Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
C-Level: Conheça os principais cargos executivos

C-Level: Conheça os principais cargos executivos

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

04 Fev 2022 às 19:00 · Última atualização: 24 Jun 2022 · 3 min leitura

Redação EuQueroInvestir

04 Fev 2022 às 19:00 · 3 min leitura
Última atualização: 24 Jun 2022

Crédito: Reprodução/Pixabay

Você certamente lá leu o termo CEO em algum lugar. Pois é, ele é um dos diferentes cargos executivos do C-Level que se iniciam com a letra “C” e significam “Chief”, o que em português é o mesmo que chefe.

O termo CEO é bastante utilizado para se referir aos executivos seniores do “C-Level”, que geralmente contempla a classe de executivos com maior influência, remuneração e responsabilidades de uma organização.

Em geral, um executivo do C-Level é um bom comunicador, colaborador e pensador estratégico. 

No mundo corporativo temos diversos cargos como CEO, CFO, CMO, CIO, CTO, CHRO, COO e acredite, as nomenclaturas não param por aí. Algumas empresas ainda contemplam funções mais específicas devido ao ramo de atuação. 

Aqui vamos apresentar as posições de C-Level mais corriqueiras.

Por dentro do mundo dos C-Level

CEO — Chief Executive Officer

Costuma ser o próprio empreendedor ou fundador do negócio, responsável por desenvolver a cultura, produtos e serviços que a empresa oferece. O CEO define a direção da companhia e a estratégia adotada. Tomando uma referência cinematográfica, ele é o equivalente ao “poderoso chefão”, estando acima de todos os outros executivos da empresa. 

CFO — Chief Financial Officer

Os responsáveis por cuidar das finanças das organizações é o CFO. Nesta posição o profissional domina os conhecimentos tradicionais do setor como contabilidade, gestão de carteiras e investimentos. Seu papel, muitas vezes é de buscar novas oportunidades bem como avaliar riscos e benefícios financeiros. 

CMO — Chief Marketing Officer

O “vendedor” da empresa. Como o marketing requer visão estratégica, o CMO desenvolve projetos de novos produtos, serviços, analisa propostas de mídia e coordena publicações buscando criar planos de atração de clientes. 

CIO — Chief Information Officer

O CIO é o responsável pelo gerenciamento da infraestrutura tecnológica de uma empresa. Em alguns casos ele também é responsável por gerenciar o setor de tecnologia da informação (TI). É responsabilidade do CIO implantar e dirigir os sistemas de informação bem como fazer escolhas sobre tecnologias e armazenamento de dados. 

C-level

Reprodução/Pixabay

CTO — Chief Technology Officer

O responsável tecnológico. Por trás de toda infraestrutura da empresa, gerenciando a rede interna e sistemas de comunicação internos, o CTO também é responsável pelo departamento de tecnologia procurando formas de melhorar os produtos oferecidos através da tecnologia.

CHRO — Chief Human Resources Officer

Como as empresas são feitas por pessoas, o chefe de recursos humanos ou CHRO é uma figura muito importante quando falamos de diferencial competitivo, produtividade, custo de operação e satisfação de clientes. Uma figura mais comum em empresas de grande porte devido à gestão de diversas pessoas. 

COO — Chief Operating Officer

Responsável por cuidar da operação diária na empresa e esse reportar ao CEO, o chefe de operações pode ter funções diferentes conforme o ramo da empresa. Suas responsabilidades variam desde informar estratégias até orientação e mentoria para alinhamento de conduta aos objetivos da empresa. 

CLO — Chief Legal Officer 

Mais conhecido como diretor jurídico, o CLO é o profissional que define obrigações fiscais, legais e tributárias de uma organização. Dentre suas funções estão o compliance e atendimento de estratégias de acordo com questões jurídicas. Por fim, a prestação de assessoria jurídica a todo o conselho administrativo é uma de suas atribuições.

Como foram apresentados, os cargos C-level são responsáveis diretos pelo desenvolvimento de diferentes áreas de uma organização, uma vez que os executivos são os responsáveis por implementar novas operações, planos de ação e mudanças.

Vale lembrar que esses cargos são vitais para o sucesso de um negócio. Sendo assim, estar preparado para lidar com todas as demandas que cercam tais posições é mais que necessário.

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias