Economia
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
BTG (BPAC11) recomenda compra para Localiza (RENT3), mesmo com 4TRI21 abaixo do esperado

BTG (BPAC11) recomenda compra para Localiza (RENT3), mesmo com 4TRI21 abaixo do esperado

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

23 Fev 2022 às 21:48 · Última atualização: 24 Jun 2022 · 3 min leitura

Redação EuQueroInvestir

23 Fev 2022 às 21:48 · 3 min leitura
Última atualização: 24 Jun 2022

BTG

Divulgação

Em novo relatório divulgado nesta quarta-feira (23), o Banco BTG (BPAC11) apontou os resultados da Localiza (RENT3), e de acordo com a instituição financeira, a empresa que atua no setor de locação de veículos obteve números abaixo das expectativas para o 4TRI21. Apesar das dificuldades, o BTG mantém a recomendação de compra ao preço-alvo de R$ 75.

A receita líquida de R$ 2,6 bilhões representa uma queda de 8% ao ano, e este número está 6% abaixo das estimativa do BPAC11. O Ebitda (IFRS16) obteve crescimento de 24% e atingiu o valor de R$ 936 milhões, e apesar do bom momento, o índice sofreu o impacto negativo de R$ 12 milhões devido a fusão entre Localiza e Unidas.

Em relação aos rendimentos, o lucro líquido da RENT3 foi de R$ 442 milhões, número este, acima dos R$ 401 milhões registrados no mesmo período do ano passado. Apesar do crescimento no comparativo anual, este valor também está abaixo do que foi projetado pelo Banco BTG, que estimava um retorno de R$ 502 milhões.

BTG (BPAC11): RAC fraco

A Localiza obteve dificuldades em seu RAC, com volumes estáveis de locação ao longo do período. O Ebitda da divisão totalizou 47% devido aos benefícios de créditos tributários, como PIS/COFINS.  Desta forma, o percentual ficou acima do registro de 41% do ano passado.

O BTG Pactual ainda destacou os entraves relacionados as margens no trimestre por causa do aumento dos custos de manutenção de veículos mais antigos e gastos com roubos de automóveis. Para o banco, a Localiza conta com um bom fluxo de negócios, mas encontrou despesas em novos acordos. “O crescimento do volume de aluguel de frotas permaneceu resiliente, aumentando 8% a/a (estável t/t; em linha), assim como a tarifa média, que subiu 10% a/a (estável t/t; em linha).”  informa trecho do relatório.

Por fim, a margem Ebitda atingiu o percentual de 58% e este resultado está abaixo do ano passado, onde a empresa somou 65%. De acordo com o BPAC11, a adversidade está relacionada as despesas de marketing e publicidade para o Localiza Meoo.

Vendas de seminovos

Em um período de supervalorização de seminovos por conta da pandemia de coronavírus, as negociações da Localiza sofreram queda de 37% ao ano, com 16 mil carros vendidos, número este, inferior aos 34 mil automóveis adquiridos pela RENT3 no trimestre.

Os preços dos automóveis também foram modificados, e a empresa contou com a valorização de 26% ao ano em seus veículos. Este cenário influenciou uma margem Ebitda de 14%, que está acima do registro de 10% no ano passado. Por último, a empresa conseguiu a alavancagem de 1,9x, o que é considerável estável no t/t.

Para o BTG Pactual, os números abaixo do esperado representam uma nova era para a Localiza, que está focada em novas possibilidades e produtos. O BPAC11 acredita em um resultado melhor nos próximos trimestres.

 

 

 

 

 

A retomada das Criptos?
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias