Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
BrasilAgro (AGRO3): bons resultados reforçam compra, indica BTG Pactual

BrasilAgro (AGRO3): bons resultados reforçam compra, indica BTG Pactual

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

10 Fev 2022 às 19:19 · Última atualização: 10 Fev 2022 · 3 min leitura

Redação EuQueroInvestir

10 Fev 2022 às 19:19 · 3 min leitura
Última atualização: 10 Fev 2022

BrasilAgro, agronegócio, agropecuária

BrasilAgro/Divulgação

Após a publicação dos resultados financeiros do 4º trimestres de 2021 da BrasilAgro (AGRO3), a equipe de analistas do Banco BTG Pactual (BPAC11) recomenda a compra das ações com um preço-alvo de R$ 43,00. Atualmente, a BrasilAgro está cotada em, aproximadamente, R$ 29,50. Portanto, um potencial de valorização de 45%.

A instituição financeira explica que a BrasilAgro tem uma sólida e profunda tese de valor para exposição ao setor agrícola em expansão. Ainda que os preços gerais de grãos e terras agrícolas, continua o BTG, parecem ter atingido pico, o momento operacional de 2022 não poderia ser mais forte. 

Deste modo, a companhia é uma excelente opção para ser incluída na carteira de investimentos devido ao ambiente atual.  

Vendas de terras agrícolas ajudaram no trimestre; aumento de dividendos a caminho 

O nível de preços das terras agrícolas aumentaram consideravelmente no Brasil em 2021. Logo, os resultados do 2º trimestre de 2022 podem destacar o modelo de negócios da BrasilAgro pode se beneficiar disso. 

As vendas das fazendas Alto Taquari e Rio do Meio, combinadas resultaram em um valor nominal de R$ 461,6 milhões, promoveram um Ebtida ajustado recorde de R$ 340,3 milhões, tornando o Ebtida do segundo semestre de 2022 45% maior do que todo o ano de 2021. 

Apesar disso, o resultado trimestral ficou aquém da expectativa do BTG Pactual devido ao ajuste do valor presente das vendas agrícolas acima do esperado (um recuo de R$ 145,4 milhões. Entretanto, os resultados agrícolas também foram fortes com um Ebtida ajustado de R$ 88,8 milhões, sendo que o BTG esperava R$ 32,9 milhões, na decisão de acelerar as vendas de soja, bem como nos maiores preços realizados para soja e cana-de-açúcar. 

O lucro líquido alcançou o posto de R$ 299 milhões, também um recorde. Com caixa líquido de R$ 301 milhões antes mesmo da monetização total com fortes margens de 2022 e vendas de fazendas, e lucro acumulado de R$ 407 milhões nos seis primeiros meses de de 2022, já é esperado um dividend yield de 7,9% no semestre considerando a média histórica de 55% como proporção de pagamento.

Lado imobiliário deve impulsionar ainda mais os resultados

Os analistas do BTG Pactual salientam que o mercado de terras agrícolas continua bem aquecido. De acordo com o FNP, os meses de novembro e dezembro de 2021 apresentaram um ganho sequencial de 8% nos preços médios das terras agrícolas no Brasil. Em outras palavras, isso representa uma valorização de 49% ao ano. 

Além disso, a BrasilAgro explicou, em seu recente Investor Day, que continua vendo o ambiente atual mais favorável às vendas agrícolas do que para as compras. Assim, o cenário é animador para o setor, principalmente aos custos crescentes de insumos agrícolas , que podem desempenhar um papel importante na liquidez do mercado, argumenta o relatório do BTG.

Em outras frentes, a época de plantio avançou bem para todas as principais culturas da BrasilAgro, com yields de soja, milho e algodão praticamente inalterados em relação ao orçamento inicial. Isso, combinado com a recente reflação dos preços dos grãos, deve continuar a garantir fortes resultados agrícolas à frente.

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias