Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Radar traz Weg (WEGE3), Eletrobras (ELET3), Neoenergia (NEOE3), Romi (ROMI3), Vale (VALE3), e Petz (PETZ3)

Radar traz Weg (WEGE3), Eletrobras (ELET3), Neoenergia (NEOE3), Romi (ROMI3), Vale (VALE3), e Petz (PETZ3)

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

27 Abr 2022 às 12:00 · Última atualização: 27 Abr 2022 · 15 min leitura

Redação EuQueroInvestir

27 Abr 2022 às 12:00 · 15 min leitura
Última atualização: 27 Abr 2022

média móvel

Creative Commons

O radar corporativo traz hoje que a Weg (WEGE3) reportou lucro líquido de R$ 943,9 mi no 1TRI22

A Eletrobras (ELET3) recebeu atualização de rating da Moodys.

A Neoenergia (NEOE3) registrou lucro líquido de R$ 1,212 bilhão no 1TRI22, resultado que é 20% maior do que o 1TRI21.

A Romi (ROMI4) informou que obteve lucro líquido de R$ 30,388 milhões no 1TRI22, sendo 47% maior do que no 1TRI21.

A Vale (VALE3) e a Nippon Steel vão desenvolver soluções de descarbonização para a siderurgia.

O BB (BBAS3) prevê R$ 2 bi em pedidos de crédito durante a Agrishow.

O Santander (SANB11) quer ser visto menos como banco e mais como empresa de consumo.

A Petz (PETZ3) aprovou a incorporação de ações da Petix.

A Raízen (RAIZ4) anunciou a construção de sua segunda planta de biogás, sendo essa a primeira dedicada à produção de biometano.

A Tim (TIMS3) informou que ocorreram mudanças em seu conselho de administração.

Além disso, a Weg (WEGE3) aprovou aumento do capital social da empresa, de R$ 5 bilhões para R$ 6,5 bilhões.

Por fim, Plano&Plano (PLPL3), Localiza (RENT3), Enauta (ENAT3), Magazine Luiza (MGLU3), Suzano (SUZB3), BrasilAgro (AGRO3), Wilson Sons (PORT3), Petz (PETZ3), BR Properties (BRPR3), MRS Logística (MRSA3), RNI (RDNI3) e Lavvi (LAVV3) informaram proventos. A WIZ (WIZS3) retificou valores de dividendos..

Balanços

Weg (WEGE3) reporta lucro líquido de R$ 943,9 mi no 1TRI22

A Weg (WEGE3) reportou lucro líquido de R$ 943,9 mi no primeiro trimestre de 2022, uma alta de 23,5% em relação a igual período do ano passado.

O Ebitda atingiu R$ 1,232 milhões no período, alta de 21,3% frente ao primeiro trimestre de 2021.

Já a receita operacional líquida marcou R$ 6,828 milhões no período, alta de 34,5% frente ao primeiro trimestre de 2021.

O retorno sobre o capital investido (ROIC), por sua vez, atingiu 29,7% no período, crescimento de 1,5 ponto percentual frente ao primeiro trimestre de 2021.

Neoenergia (NEOE3) obtém lucro líquido de R$ 1,212 bilhão

A Neoenergia (NEOE3) registrou, no primeiro trimestre do ano, lucro líquido de R$ 1,212 bilhão. Esse resultado é 20% maior que o mesmo período do ano passado.

Romi (ROMI4) tem alta de 47% no lucro líquido

A Indústrias Romi (ROMI4) informou que obteve lucro líquido de R$ 30,388 milhões no primeiro trimestre (1TRI22). Esse resultado é 47% ao obtido no mesmo período de 2021.

Cias abertas

Eletrobras (ELET3) recebe rating da Moodys

A Eletrobras (ELET3) recebeu rating da Moodys, agência de classificação de risco.

Isso porque a Moodys reafirmou o rating em escala global, e elevou a avaliação do stand-alone credit profile (“SACP”) da Eletrobras de Ba3 para Ba2, principalmente devido a implementação pela Companhia de iniciativas que fortaleceram as métricas financeiras.

Com isso os ratings da Companhia avaliados pela Moodys são os abaixo listados:

  • – Escala Global: Ba2;
  • – SACP: Ba2.

Eletrobras (ELET3): governo defende realização de leilão de termelétricas a gás

O governo defendeu a realização do leilão de usinas termelétricas movidas a gás natural que foram impostas pelo Congresso Nacional, em uma manobra de parlamentares, como condição para permitir a privatização da Eletrobras (ELET3). Em entrevista ao GLOBO, Diogo Mac Cord, secretário especial de Desestatização do Ministério da Economia, disse que a inclusão dessas termelétricas traz segurança ao sistema elétrico e garante preços menores.

Vale (VALE3) assina MOU com Nippon Steel

A Vale (VALE3) e a Nippon Steel vão desenvolver soluções de descarbonização para a siderurgia, conforme comunicado encaminhado ao mercado.

De acordo com o documento, as companhias assinaram memorando de entendimento com esta finalidade e o movimento tem por objetivo a produção carbono neutro de aço.

As empresas pretendem estudar e explorar em conjunto para soluções de uso de metálicos como direct reduced iron (DRI) e o ferro gusa produzido pela tecnologia Tecnored.

Também o uso de briquetes verdes da Vale no processo de fabricação de ferro e outros produtos de menor pegada de carbono, como pelotas.

BB (BBAS3) prevê R$ 2 bi em pedidos de crédito durante a Agrishow

O BB (BBAS3) prevê R$ 2 bilhões em pedidos de crédito durante a Agrishow. Segundo o Estadão, o volume é bem maior do que o R$ 1,2 bilhão verificado em 2019, última edição presencial do evento antes da pandemia.

A Agrishowé a maior feira de tecnologia agrícola do Brasil, que entrou ontem em seu segundo dia, em Ribeirão Preto (SP). Na última edição presencial do evento, em 2019, o banco contabilizou R$ 1,2 bilhão em pedidos de crédito.

Conforme a instituição, a demanda por crédito rural continua forte, apesar da alta da Selic.

Santander (SANB11) quer ser visto menos como banco e mais como empresa de consumo

O Santander Brasil (SANB11) quer ser visto menos como banco e mais como empresa de consumo. A informação é do Estadão.

Isso porque três meses após assumir a presidência do banco, Mario Leão pretende ampliar venda de produtos e serviços, além de transformar agências, a fim de fidelizar os clientes.

Assim, conforme o executivo, a meta do banco é ampliar a quantidade de produtos e serviços para os usuários da conta, fazendo transformações para as suas agências.

Petz (PETZ3) aprova incorporação de ações da Petix

A Petz (PETZ3) aprovou a incorporação de ações da Petix.

O movimento passou por Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária realizada nesta data (AGOE), e diz respeito a incorporação de ações da Selected Participações (Petix) com a consequente conversão da Petix em subsidiária integral.

Também haverá, por conta do movimento, aumento de capital social no montante de R$128.612,08 mil mediante a emissão de 1.650.450 milhão de novas ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal, a serem subscritas por conta e ordem dos acionistas da Petix e integralizadas por meio da incorporação de ações da Petix.

Raízen (RAIZ4) anuncia construção de 2ª planta de biogás

A Raízen (RAIZ4) anunciou a construção de sua segunda planta de biogás, sendo essa a primeira dedicada à produção de gás natural renovável (Biometano).

De acordo com comunicado ao mercado, o investimento será de aproximadamente R$ 300 milhões e a planta será instalada anexa ao Parque de Bioenergia Costa Pinto localizado em Piracicaba (SP), onde já opera a planta de Etanol de 2ª Geração.

Com inauguração prevista para 2023, a capacidade de produção desta planta será de 26 milhões de m³ de gás natural renovável por ano, o suficiente para abastecer aproximadamente 200 mil clientes residenciais.

A totalidade da produção da nova planta foi comercializada para a Yara Brasil Fertilizantes e para a Volkswagen do Brasil, em contratos de longo prazo. Substituto para gás natural, diesel ou GLP, o Biometano tem o potencial para reduzir em mais de 90% as emissões diretas de gases de efeito estufa ao substituir combustíveis fósseis.

Este projeto amplia nosso portfólio de soluções em energia limpa e renovável, reforçando o papel de liderança na transição energética do país gerando valor para clientes, consumidores, fornecedores e acionistas.

Randon (RAPT4) tem mudança de conselheiro

A Randon (RAPT4) anunciou mudanças em seu quadro nesta terça-feira (26). Com a renúncia do conselheiro William Ling, os conselheiros remanescentes elegeram para substitui-lo e completar o mandato que expirará na próxima Assembleia Geral Ordinária, a realizar-se até o final do mês de abril de 2023, Vicente Furletti Assis.

O conselho também adequou a designação do cargo do Diretor, Sérgio Lisbão Moreira de Carvalho, eleito na RCA 926, de 19 de abril de 2021, seguindo o disposto no Artigo 24 do Estatuto Social, alterado e consolidado na Assembleia Geral Extraordinária de13 de abril de 2022, passando de Diretor Vice-presidente para Diretor Executivo-geral.

Também foi aprovada a reestruturação das operações da controlada Randon Perú S.A.C. e a aquisição da totalidade da participação societária da sócia Comercial Epysa Perú S.A.C, correspondente a 49%do capital social, passando a Companhia afigurar como única acionista daquela Controlada.

Triunfo (TPIS3) tem renúncia de conselheiro fiscal

A Triunfo Participações e Investimentos (TPIS3) comunicou nesta terça-feira (26) a renúncia do conselheiro fiscal da companhia Bruno Shigueyoshi Oshiro.

A empresa recebeu carta de Bruno informando a renúncia, que foi divulgada em fato relevante.

Tim (TIMS3) tem mudança no conselho de administração

A Tim (TIMS3) informou que ocorreram mudanças em seu conselho de administração. Agostino Nuzzolo e Sabrina Di Bartolomeo apresentaram à Companhia suas renúncias aos cargos de membro do Conselho de Administração e de membros do Comitê de Controle e Riscos (CCR), além da da posição ocupada por Sabrina Di Bartolomeo como membro do Comitê de Environmental, Social & Governance (CESG). A saída dos dois teve efeitos a partir do dia 22 de abril.

Em razão das renúncias acima, o Conselho de Administração elegeu Adrian Calaza e Michela Mossini, para os cargos de membro do Conselho de Administração e membro do CCR e Michela Mossini para o cargo de membro do CESG.

Fertilizantes Heringer (FHER3) fica sem quórum para assembleia

A Fertilizantes Heringer (FHER3) informou que apenas 1,5% dos acionistas, representando 805.882 ações em circulação, confirmaram presença para a assembleia geral extraordinária que estava marcada para esta sexta-feira (26). Como o quórum ficou abaixo do estipulado no estatuto, que é de 20%, a assembleia não foi instalada.

Livetech da Bahia (LVTC3) registra R$ 293 milhões em vendas

A Livetech da Bahia (LVTC3) reportou vendas totais consolidadas de R$ 293 milhões no primeiro trimestre do ano, sendo uma queda de 8,8% frente ao mesmo período do ano passado. Os dados são dos resultados prévios da companhia.

Indústrias Romi (ROMI3) altera nome de pregão

A Indústrias Romi (ROMI3) aprovou a alteração do nome do pregão, que deixará de ser ROMI para INDS ROMI. O ticker, porém, fica inalterado. A mudança deve levar cinco dias úteis para ser implementado.

Weg (WEGE3) aprova aumento do capital social

A Weg (WEGE3) aprovou aumento do capital social da empresa, de R$ 5.504.516.508,00 para R$ 6.504.516.508,00, através da incorporação de parte do saldo da conta de Reserva de Lucros ou Retenção de Lucros para Investimentos no valor de R$ 1.000.000.000,00.

Natura (NTCO3) recebe rating da S&P Global

A Natura (NTCO3) recebeu o rating BB, da S&P Global, com perspectiva estável, em escala global. Na escala nacional, a empresa teve a nota brAAA, também com perspectiva estável.

Eneva (ENEV3) assina aditivo ao acordo de acionistas

A Eneva (ENEV3) informou que assinou aditivo ao acordo de acionistas com a Atmos Capital Gestão de Recursos; com a Dynamo Administração de Recursos; com a Dynamo Internacional Gestão de Recursos; e Velt Partners Investimentos.

O aditivo tem como objetivo criar um bloco harmônico e independente de acionistas, sem a pretensão de exercício de controle acionário, e que regula determinados direitos e obrigações das Acionistas referentes às suas respectivas ações.

Emissões

Unidas (LCAM3): emissão de debêntures totaliza R$ 1,2 bi

A Unidas (LCAM3) fechou em 1,2 milhão a quantidade de debêntures de sua 23ª emissão, submetidas à oferta pública, conforme já havia anunciado no final de março e em 15 de abril. A operação considera as debêntures adicionais de 20% sobre a quantidade ofertada inicialmente, o que significa que a emissão perfaz o montante total de R$ 1,2 bilhão, de acordo com o prospecto preliminar divulgado pela empresa. Os papéis, simples, não conversíveis em ações, serão emitidos em até duas séries. A oferta será feita sob a coordenação da XP Investimento, do Banco Safra e do Banco Santander.

Light (LIGT3) liquida 24ª emissão de debêntures

A Light (LIGT3) informou que realizou nesta sexta-feira (26) a liquidação da 24ª emissão de debêntures de emissão de subsidiária Light Serviços de Eletricidade (Light SESA).

No âmbito da oferta, foram emitido 1.300.000 papéis, perfazendo um volume financeiro de R$ 1,3 bilhão. Os recursos decorrentes das debêntures serão utilizados para reforço de capital de giro da Light SESA e pagamento das dívidas vincendas Light SESA.

Proventos

Plano&Plano (PLPL3) vai pagar R$ 32 mi em dividendos

A Plano&Plano (PLPL3) vai pagar R$32.082.835,29 milhões em dividendos.

O montante correspondente a R$ 0,161174922 por ação ordinária de emissão.

Terão direito ao dividendo declarado as ações da companhia adquiridas e mantidas até a database de 29 de abril de 2022.

As ações da Companhia serão negociadas “ex-dividendos” a partir de 02 de maio de 2022, e o pagamento dos dividendos será realizado em moeda corrente nacional no dia 31 de maio de 2022.

Localiza (RENT3) pagará R$ 206 milhões em dividendos complementares

A Localiza (RENT3) informou que irá pagar R$ 206 milhões em dividendos complementares. O valor será pago em 20 de maio, na proporção da participação de cada acionista. O cálculo para o pagamento terá como base a data de 29 de abril.

Enauta (ENAT3) anuncia distribuição de R$ 450 milhões em dividendos

A Enauta (ENAT3) anunciou que serão distribuídos dividendos relativos ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2021 no valor total de R$ 450.000.000,00.

O valor equivale ao montante de R$ 1,70841511833 por ação ordinária, fazendo jus a tais dividendos a totalidade das 263.402.024 ações de emissão da Companhia, já excluídas as ações mantidas em tesouraria.

Os dividendos da Enauta serão pagos tendo como base aposição acionária desta terça-feira. A partir de 27 de abril de 2022, inclusive, todas as ações serão negociadas ex-dividendos.

O pagamento dos dividendos será efetuado no dia 30 de maio de 2022.

Magazine Luiza (MGLU3) vai pagar R$ 100 mi em juros sobre capital próprio

O Magazine Luiza (MGLU3) vai pagar R$ 100 milhões em juros sobre capital próprio (JCP).

O montante corresponde ao valor bruto por ação de R$ 0,0154942583, com base na posição acionária de 05 de julho de 2021, sendo as ações negociadas “ex” JSCP a partir de 06 de julho de 2021.

Suzano (SUZB3) vai pagar R$ 799,9 mi em dividendos complementares

A Suzano (SUZB3) vai pagar R$ 799,9 mi em dividendos complementares.

O montante corresponde a R$ 0,592805521 por ação.

O pagamento será efetuado em 13 de maio de 2022, e as ações de emissão da companhia passarão a negociar “ex-dividendos” a partir do dia 5 de maio de 2022.

BrasilAgro (AGRO3) vai pagar R$ 200 mi em dividendos intermediários

A BrasilAgro (AGRO3) vai pagar R$ 200 mi em dividendos intermediários.

O montante corresponde a R$2,01629324 por ação, com base no saldo da reserva de lucros estatutária denominada “Reserva para Investimento e Expansão”.

O pagamento se dará em 29 de abril de 2022.

Wilson Sons (PORT3) pagará R$ 195,8 milhões em dividendos

A Wilson Sons (PORT3) pagará dividendos no próximo dia 10 de maio. Ao todo serão distribuídos R$ 195,8 milhões, que correspondem à R$ 2,681964 por ação.

Petz (PETZ3) aprova distribuição de R$ 4,321 milhões em dividendos

A Petz (PETZ3) aprovou a distribuição de R$ 4,321 milhões em dividendos, o que equivale a R$ 0,0094 por ação ordinária. O pagamento, que será feito até o final do ano, ocorrerá em duas parcelas.

BR Properties (BRPR3) aprovou distribuição de dividendos

A BR Properties (BRPR3) aprovou a distribuição de dividendos sobre o montante de R$ 41,3 milhões, que equivale à R$ 0,0891010210802532 por ação. O lucro será distribuído em três parcelas, nos dias 30 de junho, 30 de setembro e 20 de dezembro.

MRS Logística (MRSA3) pagará R$ 166,1 milhões em dividendos

A MRS Logística (MRSA3) divulgou dados acerca do pagamento de dividendos. De acordo com a companhia, serão distribuídos R$ 166,1 milhões, que equivalem à R$ 0,46781214311 por ação ordinária. O pagamento será feito em uma parcela única em dezembro.

WIZ (WIZS3) retifica valores de dividendos

A WIZ (WIZS3) retificou os valores de dividendos que serão pagos a seus acionistas.

Antes a empresa havia divulgado que os dividendos seriam de R$ 0,088192552 por ação, a serem creditados aos acionistas até o dia 29 de abril de 2022. E a segunda parcela, de R$ 0,499757797 por ação, até o dia 25 de novembro de 2022.

Agora, a empresa ajustou o valor para R$ 0,088192553 por ação, e a segunda parcela de R$ 0,499757797.

RNI (RDNI3) paga R$ 2,4 milhões em dividendos

A RNI Negócios Imobiliários (RDNI3) aprovou o pagamento de um montante total de R$ 2.412.756,53 em dividendos, correspondente a R$ 0,057170192 por ação.

Os dividendos serão pagos em 25 de junho e o cálculo do pagamento será feito com base na posição acionária de 26 de abril.

Lavvi (LAVV3) anuncia pagamento de R$ 60 milhões em dividendos

A Lavvi Empreendimentos Imobiliários (LAVV3) anuncia pagamento de R$ 60 milhões em dividendos. Deste montante total, R$ 42,2 milhões foram deliberados na Assembleia Geral Ordinária. Já R$ 17.788.566,95 foram aprovados em Reunião do Conselho de Administração.

Terão direito ao dividendo declarado as pessoas inscritas como acionistas da Companhia na data-base de 26 de abril. Será pago o valor de R$ 0,208622177 por ação ordinária (ON).

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias