Ações
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Dividendos de ações ou de FIIs, qual escolher?

Dividendos de ações ou de FIIs, qual escolher?

Júlia Wazlawick

Júlia Wazlawick

21 Set 2022 às 11:54 · Última atualização: 21 Set 2022 · 4 min leitura

Júlia Wazlawick

21 Set 2022 às 11:54 · 4 min leitura
Última atualização: 21 Set 2022

foto de pessoa segurando notas de dinheiro e casinhas de gesso

No cenário atual de taxa de juros e inflação, muitos se perguntam qual é a melhor alternativa em renda variável para obter os melhores rendimentos. Os dividendos são o foco de muitos investidores que querem ter uma boa renda passiva, mas para tê-los é necessário seguir dois caminhos: investir em fundos imobiliários e/ou em ações de empresas com bons lucros.

Qual a melhor opção: dividendos de ações ou de FIIs? É o que você verá a seguir.

As certezas que temos são:

  1. Não adianta investir em fundos imobiliários e ações que paguem proventos elevados sem estudar seus fundamentos, principalmente entender o porquê deles estarem tão elevados.
  2. Não existe uma resposta exata para esse tema. Tudo depende do perfil do investidor, das suas expectativas e como ele quer receber os seus dividendos.

Confira também:

Rendimentos de FIIs e ações

Apesar de a mecânica da distribuição de lucros ser parecida, há algumas características que diferem os rendimentos dos fundos imobiliários dos dividendos pagos pelas empresas.

Quando falamos em fundos imobiliários sabemos que eles entregam dividendos praticamente todos os meses, sendo que eles têm que distribuir aos cotistas 95% dos lucros auferidos em caixa por semestre.

Desse modo, para quem já possui um bom patrimônio e está na fase de viver de renda, o recebimento mensal de proventos pode ser um grande benefício.

Além disso, o faturamento e os custos de um fundo imobiliário são mais previsíveis do que os das empresas listadas na bolsa, garantindo maior previsibilidade a respeito do valor de seus rendimentos também.

Apesar dos desafios enfrentados pelos FIIs devido às condições econômicas do país, que acabam impactando a remuneração dos fundos, algumas categorias têm performado melhor que outras, o que é o caso dos fundos de papel.

Existem fundos pagando acima da Selic, principalmente os de crédito. O ideal é ter atenção e visão de longo prazo para não perder dinheiro por ficar trocando investimentos pensando apenas em melhores dividendos.

Já as ações, são poucas as que distribuem lucros todos os meses, porém quando o fazem, tendem a pagar valores mais altos. Para quem ainda está na fase de construção de patrimônio, as ações podem ser mais vantajosas, já que elas podem acelerar o crescimento do patrimônio do investidor.

Apesar do menor potencial de pagamento de dividendos, elas podem valorizar com mais força que os fundos imobiliários.

Hoje, as ações estão muito baratas, porém com bastante volatilidade e risco. Temos oportunidades em empresas com lucros muito altos devido à lei das S/A, que determina pagamento mínimo de 25% dos lucros. Porém, na prática, elas acabam pagando mais de 40% disso.

Os grandes destaques das ações que pagam grandes dividendos são do setor de commodities, que acompanham as altas do petróleo e minério de ferro. Desde o ano passado a Vale e a Petrobras, por exemplo, vem pagando grandes dividendos.

Resumindo, não existe uma melhor alternativa a ser escolhida. Isso significa que ações e FIIs não são opostos e podem ser usados como ativos complementares na construção de uma carteira diversificada. O ideal é ter uma carteira com ambos ativos, além de um pouco de renda fixa para deixá-la mais completa, mitigar riscos e maximizar seus retornos.

Quer ter uma boa carteira focada em dividendos de ações ou de FIIs? Fale com nossos especialistas!

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias