Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
BDR ou comprar ações no exterior: o que melhor se encaixa ao seu perfil?

BDR ou comprar ações no exterior: o que melhor se encaixa ao seu perfil?

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

06 Abr 2022 às 00:40 · Última atualização: 24 Jun 2022 · 11 min leitura

Redação EuQueroInvestir

06 Abr 2022 às 00:40 · 11 min leitura
Última atualização: 24 Jun 2022

Pixabay

É melhor investir em BDRs ou comprar ações no exterior? Essa é a dúvida de muitos investidores hoje no Brasil. 

Veja agora como funcionam essas duas modalidades de diversificação internacional. 

Conheça as principais características e entenda o que precisa ser levado em consideração na hora de investir. 

O que são BDRs?

Os BDRs são títulos representativos de ações de empresas estrangeiras negociados na bolsa brasileira. A sigla BDR significa Brazilian Depositary Receipts.

Ao comprar um BDR, o investidor não está comprando ações diretamente no exterior. Mas, sim, está adquirindo um recibo com lastro ou um título que dá direito sobre essas ações. 

Desde outubro de 2020, com as mudanças no Regulamento para Listagem de Emissores, todos os investidores passaram a ter acesso aos BDRs. 

Antes, esses investimentos eram restritos a investidores qualificados, com mais de R$ 1 milhão de recursos aplicados no mercado financeiro.

Quais os tipos de BDRs?

Existem dois tipos de BDRs: 

BDRs Patrocinados

São os BDRs nos quais há um envolvimento e conhecimento da empresa emissora desses ativos. 

Isso quer dizer que há um movimento efetivo por parte da empresa estrangeira, que deseja colocar os seus ativos à disposição do mercado brasileiro. 

Essa empresa busca dentro do nosso país uma instituição depositária, ou custodiante, que será a responsável por manter o registro dos BDRs junto aos órgãos reguladores e coloca as ações da companhia em tesouraria como lastro desses recibos.  

É comum identificar as BDRs patrocinadas com o prefixo que identifica a empresa + final 32 ou 33.

BDRs não patrocinados

São os BDRs que uma instituição depositária, seja no Brasil ou fora (no país original da bolsa onde a empresa está listada), compra um lote de ações no exterior. 

Esses papéis são convertidos em recibos oficiais, que são comercializados no mercado brasileiro.
Nesse processo, não há o conhecimento prévio ou o envolvimento da empresa dona das ações.

É comum identificar as BDRs não patrocinadas com o prefixo que identifica a empresa + final 34 ou 35.

Quais os Níveis de BDRs?

As BDRs se dividem em 3 níveis, conforme veremos a seguir:

BDR nível 1

  • Podem ser patrocinados ou não patrocinados;
  • Não precisam ter o registro das empresas emissoras das ações na CVM (Comissão dos Valores Mobiliários);
  • Podem ser negociados no mercado de Bolsa de Valores, como no Mercado de Balcão Organizado;
  • O nível 1 não patrocinado representa quase a totalidade dos ativos negociados na B3;
  • O nível 1 patrocinado, geralmente, apenas é usado para premiar funcionários de empresas estrangeiras com ações da companhia dentro do país do funcionário.

BDR nível 2 e 3

  • São sempre BDRs patrocinados e apenas podem ser negociados no ambiente de bolsa de valores;
  • Nesses casos, a empresa emissora deve ser registrada na CVM e cumprir todo o regramento;
  • A diferença entre esses dois níveis é que para ser nível 3, tem que ter havido um IPO (Oferta Pública Inicial) no Brasil, simultaneamente, com a emissão no exterior. 

BDR não patrocinado: quais os riscos?

O detentor desses recibos possuem os mesmos direitos de quem tem as ações no país de origem, pois eles são repassados por contrato. 

Porém, eles não têm o consentimento e a colocação de lastro de garantia em tesouraria das empresas donas dos valores mobiliários. 

Na maioria dos casos, os grandes bancos são os custodiantes, que detêm grandes posições dessas ações e fazem o lastro dos BDRs com base nesses ativos custodiados, sem que haja envolvimento da empresa emissora. 

Como comprar BDRs?

A B3 é a única entidade administradora que oferece os processos de negociação, liquidação e custódia de BDRs aqui no Brasil. A compra acontece de forma semelhante ao da compra de ações, por meio do home broker de uma corretora. 

A vantagem de investir em BDR é que não precisa fazer operações de câmbio ou contas de custódia no exterior ou transferir recursos para fora do país. 

É possível encontrar boas oportunidades no mercado internacional, em especial, no mercado americano, que tem uma grande fatia dos BDRs. 

Portanto, é uma forma de balancear os resultados da carteira, diversificando investimentos em épocas em que os mercados locais de renda fixa e variável não estão indo muito bem. 

O que levar em consideração ao comprar BDRs?

O investidor deve ficar atento à variação do dólar, já que ele ficará exposto à flutuação cambial. 

Isso porque se trata de um recibo lastreado em um ativo (ação) listado fora do Brasil, cuja negociação acontece na moeda do país de origem – na maioria absoluta, em dólares.

O BDR acaba acompanhando o preço do ativo no exterior + a variação cambial.

Por exemplo:

  • Se a ação no exterior sobe 10%, mas o dólar tiver queda de 3%, o ganho efetivo será de 7%;
  • Se a ação subir 5% no exterior e o dólar subir mais 5%, o ganho total será de 10%.

BDRs: qual perfil de investidor?

Assim como as ações, os BDRs são mais indicados para investidores com perfil mais arrojado

Além disso, se tratam de mais uma alternativa para quem quer acessar o mercado internacional.

Atualmente, existem na B3 BDRs de ações ligadas às maiores empresas do mundo, como Apple, Amazon, Walmart, J.P. Morgan, Walt Disney, HP, Netflix, McDonalds, Coca-Cola, entre outras. 

Os códigos dos BDRs são formados por 4 letras + o número 32, 33, 34 ou 35 no final. Por exemplo: AAPLE34.

Quais os custos envolvidos na compra de BDRs?

Os custos envolvidos na compra de um BDR são iguais aos de uma operação com ações. 

O investidor deve pagar a taxa de corretagem, taxa de liquidação e emolumentos.

Tributação BDRs

A tributação funciona da seguinte forma: 

  • 20% para ganhos de capital de operações Day Trade;
  • 15% sobre os ganhos obtidos nas demais operações de mais de um dia.  

Quais as formas de investir no exterior?

Basicamente, são 3 formas:

Investir em BDRs 

Ao comprar certificados emitidos no Brasil que representam ações de empresas estrangeiras;

Investir diretamente no exterior  

  • Neste caso, é preciso ter uma conta aberta no exterior.
  • O investidor faz o envio do dinheiro e negocia as ações diretamente, lidando diretamente com a regulação daquele país. 
  • Quem faz isso? Corretoras como Avenue, Ameritrade e Interactive Brokers.

Offshore 

  • Offshores são organizações ou contas bancárias abertas no exterior;
  • Existem custos de abertura e manutenção;
  • É uma das melhores formas de investir dinheiro no exterior, especialmente, quando o investidor tem um patrimônio superior a U$ 1,5 milhão.

BDR x conta no exterior: vantagens e desvantagens 

  • Investir em BDRs dispensa a abertura de uma conta no exterior; 
  • O processo de negociação é idêntico à compra de ações na B3;
  • Basta utilizar um banco ou corretora autorizados pela CVM a comercializar esses ativos;
  • Para adquirir ações de empresas estrangeiras, é necessário abrir uma conta no país de origem dos papéis;
  • Atualmente, esse processo é menos burocrático, e muitas corretoras disponibilizam, inclusive, atendimento em português; 
  • Além disso, a remessa dos recursos pode ser feita pela própria instituição financeira na qual o cliente tem conta no Brasil.

Quais os valores mínimos iniciais para BDRs?

Atualmente, o investidor pode adquirir somente um lote, o que torna o investimento ainda mais acessível.

No entanto, é importante que o investidor fique atento à paridade dos BDRs em relação aos lotes. Ou seja, um lote não representa, necessariamente, uma ação da companhia.

Existem empresas em que a paridade é de 10 lotes para cada ação da empresa. Porém essa relação pode chegar a 200 BDRs para cada ação.

Por isso, se a intenção é se tornar sócio da empresa, o investidor precisa analisar atentamente a paridade antes de investir em um ou outro ativo.

BDR ou comprar ação no exterior

Quais os custos de comprar uma ação no exterior?

Cada corretora cobra de um jeito específico. De modo geral, o investidor deve considerar:

  • Taxa de corretagem, que pode variar de acordo com o contrato com a corretora;
  • Spread cambial, que varia de acordo com o dia escolhido para a conversão do dinheiro;
  • IOF (Imposto sobre Operações Financeiras);
  • ITCMD – Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação, que incide quando da transmissão não onerosa de bens ou direitos, tal como em herança ou na doação. 

Como se dá a tributação em casos de recebimento de herança?

Nesse caso, é preciso conhecer quais são as regras de sucessão patrimonial, pois os impostos que incidem nessas situações são extremamente consideráveis nos EUA.

Enquanto no Brasil o tributo de transmissão de heranças é compreendido entre 4% e 8% a depender do estado, nos Estados Unidos a alíquota pode chegar a 40% do patrimônio herdado. 

O que considerar:

  • Isenção até o teto de U$ 60 mil dólares para uma conta individual e de U$ 120 mil para os casos de conta conjunta; 
  • Acima disso, incide a alíquota de 40% sobre o capital sucedido; 
  • Possível necessidade de abertura de inventário, o que eleva os custos.

Como verificar o spread cobrado na compra de um BDR?

  • Considere o valor do dólar comercial (PTAX) e o ratio das BDRs (relação de uma BDRs para o valor da ação no exterior);
  • Multiplicar o dólar comercial pelo preço da ação em dólares e dividir conforme o ratio;
  • A partir disso, o investidor saberá o valor negociado no Brasil e pode compará-lo com o preço da BDR. A diferença entre esses valores é o spread.

Tributação dos BDRs e das ações internacionais

Como já vimos, sobre os rendimentos dos BDRs incidirá o Imposto de Renda. Nesse sentido, as alíquotas serão de 15% nas operações de mais de um dia e 20% no day trade.

Outro ponto importante é que, diferentemente das ações, os BDRs não contam com a isenção de IR nas negociações de até R$ 20 mil dentro do mês. 

Por outro lado, nas ações internacionais, caso ocorram vendas até R$ 35 mil no mês, haverá isenção de IR sobre o ganho de capital.

Dividendos BDRs x ações internacionais

Tanto os BDRs quanto as ações internacionais dão direito ao recebimento de dividendos. 

O que muda é a forma de recebimento desses recursos:

  • No caso dos BDRs, os dividendos são repassados ao investidor já deduzidos das respectivas taxas e impostos estrangeiros;
  • Uma vez recebidos pelas instituições financeiras no Brasil, há um prazo de cinco dias úteis para que elas os repassem aos investidores;
  • Quanto às ações internacionais, os dividendos são recebidos em moeda estrangeira. Nesse caso, para a conversão em reais, a instituição financeira local cobra uma taxa, que varia, em média, de 3% a 5% do total da remessa;
  • Após convertido em reais e deduzido da taxa, o dividendo das ações ainda sofre tributação de IR conforme tabela progressiva;
  •  Nesse caso, o investidor deve recolher o tributo até o último dia útil do mês seguinte.

Comparação BDRs x Investimento direto x Offshore

BDRs

  • É possível investir aqui no Brasil;
  • É possível converter BDRs em ações no exterior quando quiser;
  • Os custos são, basicamente, corretagem, a taxa dos dividendos, que variam de acordo com a instituição e o IOF;
  • Não há pagamento de ITCMD.

Investimento direto

  • Investidor tem acesso a uma oferta mais ampla de produtos;
  • Limite de até R$ 35 mil por mês em ações sem imposto de renda sobre o ganho de capital;
  • Nos investimentos menores a US$ 60 mil não incide o ITCMD.

Offshore 

  • Possibilidade de não ter incidência de ITCMD;
  • O processo de sucessão ocorre no Brasil. Impostos serão pagos caso o dinheiro seja trazido para o Brasil;
  • Enquanto isso, o processo de apuração de impostos no exterior se torna mais simplificado;
  • Viável para um patrimônio superior a U$ 1,5 milhão, por conta dos custos contábeis e de manutenção propriamente dito.

  • Veja também: Como investir melhor em 2022?
  • Quer saber mais se é melhor BDR ou comprar ações no exterior? Então preencha este formulário que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato para mostrar as aplicações disponíveis!
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias