Economia
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Projeções para commodities: perspectivas boas para agrícolas; cuidadosas para metais

Projeções para commodities: perspectivas boas para agrícolas; cuidadosas para metais

Claudia Zucare

Claudia Zucare

13 Jun 2022 às 15:00 · Última atualização: 13 Jun 2022 · 3 min leitura

Claudia Zucare

13 Jun 2022 às 15:00 · 3 min leitura
Última atualização: 13 Jun 2022

foto de plantação de soja

Reprodução/Pixabay

Em cenário de juros elevados para controlar a inflação, restrições ainda em curso na China dentro de sua política de Covid zero, e guerra na Ucrânia, como ficam as projeções para as commodities?

Segundo Luís Moran, head da EQI Research, o cenário está bastante favorável a um tipo específico de commodities: as agrícolas.

“Estamos bem otimistas com as agrícolas, que tendem a ter uma restrição de oferta causada pela guerra na Ucrânia e também por problemas climáticos, como o La Niña, que já reduziu as chuvas no ano passado e nesse ano tende a fazer o mesmo, o que impacta as safras. Por isso, acreditamos que os preços devem seguir altos por bastante tempo ainda, com ciclo na parte mais alta por mais tempo”, explica.  

Já para as commodities industriais, as expectativas acompanham o desenrolar dos lockdowns chineses.

“Os problemas com a Covid tem sido recorrentes e impactam diretamente nos preços, especialmente dos metais”, diz Moran.

Além disso, ele aponta, a alta de juros para controlar a inflação também atinge a demanda por commodities industriais.

Isto porque, com Federal Reserva subindo juros nos EUA, a tendência é de valorização do dólar e de crescimento mais baixo, dado os empréstimos mais caros. E o reflexo disso para o mercado de commodities é negativo.

Quanto ao petróleo, a projeção é de que o preço deve ainda se manter elevado por um tempo, devido à guerra. “Pela situação macro, o petróleo não deveria estar no preço que está hoje, o que só acontece devido à guerra”, ele afirma.  

“Estamos otimistas com as commodities agrícolas, cuidadosos com as industriais e consideramos que a guerra vai manter o petróleo ainda com preço elevado por um tempo”, resume.  

Para o BTG Pactual (BPAC11), apesar de a Opep sinalizar o aumento da oferta de petróleo nos próximos meses, a oferta permanecerá estruturalmente apertada e compatível com preços acima de US$ 120.

Tabela com cotações das commodities.
Reprodução/BTG

Quer saber como investir melhor de acordo com projeções para commodities? Então, preencha o formulário que um assessora da EQI Investimentos entrará em contato.

A retomada das Criptos?
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias