Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
AES Brasil (AESB3) apresenta lucro 76,9% menor no 2TRI21

AES Brasil (AESB3) apresenta lucro 76,9% menor no 2TRI21

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

05 Ago 2021 às 00:51 · Última atualização: 05 Ago 2021 · 2 min leitura

Redação EuQueroInvestir

05 Ago 2021 às 00:51 · 2 min leitura
Última atualização: 05 Ago 2021

A AES Brasil (AESB3) encerrou o 2TRI21 com lucro líquido de R$ 27,5 milhões. Esse valor representa uma queda de 76,9% no comparativo com o mesmo período do ano passado.

De acordo com a companhia, a piora do resultado foi motivada pelos seguintes fatores:

– queda de R$ 18 milhões no Ebitda, devido à redução da margem hídrica (piora nos níveis dos reservatórios);

– redução de “outras receitas operacionais” (reversão da provisão no repasse de energia de Itaipu em 2020, no valor de R$ 20,5 milhões);

– aumento de R$ 80,4 milhões na despesa financeira (liquidação antecipada do GSF e demais despesas decorrentes de atualização de debêntures e financiamentos);

– aumento de R$ 41,7 milhões na depreciação (amortização do reconhecimento do GSF e aquisição de Ventus, Mandacaru e Salinas)

Veja o balanço da AES Brasil (AESB3) na íntegra

A energia hídrica bruta gerada foi de 1.415,4 GWh no 2TRI21, 43,2% inferior o comparativo anual, principalmente por causa da escassez hídrica do período.

Já a energia eólica bruta gerada foi de 525,5 GWh no 2TRI21, um aumento de 45% em relação ao mesmo período de 2020. Segundo a empresa, isso deve-se à aquisição do Complexo Eólico Ventus, em dezembro de 2020, e dos complexos Mandacaru e Salinas em abril de 2021.

Por fim, os complexos solares registraram geração bruta de 137,7 GWh, aumento de 4,4% na comparação com o 2TRI20.

AES Brasil (AESB3): principais números do balanço do 2TRI21:

Lucro Líquido

Lucro Líquido 2TTRI21: R$ 27,5 milhões

Lucro Líquido 2TRI20: R$ 119,0 milhões

Ebitda

Ebitda 2TRI21: R$ 257,0 milhões

Ebitda 2TRI20: R$ 275,0 milhões

Receita Líquida

Receita Líquida 2TRI21: R$ 561,4 milhões

Receita Líquida 2TRI20: R$ 475,2 milhões

Destaques do balanço do 2TRI21:

A Receita Líquida totalizou R$ 561,4 milhões no período, um aumento de 18% no comparativo com o 2TRI20. Já a margem líquida foi de R$ 353,2 milhões no 2TRI21, uma redução de 2,6% face 2020.

Os custos e despesas operacionais totalizaram R$ 96,5 milhões no 2TRI21. Isso representa um crescimento de 10,4% no comparativo com o mesmo período de 2020. Segundo a empresa, os principais motivos do aumento dos custos de despesas foram a inflação (que acrescentou R$ 4,3 milhões aos custos) e os gastos com os complexos eólicos Ventus, Salinas e Mandacaru, na ordem de R$ 7,7 milhões.

Confira os principais números da AES Brasil (AESB3) do 2TRI21

2T212T20R$ milhões2T21 X 2T20
561,4475,2Receita Líquida18,1%
183,0238,3Lucro Bruto-23,2%
257,0275,0EBITDA-6,6%
(116,8)(36,5)Resultado Financeiro Líquido220,4%
27,5119,0Resultado Líquido-76,9%

 

 

 

 

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias