Economia
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Nos EUA, vendas no varejo em agosto sobem 0,3%, ante previsão de estabilidade

Nos EUA, vendas no varejo em agosto sobem 0,3%, ante previsão de estabilidade

Osni Alves

Osni Alves

15 Set 2022 às 10:16 · Última atualização: 15 Set 2022 · 3 min leitura

Osni Alves

15 Set 2022 às 10:16 · 3 min leitura
Última atualização: 15 Set 2022

Imagem mostra uma loja de discos nos EUA.

As vendas no varejo em agosto nos EUA subiram 0,3% ante previsão de estabilidade, conforme levantamento do escritório de estatísticas do país.

Os dados foram divulgados na manhã desta quinta-feira (15) e informam que, sem automóveis, as vendas no varejo caíram 0,3% em agosto ante julho. O consenso era de alta de 0,1%.

O relatório ao mercado elenca que as estimativas antecipadas das vendas de varejo e serviços de alimentação dos EUA para agosto de 2022, ajustadas para variação sazonal e as diferenças de feriado e dia de negociação, mas não para mudanças de preços, foram de US$ 683,3 bilhões em relação ao mês anterior e 9,1% (±0,7%) acima de agosto de 2021.

Já as vendas totais para o período de junho de 2022 a agosto de 2022 aumentaram 9,3% (±0,5%) em relação ao mesmo período de um ano atrás, enquanto a variação percentual de junho de 2022 a julho de 2022 foi revisada de praticamente inalterada (±0,5 por cento), para uma queda de 0,4 por cento (±0,2 por cento).

Também destaca que as vendas do comércio varejista aumentaram 0,2% (±0,4%) em relação a julho de 2022 e 8,9% (±0,7%) acima do ano passado. Os postos de gasolina aumentaram 29,3% (±1,6%) em relação a agosto de 2021, os varejistas subiram 11,2 por cento (± 1,2 por cento) em relação ao ano passado.

Tabela mostra avanço das vendas no varejo dos EUA.

Pedidos de auxílio-desemprego

Mais cedo, o departamento de trabalho dos EUA informou que os pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caíram a 213 mil, na semana até 10 de setembro.

De acordo com o levantamento, a expectativa era de 226 mil, enquanto na semana anterior, 218 mil (revisados de 222 mil).

Conforme o relatório encaminhado ao mercado, o volume de 213 mil no referido período configura uma redução de 5.000 do nível revisado da semana anterior.

O nível da semana anterior, por sua vez, foi revisado para baixo em 4.000 de 222.000 para 218.000.

Já a média móvel de 4 semanas foi de 224.000, uma queda de 8.000 em relação à média revisada da semana anterior, e a média da semana anterior foi revisada para baixo em 1.000, de 233.000 para 232.000.

  • Quer saber mais sobre as vendas no varejo nos EUA para aprender a investir no mercado de capitais? Clique aqui!
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias