Economia
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
BTG (BPAC11): Usiminas (USIM5) tem sólida geração de caixa

BTG (BPAC11): Usiminas (USIM5) tem sólida geração de caixa

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

11 Fev 2022 às 20:17 · Última atualização: 24 Jun 2022 · 2 min leitura

Redação EuQueroInvestir

11 Fev 2022 às 20:17 · 2 min leitura
Última atualização: 24 Jun 2022

BTG

Divulgação

O Banco BTG Pactual (BPAC11) apontou um resultado satisfatório para a Usiminas (USIM5) no 4TRI21. Em novo  relatório divulgado nesta sexta-feira (11), a instituição financeira afirma que os números obtidos pela empresa estão alinhados com o consenso do banco. O BTG reitera a compra das ações, a um preço-alvo de R$ 25.

Segundo o BTG, a siderúrgica viveu um momento turbulento devido ao aumento dos custos e a queda nas vendas do aço, e por isso, o Ebitda totalizou R$ 1,84 bilhões com queda de 38% em relação ao trimestre anterior. De acordo com o BPAC11, esse cenário era motivo de preocupação para alguns investidores que esperavam um período mais fraco.

Em contrapartida, a Usiminas conseguiu obter destaque ao gerar R$ 1,1 bilhão em fluxo de caixa no trimestre, o que simboliza um yield de 19% ao ano. Outro aspecto positivo foi que a USIM5 conseguiu atualizar a sua projeção do capex e estima-se um lucro de R$ 2,05 bilhões em 2022.

BTG (BPAC11): destaque para a siderurgia

A Usiminas passou por obstáculos no terceiro trimestre. Enquanto a receita do aço obteve queda de 3%, o valor comercial para o mercado interno caiu apenas 1%.

Em relação ao transporte, a Usiminas sofreu com a queda em ambos os mercados: 27% no interno e 11% no externo. Apesar das dificuldades, a empresa tem como meta projetar embarques entre 1,1-1,2 Mt no 1T22, o que é considerado adequado.

O banco de investimentos também destacou a produção, e de acordo com a instituição financeira, a empresa que atua na siderurgia e mineração teve um resultado abaixo do esperado em relação ao minério de ferro. Em relação a tonelada de aço, a USIM5 obteve crescimento de 4,4%.

Fluxo sólido

O caixa líquido da Usiminas atingiu R$ 720 milhões, e dentro deste prima, é previsto uma maior estabilidade no capex e no acúmulo de caixa ao longo de 2022.

Existe a possibilidade de um retorno de caixa mais agressivo, o que poderá estabilizar a estrutura da empresa. Em relação ao capital expenditure, o BTG excluiu a possibilidade de índices elevados nos próximos meses.

Conclusão

De acordo com o BTG Pactual, a Usiminas conta com um valuation barato, aliado a probabilidade de revisão do consenso e um bom caixa líquido, e desta forma, a empresa pode ser uma boa opção para quem deseja investir sem gastar muito.

Vale destacar, as renegociações de contratos na indústria automotiva, o que resulta em um aumento de 40% no seguimento. Este fator associado ao Ebitda de consenso em 2022,  pode ser bastante lucrativo para a empresa.

 

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias