Economia
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Reforma da previdência: conheça as novas regras

Reforma da previdência: conheça as novas regras

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

01 Nov 2019 às 16:50 · Última atualização: 08 Jun 2022 · 4 min leitura

Redação EuQueroInvestir

01 Nov 2019 às 16:50 · 4 min leitura
Última atualização: 08 Jun 2022

reforma-da-previdencia

O texto-base da Reforma da Previdência foi aprovada e nós separamos alguns pontos para você entender as novas regras

 

Depois de muitas conversas, debates e votações, o texto-base da Reforma da Previdência foi aprovada pelo Senado em segundo turno.  A proposta foi acatada por 60 votos a favor e 19 contra. Agora ela segue para o Congresso Nacional para a sua promulgação final. Mas, as novas regras só começam a valer para os que entrarem no mercado de trabalho e após a publicação da Reforma da Previdência. 

 

Entenda a Reforma da Previdência 

 

A nova regra para aposentadoria estabelece idade mínima, além de um tempo mínimo de contribuição.  Contudo, as regras apresentam alguns diferenciais para professores e policiais militares. Separamos os principais pontos da Reforma da Previdência e o que muda neste novo cenário. Continue a leitura e veja as diferenças. 

 

As novas regras para dade mínima e tempo de contribuição

Atualmente para se aposentar o trabalhador precisa cumprir o tempo mínimo de contribuição – independente da idade. Hoje a lei prevê que o colaborador precisa estar atuando de carteira assinada por, pelo menos, 30 anos no caso das as mulheres e 35 para os homens. 

A Reforma da Previdência cria uma idade mínima de aposentadoria para servidores federais e trabalhadores privados. Assim, além do tempo mínimo de contribuição, será preciso, também, alcançar o piso da faixa etária. A nova regra prevê idade mínima de 62 anos para as mulheres e 65 para os homens. Já a contribuição terá de ser de – pelo menos – 15 anos para elas e 20 anos para os homens.

Além disso, a Reforma da Previdência apresenta regras diferenciadas para professores e policiais: 

 

Professores: o que muda com a Reforma da Previdência?

Para esses trabalhadores o tempo de contribuição será de 25 anos igualmente para ambos os sexos. Já a idade mínima fica de 57 anos para as mulheres e 60 para os homens. Entretanto, há uma diferença entre os professores servidores públicos: na Reforma da Previdência, ao mesmo tempo que será necessário os 25 anos de contribuição e da idade mínima, é fundamental que o trabalhador esteja no cargo há 5 anos e trabalhe como servidor público há, pelo menos, 10. 

 

Policiais federais, legislativos, civis do Distrito Federal e agentes penitenciários: conheça os novos pontos

Para esta categoria, a Reforma da Previdência prevê idade mínima de 55 anos tanto para homens quanto para mulheres. Já o tempo de contribuição varia entre exercício da função e como contribuindo. Para a primeira situação, o período subsídio é de 25 anos para ambos os sexos. Já no segundo é de 30 anos tanto para as mulheres quanto para os homens. 

As novas regras da Reforma da Previdência não se aplicam aos servidores estaduais e municipais que possuem regime próprio previdencial. 

 

O que não muda com a Reforma da Previdência? 

Contudo, o texto-base das reforma manteve alguns pontos que já vigoravam anteriormente. Confira só:

 

Aposentadoria rural

Para os trabalhadores rurais a regra continua a mesma: o tempo de mínimo de contribuição é de 15 anos para ambos os sexos e a idade mínima é de 55 anos para elas e 60 para eles. 

 

Benefício de Prestação Continuada (BPC)

A Reforma da Previdência  permite que deficientes e idosos em situação de vulnerabilidade social continuem a receber um salário mínimo a partir dos 65 anos. 

 

Abono salarial 

O PIS/Pasep continuará sendo pago para os trabalhadores com renda de até dois salários mínimos. 

 

Salário-família e auxílio-reclusão

A Nova Previdência definiu que os beneficiários do salário-família e do auxílio-reclusão devam ter de até R$1.364,43.

 

Fique por dentro das novidades da nova Previdência aqui no Eu Quero Investir e aproveite para conhecer um pouco mais sobre investimentos

 

A retomada das Criptos?
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias