Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
CVM | CSN (CSNA3) desiste de IPO da Mineração, BNDES vende mais R$ 2 bi de ações da JBS (JBSS3)

CVM | CSN (CSNA3) desiste de IPO da Mineração, BNDES vende mais R$ 2 bi de ações da JBS (JBSS3)

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

16 Fev 2022 às 13:00 · Última atualização: 16 Fev 2022 · 3 min leitura

Redação EuQueroInvestir

16 Fev 2022 às 13:00 · 3 min leitura
Última atualização: 16 Fev 2022

BTG Pactual

Divulgação

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), sob o ticker CSNA3, não vai mais listar ações da Mineração na categoria A de oferta pública.

A razão se dá por conta das condições adversas no mercado interno e internacional, e foi apresentada, no dia 15 de fevereiro de 2022, perante a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e a B3.

JBS (JBSS3): BNDES coloca mais R$ 2 bilhões de ações da companhia à venda

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está colocando à venda mais 50 milhões de ações da JBS (JBSS3) num block trade coordenado pelo BTG Pactual (BPAC11).

De acordo com o Brazil Journal, o leilão, que deve levantar cerca de R$ 2 bi, começa às 10 horas na B3, e o BTG deu garantia firme de colocação dos papéis com um desconto de 3% sobre o fechamento de ontem, o que dá R$ 37,52.

Conforme o site, este é o segundo bloco do BNDES no papel. Exatos dois meses atrás, o banco vendeu 70 milhões de ações a R$ 38,01 – marcando o início de seu desinvestimento da gigante de proteínas controlada pela família Batista.

Também disse que o bloco de hoje está sendo possível porque o Bank of America, que coordenou o anterior, deu um waiver para o lockup de 90 dias por entender que 60 dias eram suficientes. O bloco de hoje já adotará este lockup mais curto.

E acrescentou que apesar do tamanho dos blocos, depois da venda de hoje, o banco da Avenida Chile ainda terá cerca de 19,5% do capital da empresa.

Renova Energia (RNEW11): Câmara Arbitral reconhece rescisão com LightCom

A Renova Energia (RNEW11) informou que a Câmara Arbitral reconheceu a rescisão unilateral da LightCom, conforme fato relevante encaminhado ao mercado.

A decisão foi proferida em 15 de fevereiro de 2022, e diz respeito ao Contrato de Compra e Venda de Energia Elétrica firmado em 17 de outubro de 2013, correspondente a 33,4 MW médios por mês produzidos por determinados Parques Eólicos do Complexo Alto Sertão III Fase A, destinados ao atendimento do mercado livre (“PPA LightCom”).

Por força da sentença arbitral e da decisão relativa aos pedidos de esclarecimentos que a sucederam, foi reconhecido o direito ao recebimento, pela LightCom, de R$ 50 milhões, em valores históricos no início do procedimento (Junho/2020), a título de indenização pela rescisão do PPA LightCom, valor este que estará sujeito às condições de pagamento previstas no Plano de Recuperação Judicial das Sociedades Consolidadas do Grupo Renova.

Embraer (EMBR3): Eve firma parceria com australiana Microflite

A Embraer (EMBR3) informou que sua controlada, a Eve, firmou parceria com australiana Microflite para pedido de até 40 eVTOLs.

Os eVTOLs são aeronaves elétricas de decolagem e pouso vertical, e o pedido da Microflite tem por objetivo apoiar o início de novas operações de Mobilidade Aérea Urbana (UAM) na Austrália, em 2026.

Vale lembrar que as duas empresas planejam iniciar sua parceria usando helicópteros como prova de conceito para validar parâmetros que serão aplicados nas futuras operações dos eVTOLs.

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias