Ações
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Tambasa Atacadista: conheça a terceira maior empresa do segmento que está na fila para IPO

Tambasa Atacadista: conheça a terceira maior empresa do segmento que está na fila para IPO

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

16 Dez 2021 às 20:18 · Última atualização: 08 Jun 2022 · 8 min leitura

Redação EuQueroInvestir

16 Dez 2021 às 20:18 · 8 min leitura
Última atualização: 08 Jun 2022

Tambasa

A Tambasa Atacadista protocolou em 13 de dezembro seu pedido de IPO (Oferta Pública Inicial).

A empresa, que quer ser listada no Novo Mercado, deve fazer ofertas públicas primária e secundária de ações.

A companhia é a terceira maior empresa no segmento Atacado Distribuidor do Brasil em termos de receita bruta consolidada, de acordo com o ranking da ABAD de 2021.

Com mais de 70 anos de história, atende clientes por meio de operações de atacado e atacarejo, com um portfólio diversificado e complementar de produtos que abrange cerca de 29 mil SKUs (stock keeping unit), em linhas de produtos como Campo, Materiais de Construção, do Lar, Proteção e Segurança, Produtos automotivos para 2 e 4 rodas, Bazar, Pet e Vet, Higiene e Limpeza, dentre outras.

O negócio da Tambasa

Na visão da Tambasa, a solução integrada de produtos e serviços, aderente às demandas específicas dos mercados em que atua, exige uma grande expertise operacional que serve de barreira de entrada para novos competidores, e possibilita criar e manter um relacionamento contínuo com os clientes.

Este modelo operacional promoveu, ao longo dos últimos 3 exercícios sociais, um crescimento contínuo de receitas e resultado, mesmo durante o período de recessão econômica no Brasil e durante a pandemia da Covid-19.

A companhia possui como pilares estratégicos tecnologia e inovação, capilaridade nacional e gente e gestão. A maioria dos clientes na operação atacadista inclui desde operações de pequenos varejistas que compram produtos fracionados da Tambasa, englobando também varejistas de médio e grande porte, e até mesmo distribuidores regionais.

A empresa apresenta uma operação logística com alcance nacional, com centralização do controle de armazenamento e grande diferencial advindo da venda fracionada de produtos.

“Para atendermos todos os nossos 237 mil clientes ativos, contamos com uma operação logística centralizada e suportada por tecnologia e automação”, afirma a empresa no prospecto preliminar.

A empresa tem um centro de distribuição centralizado localizado em Contagem, Minas Gerais, e 22 Hubs Logísticos (Transbordo). Os hubs logísticos são centros integrados de transbordo, armazenagem, coleta e distribuição de mercadorias e bens terceirizados, distribuídos em todas as regiões do país, o que possibilita a companhia acessar 5.308 cidades brasileiras das 5.570 cidades do país, um alcance de mais de 95% das cidades brasileiras.

A empresa cresceu de forma contínua ao longo dos anos, tendo receita bruta total de R$ 313 milhões em 2002, chegando ao patamar de R$ 3 bilhões em 2018 e R$ 4,4 bilhões em 2020. Isso significa um CAGR (crescimento composto médio anual) de 16% entre os anos de 2002 e 2020 e 21% de 2018 para 2020.

História da empresa

Em 1949 foi fundada em Ponte Nova, Minas Gerais, a chamada Sociedade Comercial Miguel Bartolomeu, que era uma empresa de estrutura familiar direcionada a atividades do varejo e que, posteriormente, passou a atuar no atacado em razão da grande demanda de produtos em outros estados.

O crescimento de Belo Horizonte e de seus arredores na década de 60 atraiu novos investimentos e empresas, e em 1968, a Sociedade Comercial Miguel Bartolomeu veio a formar a Tambasa, com sua operação de atacado sediada em Belo Horizonte.

Quase 10 anos depois, em 1976, com apenas 8 anos de vida, a companhia passou a focar em inovação, utilizando a tecnologia para emissão de nota fiscal. Ainda, nove anos se passaram e a companhia seguiu com a tendência inovativa ao inserir os computadores na rotina e investir em tecnologia como meio de gerar eficiência.

Foi em 1988 que a empresa celebrou a abertura da primeira loja física da Tambasa, filial localizada na Ceasa de Minas Gerais (Centro Estadual de Abastecimento).

Buscando melhorias, em 1990 a Tambasa transferiu a sede de Belo Horizonte para um depósito na BR-040, em Contagem, com 10 mil m2 de área – marco de capacidade de armazenagem.

Em 2001, foi realizada uma nova mudança para Via Municipal Manoel Jacinto Coelho Jr, atingindo 20 mil m², ou seja, duas vezes a capacidade de armazenagem disponível anteriormente.

Além da expansão e aplicação de tecnologia nas operações, a empresa procura se desenvolver em logística externa e criou o primeiro Hub Logístico (Transbordo) no estado do Rio de Janeiro, ganhando eficiência e velocidade nas entregas.

Em 2005, já foi necessário a ampliação do centro de distribuição para 63 mil m² de área construída. A partir de 2009, a companhia entrou em uma nova fase, atingindo o patamar de R$ 1 bilhão de faturamento e já em 2014 passou a investir na automação do processo de armazenagem e expedição, ambos viabilizados pela Schaefer, empresa alemã de soluções intralogísticas de alta performance, além da implantação do SAP (Sistemas, Aplicativos e Produtos para Processamento de Dados), de forma que evoluiu significativamente em tecnologia e inovação ao mesmo tempo que aumentou a capacidade de armazenamento para 100 (cem) mil m².

Segmentos de mercado de atuação

Atacado

Sob a bandeira Tambasa Atacadistas, por meio de representantes comerciais, a empresa vende produtos não alimentares, como produtos para o campo, materiais de construção, do lar, proteção e segurança, produtos automotivos para 2 e 4 rodas, Bazar, pet e vet, higiene e limpeza, dentre outros, para varejistas de pequeno, médio e grande porte, bem como para distribuidores regionais.

A operação atacadista representou 95% da receita bruta de 2020, e conta com um centro de distribuição em Contagem-MG, que permite a centralização, controle e qualidade na separação dos produtos sendo responsável pelo armazenamento dos mesmos, e 22 Hubs Logísticos (Transbordo) que funcionam como uma operação de cross-docking, operação logística em que não há armazenamento de cargas, somente direcionamento de mercadorias em diferentes caminhões para atender o trajeto final das entregas, proporcionando maior capilaridade e agilidade de entrega em todas as regiões do país.

Atacarejo

A companhia atua no modelo de atacarejo, sob a bandeira Tambasa Atacadistas, através de duas lojas físicas, uma delas localizada no Ceasa (Centro Estadual de Abastecimento) de Minas Gerais, na cidade de Contagem-MG, e outra em Montes Claros-MG.

No modelo atacarejo, vende produtos não alimentares, como produtos para o campo, materiais de construção, do lar, proteção e segurança, produtos automotivos para 2 e 4 rodas, Bazar, produtos automotivos para 2 e 4 rodas, Bazar, pet e vet, higiene e limpeza. Em 2020, a operação representou 5% da receita bruta do grupo.

Capacidade de Distribuição

A Tambasa apresenta uma operação logística com alcance nacional, com centralização do controle de armazenamento em um único centro de distribuição localizado em Contagem, Minas Gerais, e com grande diferencial advindo da venda fracionada de produtos.

Mesmo assim, entende que ainda há potencial de aumento de penetração nos estados brasileiros, que pode ser facilitado pela proximidade que tem com seus clientes.

Para atingir todas essas localidades, a estrutura conta com aproximadamente 100 mil m² de capacidade de armazenamento total e 782 caminhões para suportar a estratégia logística, a qual é totalmente terceirizada, permitindo o alcance de ampla cobertura nacional dos serviços e uma maior agilidade na entrega.

Isso ocorre pois ao invés de a empresa seguir com centenas de caminhões até o ponto de entrega, segue com dezenas de carretas. Ao chegar nos Hubs logísticos as mercadorias são carregadas em veículos menores (por exemplo HRs) permitindo maior facilidade de locomoção até o cliente, tal ação permitiu a transformação do modal de transporte trazendo agilidade e eficiência.

Pontos Fortes e Vantagens Competitivas

  • Posicionamento entre os líderes no segmento atacadista distribuidor, estando entre os três maiores do setor.
  • Portfólio diversificado e em constante expansão.
  • Capacidade de distribuição com alcance nacional.
  • Tecnologia de Transelevador: armazena e movimenta produtos de alto giro facilitando e agilizando a separação dos pedidos.
  • Setor atrativo com crescimento e resiliência.

Estratégia da Tambasa

  • Expansão da distribuição, com aumento da capacidade de armazenagem e constante investimento em tecnologia e automação;
  • Expansão dos Hubs Logísticos, para aproximar ainda mais dos clientes;
  • Expansão da operação no formato de atacarejo;
  • Crescimento com serviços financeiros, aceleração da omnicanalidade e aproveitamento de oportunidades de M&A.

Principais fatores de risco da companhia

Dependência de sistemas de tecnologia e gerenciamento de informação e de telecomunicações para processar transações, controlar o estoque, o fluxo operacional e os negócios.

A interrupção ou suspensão das atividades do centro de distribuição, das lojas, bem como a eventual incapacidade de expansão, poderá impactar adversamente os negócios e a estratégia de crescimento.

Interrupções no fornecimento e outros fatores que afetem a distribuição dos produtos podem causar um impacto adverso nos negócios da Tambasa.

Acidentes no centro de distribuição ou nas lojas podem causar um efeito adverso relevante sobre os negócios, resultados operacionais e imagem.

A empresa pode não ser capaz de ampliar a quantidade de lojas físicas, o que poderá impactar adversamente os negócios e a estratégia de crescimento.

A retomada das Criptos?
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias