2022 às 11:13 · 6 min leitura
Última atualização: 13 Jun 2022

FII Summit 2022

O FII Summit, maior evento da América Latina sobre fundos imobiliários (FIIs) começou hoje (1) e segue até sexta-feira (3). Você tem a chance de aprender com os maiores estrategistas do setor e ter acesso aos melhores insights para o atual momento dos FIIs. 

Quer saber tudo o que rolou no primeiro dia? Acompanhe com a gente!

E não deixe de fazer o seu cadastro para aproveitar tudo o que ainda vai rolar no evento. 

Panorama do mercado imobiliário brasileiro

Marcelo Fedak, sócio-gerente e fundador da BlueMacaw, contou qual o segredo para ter os melhores fundos imobiliários: escolher ativos de qualidade, com visão de longo prazo. 

Ele cita como exemplo um dos ativos da BlueMacaw, a Torre A do edifício Pátio Victor Malzoni, na qual tem grandes inquilinos, como o Google, com contrato para além de 2030.

“Muito dificilmente o Google vai deixar de ser um bom inquilino ou o Pátio Malzoni deixar de ser um ativo relevante em São Paulo”, exemplifica.

“Se você quiser depositar sua confiança em um ativo no longo prazo, a equação que tem tudo para funcionar é: inquilino bom, prédio bom, localização boa”, resume.

Sobre o panorama atual dos FIIs, Fedak recomenda que o investidor esteja atento à inflação e aos juros não apenas do Brasil, mas globalmente, para tomar as melhores decisões quanto aos fundos imobiliários.

“O Brasil saiu à frente na alta dos juros, assim como muitos países em desenvolvimento, ao contrário dos países desenvolvidos, que vivem isso agora. No entanto, a inflação ainda é muito alta e não sabemos classificar com certeza se ela vem de demanda, de custo ou se é importada por conta do câmbio”, analisa.

Sua recomendação, neste cenário, é ter cautela. “Não é o momento de ter grandes convicções. É melhor aguardar para ver o que vem. Há argumentos que fazem sentido para todos os cenários possíveis”, pondera.

Neste contexto, ele destaca que os fundos de recebíveis (FIIs de papel) devem sentir a queda da inflação, quando ela vier. E os fundos de tijolo tendem a se beneficiar. No entanto, ainda é incerto afirmar quando a queda dos juros de fato virá ou se a Selic permanecerá alta por ainda um bom tempo.

“Os dados de inflação vão ser os dados motores daqui em diante. Mas, em geral, os FIIs vão continuar tendo boa rentabilidade, além de terem o benefício da isenção tributária, que é uma vantagem competitiva”, diz. 

painel panorama

Hotéis: Reprecificação em Curso?

Diogo Canteras foi mais um painelista do dia. Ele é sócio-diretor da HotelInvest, gestora do Fundo Imobiliário Hotel Maxinvest, negociado na B3 sob o ticker HTMX11.

Este FII foi constituído em 2007, com intuito de aproveitar a recuperação do mercado hoteleiro da cidade de São Paulo, que se previa ocorrer nos anos subsequentes – o que, de fato, aconteceu. 

Ele investe exclusivamente em hotéis e flats, por meio de locações e também da compra e venda desses imóveis.

Canteras lembrou o quanto foi difícil a pandemia para o setor. 

“Tirando o setor de eventos artístico, não teve nenhum outro mais prejudicado durante a pandemia do que a hotelaria”, ele afirma – e vale acrescentar que os dois setores são complementares.

“Houve a reabertura dos hotéis entre as ondas da Covid, mas essa oscilação durou mais de dois anos. Apenas agora o mercado começa e se recuperar”, ele diz. 

No entanto, ele garante que as perspectivas são boas: “Há uma expectativa de recuperação que me deixa muito animado”, revela, afirmando que, a partir de setembro de 2022, a distribuição de dividendos será retomada com força pelo HTMX11.

foto do painel do FII Summit Hotéis reprecificação em curso

E-commerce e o Mercado Logístico Brasileiro

O terceiro painel do dia no FII Summit trouxe Marcelo Bragagnollo, diretor de novos negócios no Guarde Aqui Self Storage; Victor Gaspar, responsável pela área de relação com investidores da área imobiliária da Pátria Investimentos; e Thiago Rocha, responsável pela estruturação e investimentos do Fundo PATL11 pela Pátria Investimentos. 

Eles falaram sobre o cenário para o e-commerce e o mercado logístico brasileiro.

“Entre os itens que o consumidor analisa na hora de decidir pela compra online está o valor do frete e a velocidade de entrega. E por que isso é importante do ponto de vista imobiliário? A questão a ser analisada é quanto o posicionamento logístico está afetando o custo final para as empresas em fazer a distribuição do produto para o consumidor final”, afirma Rocha.

Para os convidados do FII Summit, o que se observa é um crescimento na quantidade de compras do brasileiro na modalidade online, mas também uma demanda cada vez maior por serviços de qualidade. 

FII Summit - e-commerce e sefstorage

Triple A: um filme da Monett

Por fim, quem assistiu ao primeiro dia do FII Summit pode conferir o vídeo “Triple A: Investindo em Fundos Imobiliários”, uma exclusividade da Monett, com diversos insights dos grandes nomes do país quando o assunto é FII. 

O que vai rolar no segundo dia do FII Summit 2022

programação dia 2 FII Summit

E então, vai ficar de fora? 

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias