Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Ibovespa avança 0,29% em meio a tensões no cenário externo

Ibovespa avança 0,29% em meio a tensões no cenário externo

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

14 Fev 2022 às 21:37 · Última atualização: 14 Fev 2022 · 3 min leitura

Redação EuQueroInvestir

14 Fev 2022 às 21:37 · 3 min leitura
Última atualização: 14 Fev 2022

Ibovespa

Arte / EQI

O Ibovespa fechou a sessão desta segunda-feira (14) em alta de 0,29%, aos 113.899 pontos.  Em sentido contrário, as principais bolsas da Europa fecharam em forte queda sob o temor de uma invasão russa à Ucrânia.

A movimentação financeira para a sessão de hoje no Ibovespa foi de R$ 26 bilhões.

Destaque para o Boletim Focus, captado pelo Banco Central junto às instituições financeiras, que apontou alta na projeção para a Selic de 2022: de 11,75% da semana passada para 12,25% esta semana.

A inflação também foi revista: de 5,44% para 5,50%.

Vale lembrar que, semana passada, o IPCA voltou a surpreender negativamente, com a maior variação para janeiro desde 2016. E a ata do Comitê de Política Monetária (Copom) deixou em aberto os próximos passos do Banco Central, mas colocou no plural os “novos reajustes” possíveis. O BC afirmou que haverá uma desaceleração no ritmo de altas da Selic – até aqui, de 1,5 ponto porcentual.

O mercado já trabalha com a hipótese de pelo menos uma alta de 1 ponto porcentual na próxima reunião de março. E mais 0,50 p.p. para maio – ou duas sequenciais de 0,25 p.p.

Confira a evolução do Ibovespa na semana, em cada fechamento de sessão:

  • segunda-feira (14): +0,29% (113.899 pontos)
  • semana: +0,29%
  • 2022: +8,28%

Destaques da bolsa

Das 93 ações negociadas no Ibovespa, 58 subiram, 4 ficaram estáveis e 31 caíram em relação à sessão anterior.

Mais negociadas

EmpresaTickerPreçoOscilação
VALEVALE3R$ 91,44-0,58%
PETROBRASPETR4R$ 33,03-2,16%
ITAÚ UNIBANCOITUB4R$ 26,55+0,08%
MAGAZINE LUIZAMGLU3R$ 6,48+2,05%
BRADESCOBBDC4R$ 21,09-0,24%

Maiores altas

EmpresaTickerPreçoOscilação
BANCO INTERBIDI11R$ 26,46+8,04%
PETZPETZ3R$ 17,57+6,29%
HYPERAHYPE3R$ 32,18+4,41%
TOTVSTOTS3R$ 28,63+3,62%
AMERICANASAMER3R$ 33,55+3,10%

Maiores baixas

EmpresaTickerPreçoOscilação
PETROBRASPETR3R$ 36,24-2,58%
MARFRIGMRFG3R$ 22,37-2,53%
VIAVIIA3R$ 4,02-2,43%
PETROBRASPETR4R$ 33,00-2,25%
CARREFOURCRFB3R$ 16,30-2,10%

Dólar

  • segunda-feira (14): -0,46% a R$ 5,218
  • semana: -0,46%

Euro

  • segunda-feira (14): -0,76% a R$ 5,896
  • semana: -0,76%

Criptomoedas*

  • Bitcoin: +1,33% a R$ 220.204,89
  • Ethereum: +1,74% a R$ 15.107,01
  • Tether: +1,83% a R$ 5,22
  • Cardano: +0,53% a R$ 5,41
  • Binance: +1,57% a R$ 2.082,25

*(variação nas últimas 24h – corte: 18h)

Mercados do exterior

O grande destaque da semana acontece na quarta-feira (16), com a ata do Fomc, o Copom dos EUA, que pode dar sinalizações quanto à subida de juros por lá.

Os mercados de Nova York ainda digerem os últimos dados de inflação, que se encontra no maior nível dos últimos 40 anos.

Os preços ao consumidor (CPI) subiram 0,6% em janeiro, com alta de 7,5% na comparação anual. As projeções apontavam elevação de 0,4% e 7,2%.

Com isso, aumentaram as expectativas para a subida de juros. Agora, alguns analistas já começam a ventilar 0,5 ponto porcentual na reunião de março. E, depois, de cinco ou sete altas sequenciais.

O presidente do Fed de St. Louis, James Bullard, defendeu que o Fed eleve os juros em 1 ponto percentual até julho. Vale dizer que, até lá, o Fomc terá se reunido três vezes.

Com a alta de juros nos EUA, deve ocorrer uma migração estrangeira para os papéis do tesouro de lá, considerados o investimento mais seguro do mundo.

Com isso, perdem os emergentes, como o Brasil, que até aqui vinham atraindo capital de fora pela taxa de juros mais alta, mas a custo de maiores riscos.

A possível invasão da Ucrânia pela Rússia segue sendo acompanhada de perto pelos mercados, com impactos no preço dos petróleo. No final de semana, circulou o boato de que os EUA trabalhavam com a expectativa de invasão da Ucrânia na quarta-feira (16), o que não foi confirmado pelas autoridades americanas.

Bolsas mundiais

Nova York

  • Dow Jones: -0,49%
  • S&P 500: -0,42%
  • Nasdaq: -0,01%

Europa

  • Euro Stoxx 50 (Europa): -2,18%
  • DAX (Alemanha): -2,02%
  • FTSE 100 (Reino Unido): -1,69%
  • CAC (França): -2,27%
  • IBEX 35 (Espanha): -2,55%

Ásia e Oceania

  • Shanghai (China): -0,98%
  • Hang Seng HSI (Hong Kong): -1,41%
  • SET (Tailândia): -0,85%
  • Nikkei (Japão): -2,23%
  • ASX 200 (Austrália): +0,37%
  • Kospi (Coreia do Sul): -1,57%

Commodities

Petróleo

  • Brent (abril 2022): US$ 96,04 (+1,62%)
  • WTI (março 2022): US$ 94,95 (+1,97%)

Ouro

  • Ouro futuro (abril 2022): US$ 1.874,85 (+1,78%)
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias