Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Small Caps: conheça as empresas de saúde da B3 (B3SA3)

Small Caps: conheça as empresas de saúde da B3 (B3SA3)

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

07 Nov 2021 às 10:00 · Última atualização: 07 Nov 2021 · 6 min leitura

Redação EuQueroInvestir

07 Nov 2021 às 10:00 · 6 min leitura
Última atualização: 07 Nov 2021

Small caps

Em tempos de pandemia, ouvimos falar muito sobre o setor de saúde. Você sabia que é possível investir em small caps de saúde na bolsa? Há ações de empresas desde Fleury (FLRY3) até Qualicorp (QUAL3). As companhias têm o maior peso entre as empresas listadas.

É um dos setores com menos empresas. No total, são apenas cinco companhias listadas, mas que são em sua maioria, conhecida do público investidor, o que ajuda na hora do investidor escolher uma ação para investir.

Conheça as small caps de saúde

Qualicorp (QUAL3)

A Qualicorp (QUAL3) é uma empresa que presta serviços e gestão de benefícios de assistência à saúde.

Segmento:

Novo Mercado

Pertence ao Ibovespa:

Sim

Maiores acionistas:

A maioria das ações estão sendo vendidas em bolsa, representando 51,95% do total de papéis.

No entanto, a Rede D’or São Luiz é o maior acionista individual, com 22,38% das ações, seguida pelo fundo Pátria Investimentos, que detém 15,06%. A Opportunity Asset Administradora de Recursos de Terceiros possui mais 7,44%. Estão em circulação 283,4 milhões de ações da empresa.

No quadro de acionistas, havia 55.831 mil PF, 682 PJ e 343 investidores institucionais. O total de ações em circulação somava 283.670.037, um total de 99,88% do capital total.

Balanço do segundo trimestre:

A Qualicorp (QUAL3) reportou lucro líquido de R$ 90,3 milhões no 2TRI21, queda de 28,4% na comparação com igual intervalo do ano passado.

Fleury (FLRY3)

A Fleury (FLRY3), que atua com laboratórios e medicina preventiva, está enquadrada em dois tipos de atividade principal: prestação de serviços médicos e medicina diagnóstica, e consultoria, assessoria, cursos e palestras na área da saúde, bem como a prestação de serviços que visem a promoção de saúde.

Segmento:

Novo Mercado

Pertence ao Ibovespa:

Sim

Maiores acionistas:

A maioria das ações estão sendo vendidas em bolsa, representando 55,04% do total de papéis.

No entanto, seu maior acionista individual é a Bradseg Participações, com 16,12%.

No quadro de acionistas, havia 218.590 mil PF, 415 PJ e 728 investidores institucionais. O total de ações em circulação somava 303.425.821, um total de 100% do capital total.

Balanço do segundo trimestre:

A Fleury lucrou R$ 65,5 milhões de forma líquida no 2TRI21, revertendo prejuízo de R$ 73,3 milhões registrados no mesmo período de 2020.

Odontoprev (ODPV3)

Entre as small caps de saúde, a Odontoprev (ODPV3) é uma empresa que atua no ramo de planos odontológicos. Atende empresas, pessoas físicas e dentistas, em um modelo de negócio semelhante a um plano de saúde.

Segmento:

Novo Mercado

Pertence ao Ibovespa:

Não

Maiores acionistas:

A Bradesco Saúde, em 28/05/2021 é a maior acionista, com 50,01% das ações. Outra fatia de 38,10% são vendidas em bolsa. Já a Invesco possui participação de 5,26%. Estão em circulação, 257.081.661 de ações, um total de 48,38% do capital total.

No quadro de acionistas, havia 64.938 PF, 262 PJ e 557 investidores institucionais.

Balanço do segundo trimestre:

A Odontoprev (ODPV3) registrou queda de 25,6% no lucro líquido do 2TRI21.

Assim, o indicador caiu de R$ 116,4 milhões (2TRI20) para R$ 86,6 milhões (2TRI21).

Instituto Hermes Pardini – IHPardini (PARD3)

O Instituto Hermes Pardini (PARD3) também está no grupo de small caps de saúde. Tem como atividade principal a prestação de serviços de medicina diagnóstica. Possui laboratórios de exames e medicina diagnóstica.

Segmento:

Novo Mercado

Pertence ao Ibovespa:

Não

Maiores acionistas:

A maioria das ações está sendo vendida em bolsa, representando 31,78% do total de papéis.

No entanto, Regina Pardini é a maior acionista individual, com 21,60% das ações, seguida por Victor Cavalcanti Pardini e Áurea Maria Pardini, ambos com 21,58%.

No quadro de acionistas, havia 16.772 mil PF, 151 PJ e 210 investidores institucionais. O total de ações em circulação somava 41.625.030, um total de 31,78% do capital total.

Balanço do segundo trimestre:

A Hermes Pardini (PARD3) reportou lucro líquido 10 vezes maior no 2TRI21.

Assim, o indicador passou de R$ 7,0 milhões para R$ 70,8 milhões no 2TRI21. Este foi um novo recorde para a empresa.

Alliar (AALR3)

Atua em medicina diagnóstica, também é a atividade principal da Alliar (AALR3), que também possui laboratórios de exames.

Segmento:

Novo Mercado

Pertence ao Ibovespa:

Não

Maiores acionistas:

A maioria das ações estão sendo vendidas em bolsa, representando 45,77% do total de papéis.

No entanto, a Fonte de Saúde FI EM Participações Multiestratégia detém a maior fatia da empresa: 27,60%. Na sequência está Roberto Kalil Issa, com 13,47%, e Sergio Tufik, com 17,99%. Estão em circulação 54,1 milhões de ações da empresa.

No quadro de acionistas, havia 12.213 PF, 100 PJ e 132 investidores institucionais. O total de ações em circulação somava 43.756.055, um total de 36,99% do capital total.

Balanço do segundo trimestre:

A Alliar (AALR3) reportou lucro líquido de R$ 11,7 milhões no 2TRI21, revertendo prejuízo de R$ 84,6 milhões reportado um ano antes.

Dimed (PNVL3)

O Grupo Dimed (PNVL3) é formado por três negócios: a Panvel, com mais de 450 lojas que comercializam mais de 15 mil itens entre medicamentos e produtos de higiene e beleza; a Dimed, uma das principais distribuidoras de medicamentos do Brasil e também a pioneira do país no seu segmento; e o Lifar, divisão de desenvolvimento e fabricação de cosméticos e alimentos, que, além de ser responsável pela produção de produtos para grandes marcas no Brasil e no exterior, também fabrica a marca própria da Panvel.

Segmento:

Novo Mercado

Pertence ao Ibovespa:

Não

Maiores acionistas:

Os acionistas da Dimed (PNVL3) são bem diluídos. O maior deles é Julio Ricardo Andrighetto Mottin , que tem 9% de participação. Depois vem o Kinea Private Equity IV Master Fundo de Investimento em Participações Multiestratégica.

A companhia tem 71.745.377 de ações em circulação no mercado.

Balanço do segundo trimestre:

A empresa lucrou R$ 22,6 milhões no 2TRI21, alta de 295,8% em relação ao lucro líquido de R$ 5,71 milhões do 2TRI20.

Pague Menos (PGMN3)

A rede de farmácias Pague Menos (PGMN3) tem mais de 40 anos de história. É a única varejista farmacêutica presente em todos os Estados brasileiros e no Distrito Federal, desde 2009, conta com mais de 1.100 lojas.

Segmento:

Novo Mercado

Pertence ao Ibovespa:

Não

Maiores acionistas:

O maior acionista da empresa é Francisco Deusmar de Queirós, que detém 44,25% das ações.

Outros 16,16% estão com a G.A. Brasil VIII Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia.

A empresa tem 157.843.200 de ações em circulação no mercado.

Balanço do segundo trimestre:

A Pague Menos (PGMN3) registrou um lucro líquido ajustado de R$ 71,6 milhões no 2TRI21, alta de 683,2% na base anual.

A retomada das Criptos?
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias