Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Eletrobras (ELET3; ELET6): TCU aprova 1ª etapa da privatização

Eletrobras (ELET3; ELET6): TCU aprova 1ª etapa da privatização

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

15 Fev 2022 às 21:33 · Última atualização: 15 Fev 2022 · 2 min leitura

Redação EuQueroInvestir

15 Fev 2022 às 21:33 · 2 min leitura
Última atualização: 15 Fev 2022

TCU deu aval à segunda etapa de privatização da Eletrobras

Divulgação

O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou nesta terça-feira (15), por 6 votos a 1, a primeira etapa do processo de privatização da Eletrobras (ELET3; ELET6). Somente o ministro Vital do Rego votou contra o andamento do processo.

O ministro observou que um eventual erro na estimativa do preço de energia gerou uma subavaliação de R$ 46 bilhões. Ele argumentou ainda que incluindo a potência de energia aos contratos o valor da estatal seria de aproximadamente R$ 113 bilhões.

Eletrobras (ELET3; ELET6): MME recomenda ausência de precificação da potência

Antes da votação desta terça, o Ministério de Minas e Energia (MME) havia relatado, por meio de uma nota, que a ausência de um mercado de potência impede que agentes geradores vendam esse serviço e lucrem com as receitas delas.

“Diferentemente de outros países, no arcabouço legal e regulatório do setor elétrico brasileiro não há essa previsão, não havendo, portanto, referências técnicas para sua consideração nas premissas ”, declara o MME em sua nota.

Em novembro, Medeiros sugeriu que o TCU determinasse ao Ministério de Minas e Energia entregar os valores calculados referentes à potência futura. Essa medida teria o objetivo de precificar o “verdadeiro” valor da estatal.

Dados e informações

Os dados relativos à operação da Eletrobras no Brasil dão uma ideia de sua relevância no cenário energético nacional.

Na parte de geração de energia, a estatal tem uma capacidade instalada de 50.676 megawatts (MW), isto é: esse é o montante total que as usinas na qual a empresa possui ou tem participação são capazes de gerar. Este número representa 29% de todo o parque gerador nacional.

A garantia física – que é aquilo que as usinas da empresa conseguem entregar ao mercado, chega a 27.565 MW médios, em dados do primeiro trimestre de 2021. Já o total de energia gerada nos três primeiros meses do ano passado foi de 51.545 MW médios, representando 33% de toda a energia gerada no país entre janeiro e março.

As receitas de geração atingiram R$ 1,03 bilhão nos três primeiros meses de 2021 ano contra R$ 930 milhões do mesmo período de 2020.

Com relação ao segmento de transmissão de energia, a companhia é responsável por 43,1% de todas as linhas de transmissão do país. O que significa que estão sob o comando da companhia, um total de 73.230 quilômetros de linhas.

A transmissão é a atividade na qual a energia é enviada a longas distâncias, como por exemplo de uma usina de um determinado estado para outro, onde chega a uma subestação. Neste, a tensão é reduzida para que a energia seja injetada na distribuição local.

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias