Ações
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Vibra (VBBR3) anuncia saída do CEO para hoje, nova política de dividendos e pagamento de JCP

Vibra (VBBR3) anuncia saída do CEO para hoje, nova política de dividendos e pagamento de JCP

Osni Alves

Osni Alves

19 Set 2022 às 06:30 · Última atualização: 19 Set 2022 · 4 min leitura

Osni Alves

19 Set 2022 às 06:30 · 4 min leitura
Última atualização: 19 Set 2022

Imagem mostra um caminhão-tanque na autoestrada.

A Vibra Energia (VBBR3), ex-BRDT, anunciou a saída do CEO Wilson Ferreira Júnior para esta segunda-feira (19), conforme antecipado por fatos relevantes e comunicados ao mercado anteriores, bem como notícias veiculadas na imprensa.

Isso porque o executivo está reassumindo a presidência da recém-privatizada Eletrobras (ELET3; ELET6), companhia ao qual esteve à frente em 2016 e também no ano passado. Esse movimento já era esperado por boa parte do mercado.

Vale lembrar que ele foi eleito presidente da Vibra em 03 de fevereiro de 2021 e se destacou no processo de consolidação da companhia, após processo de desvinculação da Petrobras (PETR3; PETR4).

Para a posição, o atual vice-presidente de finanças, compras e RI, André Corrêa Natal, assumirá de forma interina, conforme indicação aprovada pelo Conselho de Administração em reunião realizada dia 16 de setembro de 2022, “sem prejuízo das suas funções atuais, as quais seguirá exercendo cumulativamente”.

Wilson Ferreira Jr deixa a Vibra para reassumir a Eletrobras.

A Vibra (VBBR3) e sua nova política de dividendos

Em outro documento encaminhado ao mercado, a companhia informou que seu conselho de administração aprovou uma nova política de dividendos da companhia.

Os executivos avaliam como oportuna a definição da nova política de dividendos, em complemento aos dispositivos estatutários já existentes, dado já terem sido concluídos os principais movimentos estratégicos pretendidos pela empresa rumo à transição energética.

O informe elenca, ainda, que a nova Política de Dividendos estabelece que a companhia fará esforços para remunerar seus acionistas em montante equivalente a, no mínimo, 40% do lucro líquido ajustado de acordo com a Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976.

“A Vibra sempre teve na distribuição de resultados aos seus acionistas um importante elemento da alocação de capital, tendo nos últimos cinco anos distribuído um montante total superior a R$ 9,5 bilhões, nas formas de dividendos, juros sobre capital próprio e resultantes da recompra de ações”, destacou, em nota.

E disse mais: “essa nova Política de Dividendos terá vigência para a proposta de distribuição de dividendos a ser aprovada na Assembleia Geral Ordinária (AGO) a ser realizada em 2023, referente ao exercício social de 2022.”

Juros Sobre Capital Próprio

A Vibra também aprovou o pagamento antecipado de juros sobre o capital próprio (JCP) referente ao exercício social de 2022. Serão aproximadamente R$ 797 milhões, com um primeiro pagamento de R$ 389 milhões, a ser realizado até dezembro de 2022 e um pagamento complementar estimado em aproximadamente R$ 408 milhões a ser realizado até fevereiro de 2023.

Para a primeira parcela, o montante bruto da antecipação será de R$ 389.000.000,00, correspondentes a R$0,34890912083 por ação, que será efetuado até o dia 29 de dezembro, sem atualização ou correção monetária, com base na posição acionária do dia 21 de setembro.

Em relação à segunda parcela, o valor exato assim como a data base da posição acionária serão objeto de nova comunicação ao mercado tão logo seja conhecida a taxa de juros de longo prazo (TJLP) aplicada ao quarto trimestre de 2022.

  • Quer saber mais sobre a Vibra (VBBR3) e aprender a investir no mercado de capitais? Clique aqui!
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias