Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
O que é uma companhia aberta? Conheça aqui e saiba como investir

O que é uma companhia aberta? Conheça aqui e saiba como investir

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

12 Dez 2021 às 10:00 · Última atualização: 12 Dez 2021 · 4 min leitura

Redação EuQueroInvestir

12 Dez 2021 às 10:00 · 4 min leitura
Última atualização: 12 Dez 2021

mercados, b3

A companhia aberta é um dos principais elementos do mercado de capitais, afinal se não existissem essas empresas a bolsa de valores perderia grande parte de suas funções.

Uma sociedade anônima adquire esse status, quando consegue realizar a colocação de valores mobiliários na bolsa ou no mercado de balcão. Aliás, a companhia só pode ser considerada aberta caso ela esteja apta para negociar ações.

Para existir operações relacionadas a abertura de capital, as empresas precisam da autorização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que tem como objetivo fiscalizar o mercado de capitais no Brasil através do registro e autorização de valores mobiliários para a distribuição pública.

Por último, a Lei das SAs aponta caminhos e diretrizes que precisam ser seguidos pelas companhias. O processo burocrático reforçado pela CVM  tem como objetivo garantir a confiabilidade nas informações financeiras que são apresentadas ao grande público.

Para haver uma abertura de capital, é preciso que as ações sejam encaminhadas a possíveis investidores e a engrenagem do mercado financeiro começará a funcionar de acordo com os negócios, títulos e transformações que são impostos a uma determinada sociedade anônima.

E como comprar ações das empresas? Antes, é preciso ter conta em uma corretora. Esta dará a acesso a seu home broker. É por meio desta ferramenta que o investidor pode fazer seus investimentos em ações. O lote padrão é composto por 100 ações. Mas é possível também fazer compras isoladas. O que ocorre no mercado fracionado.

Companhia aberta: como é o processo de abertura

Para ingressar na bolsa de valores, a companhia precisará avaliar o valor total do seu capital, e esse processo contará com o auxílio de bancos e corretoras. Com o balanço em mãos, os números deverão passar por auditoria da CVM e, após a aprovação, a empresa estará qualificada para atuar no pregão da bolsa.

A empresa obterá sucesso no mercado financeiro se realizar a sua oferta inicial de ações (IPO) no período de janelas de oportunidade, que é quando o mercado se encontra mais positivo para vendas de ações. Em resumo, é neste momento, em que a companhia consegue negociar os seus ativos com um valor acima do estabelecido pela bolsa de valores.

Companhias abertas e fechadas

As companhias abertas atuam com uma atividade econômica mais ampla e, devido a isso, as empresas possuem acesso a um número maior de investimentos com maior fiscalização, e o objetivo da CVM é evitar fraudes.

Nesse contexto, as transações e vendas de ações acontecerão com uma maior frequência e a liquidez dos ativos será ainda maior. O que irá distanciar uma possível negociação entre acionista e compradores de títulos.

Ao contrário das empresas abertas, as companhias fechadas não negociam os seus títulos através da Bolsa de Valores. Ou seja, não podem emitir valores mobiliários no mercado de capitais.

Brasil S/A

As companhias abertas, ou Sociedades Anônimas (S/A), são empresas que disponibilizam seu capital a leilões no mercado da bolsa de valores. Na prática, ao realizar esse processo, conseguem captar recursos que visam o crescimento e o fortalecimento do caixa através da Oferta Inicial de Ações, também conhecida pela sigla em inglês IPO.

O capital adicional disponibiliza para o investidor uma parte do empreendimento. Ou seja, ele se transforma em um sócio. Com a circulação do capital, o mercado financeiro consegue proporcionar às companhias abertas uma maior eficiência em seus negócios, além de mostrar transparência e seriedade em suas negociações perante a sociedade como um todo.

Mercado Primário e Secundário

O mercado primário tem como principal característica a emissão de valores mobiliários por uma empresa em contato direto com os seus investidores. Ou seja, a negociação é feita entre a empresa e o acionista e essa ação é denominada subscrição.

Como fator negativo, alguns desses valores mobiliários representam frações patrimoniais da S/A, e dessa forma, esses números terão prazos de vencimentos longos, ou não poderão ser resgatados em datas pré-definidas. Essas duas características podem afastar ainda mais os investidores.

O mercado secundário oferece uma liquidez maior em relação aos títulos emitidos no primário, já que, nesse modelo ocorre apenas a transferência da propriedade entre investidores, vale lembrar – que nessa prática, o acionista irá pagar apenas o atual valor do título, sem a taxa de emissão.

Vantagens e desvantagens das companhias abertas

No geral, as companhias abertas podem ter grandes vantagens sob às de capital fechado. Como por exemplo, a possibilidade na venda de futuras participações em ações, o que poderá ampliar o acesso ao mercado e, por consequência, gerar números maiores na receita final do investidor. Em contrapartida, elas precisam seguir um maior escrutínio regulatório, que define regras a serem seguidas e um controle para sócios majoritários.

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias