Ações
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
BTG (BPAC11) recomenda compra para ClearSale (CLSA3)

BTG (BPAC11) recomenda compra para ClearSale (CLSA3)

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

08 Jun 2022 às 15:04 · Última atualização: 08 Jun 2022 · 3 min leitura

Redação EuQueroInvestir

08 Jun 2022 às 15:04 · 3 min leitura
Última atualização: 08 Jun 2022

ClearSale (CLSA3)

Logo da ClearSale

O BTG Pactual (BPAC11) analisou os números da ClearSale (CLSA3) durante o primeiro trimestre de 2022, em novo relatório publicado nesta terça-feira (17). Segundo o banco, a empresa registrou números que estavam abaixo das estimativas. Apesar das adversidades, o BTG manteve a sua recomendação para compra de ações no preço-alvo de R$ 36.

A ClearSale contabilizou R$ 105 milhões em sua receita, o que simboliza um pequeno crescimento de 7,6% ao ano. As receitas do comércio eletrônico brasileiro tiveram queda de 5% a/a e ficaram abaixo das estimativas do banco em 7,6% ao ano. Este cenário adverso está associado aos descontos de clientes e a um nível maior de fraudes.

Também houve redução na receita onboarding, onde a ClearSale contabilizou R$ 33,6 milhões, o que está 6% abaixo das estimativas.

“Um desempenho ruim para uma linha que esperávamos, durante o Processo de IPO, deveria crescer mais de 80% a/a em 2022. A operação internacional registrou receita de R$ 13 milhões (+14% a/a).” informou trecho do relatório.

Leia mais: Clear Sale (CLSA3) adquire ChargebackOps; Minerva (BEEF3) recompra bonds

ClearSale (CLSA3): Margem bruta em apenas 13%

A empresa registrou o lucro bruto de R$ 13,8 milhões, o que significa uma grande queda de 65% ao ano. A margem bruta foi de 30,5%, o que é considerado o mínimo recorde para uma empresa de software.

O BTG também realçou o CPV no primeiro trimestre, onde a ClearSale anotou  valores semelhantes no comparativo com o 4TRI21 (R$ 91 e R$ 92 milhões).

As maiores dificuldades da companhia estão relacionadas ao custo de mão de obra e desta forma, a ClearSale atingiu o percentual de 20% ao ano em sua receita bruta, com a pequena margem bruta de 13%. O Ebitda de – R$ 53 milhões foi outro obstáculo na análise da companhia.

Momento fraco

A expectativa de um suposto crescimento da ClearSale foi descartada após uma série de dificuldades durante o primeiro trimestre.  As ações da empresa tiveram queda de 81% desde o seu IPO e o valuation é considerado atraente.

A ClearSale contabilizou R$ 910 milhões em seu valor de mercado e encerrou o primeiro trimestre com R$ 545,2 milhões em seu caixa líquido, o que equivale a um EV de R$ 365 milhões.

“Eles registraram receita de R$ 458 milhões em 2021, o que significa que está sendo negociado a 0,8x Vendas 2021. Em 2020, quando era muito menor, a empresa entregou EBITDA de R$ 71 milhões. Portanto, agora está sendo negociado a 5x o EBITDA de 2020. Se eles puderem navegar na tempestade atual (eles são líderes de mercado com décadas de experiência em fraudes), então a ação ofereceria aos investidores um potencial atrativo de alta.” finalizou o BTG.

A retomada das Criptos?
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias