Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Tesouro IPCA (NTN-B): ótima opção para ter segurança e se proteger da inflação

Tesouro IPCA (NTN-B): ótima opção para ter segurança e se proteger da inflação

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

22 Mar 2022 às 12:00 · Última atualização: 24 Jun 2022 · 6 min leitura

Redação EuQueroInvestir

22 Mar 2022 às 12:00 · 6 min leitura
Última atualização: 24 Jun 2022

randa fixa

O Tesouro IPCA é um ótimo título para quem quer se proteger da inflação. Além disso, trata-se de um papel emitido pelo Governo Federal por meio da plataforma do Tesouro Direto. Isso aumenta sua segurança, pois o risco de calote é muito baixo.

Pensando em informar você melhor a respeito desse investimento, este artigo fala sobre as características desse título e como ele funciona.

Confira!

IPCA IPC

O que é IPCA?

A sigla quer dizer “Índice de Preços ao Consumidor Amplo”. Trata-se de um indicador calculado pelo IBGE, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Esse indicador serve para medir a variação de preços dentro de uma cesta de produtos previamente estabelecida. Ela contém 465 ao total e é composta por itens como alimentos, vestuário, habitação e transporte.

Em outras palavras, o IPCA serve para mensurar quanto ficou mais caro ou mais barato viver no Brasil. Isso traz à tona o conceito de inflação, e essa é a razão pela qual o IPCA é tão importante.

Oficialmente, esse índice representa a inflação do país. Existem outros indicadores com a mesma função, mas o IPCA é aquele realmente considerado para representar o aumento de preços.

Para tanto, ele cobre todo o país, com seu cálculo sendo feito nas principais capitais brasileiras.

O índice foi criado há muito tempo, em 1979. Mas só foi adotado pelo Banco Central no ano de 2000 como indicador oficial da inflação.

Todo o ano a autarquia federal divulga sua meta para o aumento de preços e toma medidas para que ela permaneça sob controle.

Como forma de melhorar o trabalho, existe uma tolerância de desvio que vai de 1,5 pontos percentuais para mais ou para menos.

O que é o Tesouro IPCA?

Como o próprio nome indica, o Tesouro IPCA é um tipo de investimento que está relacionado ao IPCA. Ou seja, ele está indexado ao IPCA.

Esse é um papel que está disponível na plataforma do Tesouro Direto, um meio digital para investir em títulos públicos emitidos pelo Governo Federal.

A principal função do investimento no Tesouro IPCA é o de promover a proteção do capital contra a inflação. Por isso ele é um papel tão procurado pelos investidores.

Ao aplicar em um título como esse, o dinheiro investido sofre valorização sempre acima do IPCA ao longo do período.

Assim, para o investidor não importa se a inflação foi alta ou baixa durante o tempo de aplicação. Seus ganhos sempre estarão acima desse nível, promovendo o que se chama de ganho real.

Como funciona esse título público?

Conforme dito, o Tesouro IPCA é um dos diferentes tipos de títulos disponíveis para compra na plataforma do Tesouro Direto. Para conhecer todas as alternativas de investimento, basta clicar aqui.

Ao navegar na plataforma, é possível constatar que existem 6 diferentes prazos de vencimento para aplicação no Tesouro IPCA. Cada um desses títulos tem suas respectivas taxas de valorização.

Atualmente (na data da escrita deste artigo), as taxas estão compreendidas entre IPCA + 5,40% e IPCA + 5,65%.

Para qualquer um dos títulos, a mecânica de funcionamento será a mesma, e funciona da seguinte forma.

O recurso investido no papel sofrerá variação positiva da inflação mais a taxa percentual. Vem daí também o nome de IPCA+.

Isso quer dizer que a taxa percentual indicada no nome do título representa o ganho real da aplicação, pois qualquer que seja o IPCA do período, o papel renderá a taxa acima disso.

Por exemplo, se a inflação do período for de 10%, o papel renderá de 15,40% a 15,65%, a depender do prazo do título escolhido.

Se a inflação for de 5%, o papel terá rendimento entre 10,40% e 10,65%.

Isso é muito importante para proteger o poder de compra do recurso investido e programar com mais segurança as aplicações de longo prazo.

É por conta dessa mecânica de funcionamento que diz-se que o Tesouro IPCA é um título híbrido: uma parte de seus rendimentos é prefixada (taxa percentual) e a outra é pós-fixada (IPCA).

Assim, nunca é possível saber ao certo qual será o rendimento absoluto de um título desse tipo. É possível apenas ter a garantia de um retorno real, logicamente acima da inflação.

Quais são as principais características do Tesouro IPCA?

Acompanhe a seguir um descritivo dos principais atributos desse papel do Tesouro Nacional.

Prazo

O link descrito acima nos informa diferentes prazos de vencimento para os títulos disponíveis. É possível constatar que há períodos de aplicação que vencem entre 2026 e 2060.

Por ser um papel de longo médio e longo prazo, o investidor precisa ter um bom planejamento quanto aos recursos investidos.

Se precisar resgatar o dinheiro antes do prazo precisará contar com a liquidez do mercado secundário.

Liquidez

Quanto a isso, nenhum investidor precisa se preocupar. A liquidez dos títulos do Tesouro Direto são altíssimas, com o próprio Governo Federal promovendo a recompra dos papéis se for o caso.

No entanto, quem decide se desfazer do seu investimento antes do vencimento fica a mercê do preço que está sendo pago no momento pelos participantes envolvidos.

É o que se chama de marcação a mercado, e ela pode afetar profundamente a rentabilidade do investimento aplicado.

Rentabilidade

O modo de funcionamento do Tesouro IPCA é simples de entender e funciona conforme já foi descrito anteriormente.

Ou seja, quem compra um papel desses terá de volta o capital investido somado aos juros do período acima da inflação.

Mas isso vale apenas para quem segura seu papel até o vencimento, pois quem vende antecipadamente fica sujeito à marcação a mercado.

Por meio desse mecanismo, é o mercado quem dita o preço do papel.

A depender do ciclo da taxa básica de juros, a Selic, o preço pago de forma antecipada pode ser menor até do que o recurso investido, resultando em prejuízos.

Por conta disso, o planejamento é fundamental.

Outro ponto a ressaltar a respeito dos rendimentos é que é possível receber os juros ao final do período do papel ou de forma semestral. A esses últimos damos o nome de Tesouro IPCA com juros semestrais.

Eles são bons para quem quer usufruir dos juros sem esperar por todo o período contratado.

(Por Ronaldo Araújo)

  • Quer conhecer mais sobre o Tesouro IPCA? Então preencha este formulário que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato para mostrar as aplicações disponíveis!
A retomada das Criptos?
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias