Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Armac: locadora de máquinas pesadas estreia hoje na B3

Armac: locadora de máquinas pesadas estreia hoje na B3

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

28 Jul 2021 às 11:40 · Última atualização: 28 Jul 2021 · 8 min leitura

Redação EuQueroInvestir

28 Jul 2021 às 11:40 · 8 min leitura
Última atualização: 28 Jul 2021

Armac Locação

A Armac Locação, Logística e Serviços estreia nesta quarta-feira (28) na B3.  A oferta movimentou R$ 1,56 bilhão e a ação saiu no topo da faixa indicativa, que ia de R$ 13,30 a R$ 16,63.

A empresa diz ser líder nacional no mercado de locação de máquinas de várias categorias. E opera desde locações diárias até operações de longo prazo. “Assumimos toda gestão, manutenção e apoio para garantir disponibilidade e produtividade das máquinas”.

A Armac Locação tem uma frota com mais de 1.400 máquinas, 800 colaboradores diretos e logística própria para entregar o equipamento por todo o país.

Vamos conhecer melhor esta empresa?

Histórico da empresa

Fundada em 1994 e com sede em São Paulo, a Armac Locação oferece aos clientes, dentre outras categorias, equipamentos de linha amarela, que englobam pás-carregadeiras, escavadeiras hidráulicas, retroescavadeiras, tratores de esteira, minicarregadeiras, motoniveladoras, rolos compactadores, tratores agrícolas, entre outros.

Mesmo com 0,5% de participação de mercado, a empresa afirma ser líder nacional no segmento.

“Nosso modelo de negócio consiste na conversão do equipamento em um serviço para o cliente, em contratos que incluem disponibilidade para manutenção 24 horas por dia no ativo e flexibilidade para devolução ou substituição do equipamento quando o projeto do cliente é finalizado”, diz a empresa no prospecto preliminar.

Os serviços de locação incluem 100% da manutenção necessária para os equipamentos. Assim, a empresa coloca a serviço dos clientes sua propriedade intelectual e capacidade operacional de manutenção, que garantem ganhos de eficiência relevantes na operação das máquinas.

“Tais ganhos de eficiência são baseados na completa verticalização e desintermediação das atividades de manutenção e logística, e suportados por uma forte cultura corporativa”.

A estratégia de verticalização começou a ser construída em 2013 e hoje a empresa diz ser capaz de servir os equipamentos com um alto grau de independência em relação às redes de concessionárias, oficinas terceirizadas e operadores logísticos.

Armac Locação

Principais setores de atuação

Com uma frota própria de 1.403 equipamentos locáveis em 31 de março de 2021, a Armac Locação serve uma grande base de clientes, distribuída em 17 Estados brasileiros nos setores de logística agrícola, agroindustrial, fertilizantes, mineração, papel e celulose, transportes e infraestrutura.

Esses setores representam aproximadamente 62% da receita líquida da empresa.

Os principais fornecedores de máquinas são a John Deere, Volvo, Hyundai, JCB, CASE, New Holland, Manitou, Caterpillar e Komatsu.

As vendas dos serviços para clientes nos setores agroindustriais, de fertilizantes, mineração e papel e celulose têm um ciclo de fechamento mais longo (~11 meses) e um ticket médio de R$196 mil/mês.

Nesses setores, a Armac Locação tem hoje no sistema um total de 1.047 oportunidades em processo de negociação.

“Considerando a vantagem comparativa do Brasil nesses segmentos, essa é uma demanda resiliente e crescente, e nos vemos como um agente que agrega grande eficiência a processos críticos desses clientes”, diz a empresa no prospecto preliminar.

Apenas 7% dos contratos em disputa são em clientes atuais da companhia, o que reforça o tamanho e pulverização desses mercados no Brasil.

Com relação às vendas de asset sharing, as equipes estão disputando hoje 3.590 oportunidades, com um ticket médio de R$ 59 mil/mês, e uma duração média de contrato de 3 meses.

Os recentes leilões de ativos de infraestrutura serão no futuro um grande fator ampliador dessa demanda. Apenas 15% das oportunidades em disputa atualmente são em clientes atuais da Armac Locação no setor de infraestrutura.

Armac Locação

Dados econômico-financeiros da Armac Locação

O lucro líquido da empresa passou de R$ 9,2 milhões em 2019 para R$ 17,5 milhões em 2020. Ou seja, salto de 91,3%.

A receita bruta anual passou de R$ 4 milhões em 2014 para R$ 123 milhões em 31 de dezembro de 2020.

Em março de 2021, o faturamento anualizado se encontrava em R$ 257 milhões.

O EBITDA ajustado nesse período passou de R$2 milhões em 2014 para R$ 57 milhões em 2020.

Em março de 2021, o EBITDA Ajustado anualizado se encontrava em R$ 128 milhões.

Em uma comparação anual, em março de 2021 a Armac Locação cresceu a um ritmo de 173% a receita líquida e 219% do EBITDA Ajustado.

No primeiro trimestre de 2019, o CAPEX anualizado era de R$ 15 milhões. Já no primeiro trimestre de 2020, o CAPEX anualizado aumentou R$ 103 milhões, atingindo R$118 milhões.

Por fim, o investimento anualizado no primeiro trimestre de 2021 alcançou R$ 570 milhões, com uma aceleração sensível na margem: o CAPEX anualizado de março de 2021 totalizou R$ 727 milhões.

Em abril de 2021, foi realizada, pela companhia, sua 1ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, no valor total de R$ 200 milhões, para distribuição pública. Desse montante, R$100 milhões foram objetos de garantia firme do Banco Itaú BBA S.A. dos quais R$ 40 milhões deverão ser utilizados para o pagamento antecipado de dívidas da companhia.

Estratégia de crescimento da empresa

  • Investir na estratégia atual. O mercado brasileiro de terceirização de máquinas e equipamentos tem crescido constantemente nos últimos anos. Apesar disso, ainda apresenta uma penetração muito inferior aos países desenvolvidos, evidenciando uma ampla oportunidade de crescimento. Hoje a participação da Armac Locação é inferior a 0,5% do parque de máquinas em operação. Portanto, a principal estratégia de crescimento da companhia será oferecer seu modelo de negócios atual para um número cada vez maior de clientes e ampliar os serviços oferecidos para a atual base de clientes.
  • Expandir para novas regiões. A companhia pretende expandir ainda mais suas atividades para regiões brasileiras com alta exposição à produção agrícola, mineração e logística de commodities. O foco de expansão no curto prazo está em Estados como Pará, Tocantins, Bahia, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás.
  • Digitalizar a experiência do usuário. A Armac Locação pretende alocar parte do capital da oferta em investimentos que vão possibilitar uma experiência de asset sharing totalmente digitalizada e com pouca fricção ao usuário final. A companhia acredita que essa estratégia irá criar um diferencial competitivo ainda maior em relação a pequenos concorrentes locais.
  • Expandir a aquisição de máquinas usadas. Quando a companhia adquire equipamentos usados, com mais de três anos de uso, ela diz que está colocando sua capacidade diferenciada de manutenção a serviço dos clientes, na medida que pode oferecer a eles um preço de locação muito diferenciado ao mesmo tempo que expande o retorno sobre o capital da empresa.
  • Atuar em outras categorias de máquinas. A expertise da Armac Locação em manutenção de máquinas a diesel e elétricas pode ser utilizada para acessar outros segmentos como Empilhadeiras, Geradores, Compressores, Colheitadeiras de Grãos, entre outros.

Principais fatores de risco da companhia

  • A extensão da pandemia, a percepção de seus efeitos, ou a forma pela qual tal pandemia impactará os negócios da Armac Locação depende de desenvolvimentos futuros. Dado que as consequências da pandemia são altamente incertas e imprevisíveis, os negócios da companhia, sua condição financeira, resultados das operações e fluxos de caixa e em sua capacidade de continuar operando podem ser adversamente afetados;
  • A empresa pode não ser capaz de manter ou aumentar sua estratégia de crescimento, o que poderá afetar adversamente os seus negócios, situação financeira e resultados operacionais;
  • A perda de membros da alta administração, ou a incapacidade de atrair, treinar e manter pessoal adicional para integrá-la, pode ter um efeito adverso relevante sobre a companhia;
  • O negócio da companhia requer capital intensivo de longo prazo para financiamento da renovação de sua frota, que pode ser insuficiente ou apresentar custo superior ao estimado, podendo impactar adversamente sua capacidade de implementar sua estratégia de crescimento e os seus negócios;
  • A Armac Locação pode vir a precisar de capital adicional no futuro para implementar sua estratégia de negócios, por meio da emissão de valores mobiliários, o que poderá resultar em uma diluição da participação do investidor no capital social da companhia.

Sobre o IPO da Armac Locação

A empresa solicitou o registro de IPO em maio de 2021 à CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

A oferta será primária (quando os recursos vão para o caixa da empresa) e secundária (quando os acionistas vendem parte de suas ações).

A companhia pretende utilizar a integralidade dos recursos líquidos obtidos por meio das ações da oferta primária para a aquisição de ativo imobilizado para locação.

Na data do prospecto, o capital social da companhia era de R$ 126.609.873,79, totalmente subscrito e integralizado, representado por 1.182.510 de ações ordinárias.

A oferta é coordenada por Santander (SANB11), Itaú BBA, BTG Pactual (BPAC11) e Morgan Stanley (MS). E servirá para que o fundo Speed, da Gávea investimentos, e membros da família fundadora Aragão vendam participação no negócio.

O Speed detém 38,75% das ações ordinárias da Armac Locação e é o maior acionista individual.

Os demais 61,25% estão divididos entre quatro membros da família Aragão.

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias