Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Librelato: conheça a empresa de implementos rodoviários que está na lista de IPOs

Librelato: conheça a empresa de implementos rodoviários que está na lista de IPOs

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

17 Jul 2021 às 23:00 · Última atualização: 17 Jul 2021 · 7 min leitura

Redação EuQueroInvestir

17 Jul 2021 às 23:00 · 7 min leitura
Última atualização: 17 Jul 2021

Librelato

A empresa catarinense de implementos rodoviários Librelato Participações está na lista para IPOs (Oferta Pública Inicial) deste ano.

Presente nos 27 estados da federação e em 4 países na América Latina, a companhia quer usar os recursos da oferta para investimentos de capital para crescimento orgânico e potenciais aquisições de outras empresas.

Vamos conhecer mais a Librelato?

História da empresa

A Librelato é a terceira maior companhia de implementos rodoviários do mercado de linha pesada do país.

A empresa partiu de uma pequena empresa familiar do sul do país para uma referência do setor e com um dos maiores e mais robustos portfólio de clientes do setor, espalhados em diferentes setores e regiões do país, com grande exposição ao agronegócio.

A companhia foi fundada em Orleans, em Santa Catarina, em 1969, como uma pequena e modesta serraria. Seu fundador, Berto Librelato, encabeçou o processo que levou a companhia, de uma simples produtora de carroceria de madeira, para uma das maiores empresas do Brasil em implementos rodoviários.

A empresa iniciou as operações, tendo como seu primeiro produto, uma carroceria de madeira para um cliente local. A partir de 1980, iniciou-se a comercialização de peças e acessórios de caminhões, fornecendo assistência técnica para marcas nacionais.

Em 1992 a marca consolidou-se como Librelato, focando na produção de implementos agrícolas e rodoviários sobre chassi. A empresa criou seu primeiro semirreboque basculante em 1998 e o seu primeiro semirreboque graneleiro em 2001.

A partir de 2007, a Librelato iniciou a realização de negócios internacionais por meio de exportações para países da América Latina, tais como Paraguai, Uruguai, Chile e Bolívia, processo concomitante à sua expansão no mercado nacional.

Em 2011, a Librelato encerrou o processo de transformação em sociedade anônima, que culminou no recebimento de aporte do Fundo CRP VII. Este momento marcou o início da implementação de governança corporativa da companhia.

Em 2014, a Librelato estabelece uma série de parcerias industriais em busca de novas tecnologias, como modernização dos processos de produção, pesquisa e desenvolvimento de novos produtos.

Em 2018 a empresa iniciou seu processo de entrada no aftermarket através de sua marca Libreparts, a fim de diversificação de sua receita com vendas.

A Librelato hoje

Hoje, a companhia atua no setor de implementos rodoviários e autopeças, através da fabricação, distribuição e venda de implementos rodoviários, peças e componentes.

A companhia destaca-se por ser um dos principais players de implementos do Brasil, haja vista sua presença nacional, com três unidades produtivas espalhadas em Santa Catarina, que juntas somam 256 mil m², sendo 62 mil m² de área construída, com uma produção atual de 52 unidades por dia. Há duas unidades em Içara e uma em Criciúma.

A empresa possui uma base de parceiros consolidada, tendo clientes renomados nos mais diversos setores, como Votorantim, Ambev, JSL, Suzano, Transrio, Tijuca Alimentos, entre diversas outras grandes empresas que permitem uma capilaridade nacional no setor.

Librelato

Segundo a companhia, o enriquecimento desse amplo portfólio de produtos permite atender aos mais diversos alvos do mercado, como a indústria de construção, infraestrutura, produtos agrícolas, indústria geral, distribuidores de combustível, varejo, celulose, operadores logísticos, produtores de maquinários, sucroalcooleiros, empresas madeireiras, distribuidores de carne, produtos agrícolas, indústria alimentícia, entre outros.

A companhia investe constantemente em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e criação de patentes. Entre 2012 e 2019, foram destinados em torno de ~3% da Receita líquida para recursos aplicados a P&D, conseguindo 13 patentes no período.

A Librelato está presente em todas as regiões do Brasil, com foco principal na região Sul, visto que 38% de sua receita bruta foi originada nessa região do país em 2020.

Estratégia de crescimento da companhia

  • Entrada no setor de autopeças, por meio da Libreparts. A partir de 2018, a companhia passou a reforçar sua atuação no mercado de vendas de autopeças para implementos rodoviários, por meio da abertura de lojas, denominadas de Libreparts. A empresa considera ainda que a entrada nesse setor é vantajosa para suas operações, pois entende que ela melhora a percepção de seus clientes a respeito de sua marca, tem um pós venda completo e a resiliência do mercado de auto partes agrega consistência a sua receita e maior capilaridade de sua marca.
  • Foco no crescimento orgânico. O crescimento orgânico se dará por meio da melhoria e expansão do parque fabril. Como principais estratégias para garantir a concretização do crescimento nessa frente tem-se: a aplicação de tecnologia em processos e logística, automatizando e modernizando os processos de corte e dobra, utilizando robôs de soldagem e aplicando iniciativas e digitalização da produção; a realização de pesquisa e desenvolvimento, visando reduzir custos, aumentar a conectividade de nossa plataforma e ainda desenvolver um eixo regenerativo aliado à energia fotovoltaica com painéis solares; aprimoração da manutenção dos ativos atuais, com foco em monitorar sua performance em tempo real e com o objetivo de aumentar a disponibilidade das máquinas.
  • Foco no crescimento inorgânico. Hoje, a Librelato tem analisado diversas oportunidades de aquisição de empresas que podem agregar a sua plataforma, como (i) verticalização de componentes e crescimento no aftermarket; (ii) consolidação do mercado e coleta de sinergias; (iii) incorporação de novas tecnologias, (iv) expansão geográfica; e (v) incorporação de produtos complementares ao nosso portfólio.

Principais fatores de risco

  • Mudanças significativas ou a desaceleração do crescimento do setor do agronegócio podem impactar os resultados da companhia;
  • A Librelato pode não obter êxito na aquisição e integração de outros negócios;
  • O sucesso da empresa depende de sua capacidade de expandir e adaptar suas operações para atender rapidamente aos padrões industriais e de tecnologia em constante mudança, de maneira econômica e oportuna;
  • A perda de membros da alta administração da companhia e/ou a incapacidade de atrair e reter seus administradores e colaboradores qualificados pode causar um efeito adverso sobre as atividades, situação financeira e resultados operacionais da Librelato;
  • A empresa pode vir a precisar de capital adicional no futuro, por meio da emissão de ações ou de valores mobiliários conversíveis em ações, o que poderá resultar em uma diluição da participação no capital social da companhia.

Números de destaque da Librelato

  • 13,7% de market share em 2020;
  • Robusto crescimento de volume vendido, partindo de 6.811 unidades em 2018, para 9.393 unidades em 2019 e, apesar da pandemia, 9.649 unidades em 2020, representando um CAGR de 19% no período;
  • +50% das receitas relacionadas ao agronegócio;
  • 3° maior produtor de implementos no Brasil;
  • Mais de 2.100 clientes;
  • +1.600 funcionários.

Librelato

Sobre o IPO

O pedido para IPO foi protocolado na CVM (Comissão de Valores Mobiliários) em fevereiro deste ano. A empresa quer ser listada no Novo Mercado.

A oferta será primária (quando os recursos vão para o caixa da empresa) e secundária (quando os acionistas vendem parte de suas ações).

Os atuais sócios, incluindo a Librelato Participações, a VGL Administração de Bens e a acionista pessoa física Vitória Ghisoni Librelato, venderão uma fatia no negócio.

Segundo a Librelato, os recursos do IPO serão para aumentar sua capacidade instalada e para possíveis novas aquisições.

O IPO é conduzido por Itaú BBA, Bradesco BBI e BTG Pactual.

O prospecto preliminar ainda não detalha os valores e prazos do IPO.

Até fevereiro, o capital social da Librelato era de R$ 89.062.953,20, composto por 11.207.850 ações ordinárias.

A companhia pretende utilizar os recursos líquidos provenientes da oferta primária para (i) investimentos de capital (Capex) para crescimento orgânico visando aumento de produtividade e capacidade instalada; (ii) potenciais aquisições de empresas (M&As) para consolidação de sua tese de investimentos.

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias