Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Wiz (WIZS3) vê lucro líquido crescer 98,4% no 2TRI21

Wiz (WIZS3) vê lucro líquido crescer 98,4% no 2TRI21

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

13 Ago 2021 às 00:32 · Última atualização: 13 Ago 2021 · 2 min leitura

Redação EuQueroInvestir

13 Ago 2021 às 00:32 · 2 min leitura
Última atualização: 13 Ago 2021

BTG (BPAC11)

A Wiz (WIZS3) lucrou de forma líquida R$ 69 milhões no segundo trimestre de 2021, alta de 98,4% frente os R$ 34,8 milhões registrados no mesmo período do ano passado.

O avanço acompanha, em parte, a receita bruta da corretora, que chegou a R$ 244,8 milhões, ante R$ 169,4 milhões entre abril e junho de 2020.

“Esse desempenho decorre da aceleração observada no segmento core business, com destaque para a incorporação da receita da BMG Corretora, de R$ 59,5 milhões, que passou a ser consolidada pela Wiz em novembro de 2020, e pelo aumento das vendas novas da operação Caixa, 21,4% maior que o segundo trimestre de 2020, impulsionada pela performance dos produtos vida e residencial”. Explicou a Wiz no documento publicado na noite desta quinta-feira (12).

Leia aqui o balanço na íntegra.

Wiz (WIZS3): Principais números do balanço

Lucro líquido

  • 2TRI21: R$ 75 milhões
  • 2TRI20: R$ 34 milhões

Receita líquida 

  • 2TRI21: R$ 220,3 milhões
  • 2TRI20: R$ 149,5 milhões

Ebitda

  • 2TRI21: R$ 111,7 milhões
  • 2TRI20: R$ 81,2 milhões

Segurada tem melhor desempenho de receita

A Wiz aponta também que, além do core business, apresentou crescimento no segmento de parceiros e Enablers, com altas de, respectivamente, 27% e 10,2%.

Os custos, despesas gerais e despesas administrativas somaram R$ 75,8 milhões, alta de 93,2% na base anual. Segundo a Wiz, a alta é explicada pelos custos provenientes da sua expansão.

Gastos crescem

Os gastos  com a BMG Corretora, por exemplo, somaram R$ 41,8 milhões. A da Rede Caixa, aquisição feita há mais tempo, porém, retraíram de R$ 11 milhões, para R$ 3,1 milhões, principalmente por conta da não renovação de contratos de serviço. Os gastos com pessoal e terceirização avançaram, respectivamente, 26,4% e 107,6%, para R$ 18,2 milhões e R$ 6,1 milhões.

O Ebitda consolidado da Wiz cresceu 37,3%, chegando a R$ 111,7 milhões. A margem Ebitida ficou em 50,7%.

O resultado financeiro da companhia no segundo trimestre foi negativo em R$ 6,7 milhões, alta de 64% na base anual,  com o reconhecimento de AVP referente à aquisição da Bing. Os gastos com imposto de renda também cresceram, chegando a R$ 28,5 milhões, ante R$ 22,7 milhões no segundo trimestre de 2020.

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias