Ações
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Radar traz Eletrobras (ELET3), B3 (B3SA3), Raia (RADL3), BB (BBAS3), e Carrefour (CRFB3)

Radar traz Eletrobras (ELET3), B3 (B3SA3), Raia (RADL3), BB (BBAS3), e Carrefour (CRFB3)

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

13 Jun 2022 às 07:18 · Última atualização: 13 Jun 2022 · 9 min leitura

Redação EuQueroInvestir

13 Jun 2022 às 07:18 · 9 min leitura
Última atualização: 13 Jun 2022

radar

O radar corporativo de hoje traz que as novas ações da Eletrobras (ELET3) estreiam na bolsa hoje.

A B3 (B3SA3) está barata, diz gestor.

A Raia (RADL3) retira o “Droga” de sua marca em ação de reposicionamento.

O BB (BBAS3) renegocia R$ 150 mi em dívidas de pequenos negócios.

O Carrefour (CRFB3) vai investir R$ 2,1 bi em conversões de lojas do Big.

A Eneva (ENEV3) foi informada de liminar que paralisa aquisição de ativo da Petrobras (PETR3; PETR4).

A Bahema (BAHI3) vendeu 63,9% da Meimei e se retirou do negócio.

A Direcional (DIRR3) concluiu bookbuilding referente a CRIs da True.

A M.Dias Branco (MDIA3) fechou uma parceria com a Ômega (MEGA3) para a formação de uma parceria que tem por objeto a geração de energia por três parques eólicos.

A Energisa (ENGI11) concluiu a aquisição da Gemini Energy, por meio da controlada Energisa Transmissão de Energia.

Enquanto isso, a Movida (MOVI3) informou que emitirá R$ 1 bilhão em debêntures sua 8ª emissão. Os papéis serão emitidos em duas séries.

Por fim, Viveo (VVEO3) e Rumo (RAIL3) informaram sobre proventos.

Cias abertas

Eletrobras (ELET3): novas ações estreiam na bolsa hoje

As novas ações da Eletrobras (ELET3) estreiam na bolsa brasileira (B3) hoje, informa O Globo.

Conforme o jornalão, depois de muita negociação no Congresso e uma coleção de revezes, o governo conseguiu concluir na quinta (9) a operação de capitalização da Eletrobras, o modelo escolhido para a sua privatização. Novas ações emitidas pela empresa com alta demanda dos investidores, e cada papel foi precificado em R$ 42. Parte do dinheiro será usado para aliviar as contas de luz.

Como o governo não comprou novas ações, estima-se que sua participação na companhia será reduzida a cerca de 35%, encerrando assim o controle estatal da companhia, que passa a ter a maior parte do capital privado.

B3 (B3SA3) está barata, diz gestor

À frente da gestora do Bradesco, a Bram (Bradesco Asset Management), casa com cerca de R$ 540 bilhões em ativos sob gestão, Bruno Funchal avalia que a Bolsa brasileira (B3SA3) está barata. A informação e da Folha de S.Paulo.

Os setores de commodities e o financeiro são apontados pelo especialista entre aqueles em que enxerga as melhores oportunidades no momento.

Raia (RADL3) retira o “Droga” de sua marca em ação de reposicionamento

A rede de farmácias Droga Raia (radl3), do grupo RD, que inclui outra gigante, a Drogasil – vai tirar o “Droga” do nome da bandeira, segundo o Estadão.

Para dar o pontapé inicial nessa transformação, a empresa inaugurou a primeira unidade Raia no Jardim Paulista, em São Paulo, com a nova identidade visual. “‘Raia já é a forma que os nossos clientes se referem a nós, então é só uma atualização”, disse o presidente da RD, Marcílio Pousada.

BB (BBAS3) renegocia R$ 150 mi em dívidas de pequenos negócios

O Banco do Brasil (BBAS3) já renegociou dívidas em atraso de 6 mil pequenos empresários e microempreendedores individuais (MEIs) na primeira semana da Campanha Nacional de Renegociação de Dívidas, promovida pelo Sebrae Nacional. Em valores, as renegociações são da ordem de R$ 150 milhões nas contas do BB.

De acordo com o Estadão, a procura por renegociação em canais digitais do BB aumentou cerca de 200% durante a campanha, iniciada em 3 de junho.

Carrefour (CRFB3) vai investir R$ 2,1 bi em conversões de lojas do Big

O Carrefour Brasil (CRFB3) informou ontem que vai investir R$ 2,1 bilhões na conversão de 124 lojas do Big para marcas do grupo. A informação é do Valor.

Com a aquisição do rival, anunciada no ano passado e aprovada no fim de maio pelo Cade, o Carrefour calcula que deve chegar a R$ 104 bilhões em vendas brutas totais no Brasil, um aumento de 29% sobre o patamar atual. O número de lojas vai saltar 71%, de 548 para 936.

Eneva (ENEV3) informa sobre liminar de aquisição de ativo da Petrobras (PETR3; PETR4)

A Eneva (ENEV3) foi informada pela Petrobras (PETR3; PETR4) de que esta recebeu liminar proferida pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro determinando a paralisação das negociações para a venda do Polo Bahia Terra para o consórcio formado pela Eneva e a PetroRecôncavo (RECV3).

A Petrobras informou que adotará todas as medidas jurídicas cabíveis em prol dos seus interesses e de seus investidores e reforçou a aderência do processo competitivo do Polo Bahia Terra às suas normas internas e disposições do procedimento especial de cessão de direitos de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos.

Já a Eneva informou que reforça o seu compromisso com a ampla transparência de suas ações e informa que manterá os seus acionistas e o mercado informados sobre quaisquer atualizações relevantes em relação a esse assunto.

M.Dias Branco (MDIA3) faz parceria com Ômega Energia (MEGA3)

A M.Dias Branco (MDIA3) fechou uma parceria com a Ômega Energia (MEGA3) visando a geração de energia por três parques eólicos controlados pela Ômega para o consumo, pela Companhia, em suas próprias unidades produtivas.

O complexo eólico objeto da Parceria está localizado na cidade de Paulino Neves, no Estado do Maranhão, com capacidade eólica instalada de 97,2 MW, dos quais 18 MW médios serão comercializados junto à Companhia sob o regime de autoprodução por equiparação.

Caixa Seguridade (CXSE3) informa renúncia de diretora-presidente

A Caixa Seguridade (CXSE3) informou que Camila de Freitas Aichinger deixa o cargo de Diretora-Presidente da companhia para assumir o cargo de Vice-Presidente da Rede de Varejo da controladora Caixa Econômica. Em substituição, o conselho de administração escolheu André Nunes para ocupar o cargo vago.

Aquisições e fusões

Energisa (ENGI11) conclui aquisição da Gemini

A Energisa (ENGI11) concluiu a aquisição da Gemini Energy, por meio da controlada Energisa Transmissão de Energia. De acordo com a companhia, a aquisição reforça o compromisso do grupo Energisa em liderar a agenda de transição energética aliando diversificação dos negócios e investimentos robustos, além de trazer sinergias operacionais com os demais ativos do portfólio de transmissão do grupo.

Hermes Pardini (PARD3) encerra prazo para direito de recesso

A Hermes Pardini (PARD3) comunicou o encerramento do para o exercício do direito de recesso em função da aquisição do do Instituto de Análises Clínicas de Santos (IACS).

Mudança acionária

Bahema (BAHI3) vende 63,9% da Meimei

A Bahema (BAHI3) vendeu 63,9% da Meimei, conforme comunicado ao mercado.

De acordo com o documento, a Meimei é uma sociedade constituída no âmbito da parceria firmada entre a companhia e os demais sócios da Meimei no projeto pedagógico da Meimei – Escola Montessoriana.

Com a conclusão da operação, a companhia retira-se do negócio e o capital social da Meimei passa a ser integralmente detido pelos demais sócios.

Banco Inter (BIDI11) informa mudança acionária

O Banco Inter (BIDI11) informou que recebeu correspondência da Ponta Sul Investimentos na qual esta informa ter vendido ações do banco, passando a deter 2,70% do capital social total.

Viveo (VVEO3): governo de Cingapura amplia participação

A Viveo (VVEO3) informou que o GIC Private Limited (GIC) ampliou sua participação societária na empresa. A gestora passou a deter 28.621.497 ações, correspondentes a 10,003% do total de ações.

Randon (RAPT4) diz que BB Gestão de Recursos aumenta participação

A Randon (RAPT4) informou que o BB Gestão de Recursos – Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários aumentou sua participação acionária, passando a deter de forma agregada, a participação acionária de 5,08% das ações preferenciais. Com isso, a participação acionária total da gestão alcançou 10.823.867 ações PN.

Oceanpact (OPCT3) informa redução de participação

A Oceanpact (OPCT3) recebeu correspondência da Equitas Administração de Fundos de Investimentos na qual esta informa ter reduzido sua participação acionária, atingindo 9.285.958 ações, o que corresponde à 4,64% do capital social total da companhia.

Emissões

Direcional (DIRR3) conclui bookbuilding referente a CRIs da True

A Direcional Engenharia (DIRR3) concluiu bookbuilding referente a Certificados de Recebíveis Imobiliários da True Securitizadora.

A oferta será composta por 300 mil CRIs, e a quantidade de CRI originalmente ofertada, de 250 mil, foi aumentada em 20%, ou seja, aumentada em 50 mil, mediante o exercício total da opção de lote adicional dos CRI.

Os CRIs serão lastreados nos direitos creditórios decorrentes da 9ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em série única, para colocação privada da companhia.

O valor total da Emissão será de R$300 milhões, observado que o valor da emissão, de R$250 milhões, foi aumentado em 20%, para R$50 milhões.

As Debêntures terão vencimento em 14 de junho de 2032 e amortizações em três parcelas.

Movida (MOVI3) emitirá R$ 1 bilhão em debêntures

A Movida (MOVI3) informou que emitirá R$ 1 bilhão em debêntures sua 8ª emissão. Os papéis serão emitidos em duas séries. Sobre a primeira incidirão juros remuneratórios equivalentes a 8,0525% ao ano, base 252 dias úteis.

Sobre a segunda série incidirão juros remuneratórios equivalentes a 8,3368% ao ano, base 252 dias úteis.

Proventos

Viveo (VVEO3) paga juros de debêntures

A Viveo (VVEO3) pagará R$ 51,2 milhões em juros de debêntures aos acionistas. Os créditos foram efetuados no último dia 10.

Rumo (RAIL3) informa waiver para debenturistas

A Rumo Logística (RAIL3) informou que procederá ao waiver fee aos debenturistas da 2ª série, que correspondem a montante total de R$ 958.081,35. O valor unitário é de R$ 1.231,49.

BTG Talks
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias