Educação Financeira
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Futuros de NY operam em terreno negativo com os russos às portas de Kiev

Futuros de NY operam em terreno negativo com os russos às portas de Kiev

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

25 Fev 2022 às 09:56 · Última atualização: 25 Fev 2022 · 5 min leitura

Redação EuQueroInvestir

25 Fev 2022 às 09:56 · 5 min leitura
Última atualização: 25 Fev 2022

Mercado volátil reflete inflação e insegurança nos EUA, Guerra na Europa e fuga de cérebros na China

Os Futuros de Nova York operam em baixa nesta manhã de sexta-feira (25) com os russos às portas de Kiev, capital da Ucrânia. O conflito no Leste-Europeu obriga os mercados a entrarem em rota de correção.

O que se viu nos últimos dois dias foi a fuga do investidor com a venda massiva de ativos de risco e a busca frenética por ativos defensivos, a exemplo das commodities, com o ouro na dianteira.

Para se ter ideia, às 6h55 em Nova York o Dow Jones caía 0,89%, o S&P500 caía 0,99%, e a Nasdaq caía 1,06%.

Na Europa, o DAX, da Alemanha, subia 0,04%, o FTSE 100, de Londres, subia 1,14%, e o CAC 40, da França, subia 0,29%. Já o FTSE MIB, da Itália, caía 0,17%, e o Stoxx600 subia 0,56%.

Na Ásia, o Nikkei, do Japão, subia 1,95%, o Shanghai, de Xangai, subia 0,63%, e o HSI, de Hong Kong, caía 0,59%. Já o ASX200, da Austrália, subia 0,10%, e o Kospi, da Coréia do Sul, subia 1,06%.

Do lado das commodities, o petróleo tipo Brent subia 1,23%, cotado a US$ 100,23, e o tipo WTI subia 0,65%, cotado a US$ 93,41. O ouro caía 0,62%, cotado a US$ 1.914,00, e o minério caía 3,13%, cotado a US$ 107,75.

O que tá rolando?

Após o início do ataque russo à Ucrânia, diversos líderes mundiais transmitiram ao mundo seu posicionamento – sendo a maioria contrário à guerra – bem como anunciaram sanções econômicas contra a Rússia.

Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden também anunciou sanções e confirmou o envio de tropas para a Europa, mas não para o meio da guerra. Estes militares vão reforçar bases norte-americanas em território europeu, a exemplo da Alemanha.

De igual modo, a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) está reforçando seu exército no Leste-Europeu, mas também não deve entrar diretamente na guerra em favor da Ucrânia. Hungria, Polônia e Estônia fazem apelo ao Ocidente para que impeça o avanço russo.

Em relação ao mercado de capitais, apesar da reversão intradiária de ontem, as principais médias estão a caminho de sua terceira semana negativa consecutiva em meio a tensões geopolíticas crescentes.

O Dow caiu 2,5% esta semana, no ritmo de seu pior desempenho semanal desde 21 de janeiro. O S&P 500 e o Nasdaq caíram 1,5% e 0,6% nesta semana, respectivamente.

Europa

A Europa assiste atônita o avanço dos russos sobre Kiev, capital da Ucrânia, e que deve ser tomada em menos de 24 horas. O ataque ao país vizinho se deu por terra, mar e ar. Os primeiros alvos dos russos foram aeroportos e bases aéreas, de modo a ocupar o espaço aéreo da Ucrânia.

Alguns países, como França e Portugal, já deliberaram com seus respectivos ministros o envio de soldados para o entorno da região do conflito. Ontem, o presidente Vladimir Putin fez sérias ameaças a quem se contrapor à empreitada russa, mas não disse o que pretende fazer.

Já há uma crise humanitária com a saída maciça de mulheres e crianças da Ucrânia, já que os homens são obrigados a ficar e aguardar a convocação para defender o país.

  • Quer conhecer mais investimentos? Então preencha este formulário que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato para mostrar as aplicações disponíveis!

Ásia

Na Ásia, a China, que é um país aliado da Rússia, está fretando aviões para tirar cerca de seis mil chineses da região do conflito. O país não se posicionou contrário à guerra e nem chamou de invasão em seu comunicado oficial.

Parte da Europa dá como certa que o país de Xi Jinping irá lançar sua sombra sobre Taiwan. Isso porque a China não considera a ilha um país independente, mas uma região rebelde ao governo chinês.

Brasil

No Brasil, o conflito entre Rússia e Ucrânia agrava dois problemas que afetam a economia brasileira desde meados do ano passado: a inflação e a desaceleração da atividade. A informação é da Folha de S.Paulo.

Conforme o jornalão, o evento pode ter antecipado o movimento de desvalorização do real que era esperado para o segundo semestre deste ano pela proximidade do processo eleitoral.

Já o Estadão destaca que a renda fixa fica mais atraente com turbulência após invasão russa à Ucrânia. Isso porque os mercados emergentes, como o brasileiro, são considerados mais voláteis e veem uma fuga de capital para economias mais consolidadas, como a dos EUA.

O Globo, por sua vez, informa que a Vale superou o recorde histórico da Petrobras com lucro de R$ 121,2 bilhões em 2021, alta de 354%. O resultado é um dos melhores já apresentados pela empresa e foi impulsionado pela alta dos preços do minério de ferro no ano passado.

Ibovespa: empresas

O Ibovespa encerrou a sessão do dia 24 em queda de 0,37% aos 111.591,87 pontos, e o dólar à vista em alta de 2,02%, cotado em R$ 5,1052.

  • Confira as 3 maiores altas do dia 24:

?#SULA11 +15,19%  (R$ 35,64)

?#BEEF3  +7,04%  (R$ 10,80)

?#LWSA3  +5,61%  (R$ 10,73)

  • Confira as 3 maiores baixas do dia 24:

?#QUAL3  -14,77%  (R$ 13,85)

?#RDOR3 -7,66%  (R$ 51,25)

?#BRFS3  -6,07%  (R$ 17,34)

Mercados de Nova York

  • Dow Jones: -0,89%
  • S&P: -0,99%
  • Nasdaq: 1,06%

Mercados Europa

  • DAX, Alemanha: +0,04%
  • FTSE, Reino Unido: +1,14%
  • CAC, França: +0,29%
  • FTSE MIB, Itália: +0,17%
  • Stoxx 600: +0,56%

Mercados Ásia

  • Nikkei, Japão: +1,95%
  • Xangai, China: +0,63%
  • HSI, Hong Kong: -0,59
  • ASX 200, Austrália: +0,10%
  • Kospi, Coreia: +1,06%

Petróleo

  • Brent (dezembro 2021): US$ 100,23 (+1,23%)
  • WTI (novembro 2021): US$ 93,41 (+0,65%)

Ouro

  • Ouro futuro (dezembro 2021): US$ 1.914,00 (-0,62%)

Minério de ferro

  • Bolsa de Dalian: US$ 107,75 (-3,13%)

 

newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias