Ações
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Equatorial (EQTL3) anuncia aquisição da CELG-D por R$ 1,5 bi

Equatorial (EQTL3) anuncia aquisição da CELG-D por R$ 1,5 bi

Osni Alves

Osni Alves

23 Set 2022 às 08:03 · Última atualização: 23 Set 2022 · 4 min leitura

Osni Alves

23 Set 2022 às 08:03 · 4 min leitura
Última atualização: 23 Set 2022

Imagem mostra várias torres de energia.

A Equatorial (EQTL3) anunciou a aquisição da CELG-D.

Isso porque a adquirente assinou um contrato de alienação com a Enel Brasil S.A, como parte vendedora, e o movimento diz respeito à aquisição de 282.965.232 milhões de ações ordinárias, representando 99.964% do capital social votante da adquirida.

A transação se dá mediante o pagamento de R$ 1,575 bilhão sujeito a correção pela variação do CDI desde a data base de 31 de março de 2022 até a data do fechamento, e a ajustes positivos ou negativos decorrentes, dentre outros, de variação do seu endividamento líquido e ativos líquidos entre a Data Base até a data do fechamento.

Também disse que o Preço de Aquisição poderá ainda ser acrescido de earn-out em função de pagamentos e recebimentos de contingências, nos termos do Contrato de Compra e Venda, e a conclusão da Operação está sujeita a determinadas condições precedentes usuais a este tipo de transação, incluindo, mas não se limitando à aprovação da Operação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

E acrescentou que a aprovação da operação e de um Plano de Transferência de Controle da Celg-D pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), que poderá incluir, dentre outros, flexibilidade ou ajustes nos parâmetros regulatórios da concessão.

Adicionalmente, o Contrato de Compra e Venda prevê a reestruturação dos empréstimos existentes entre a Celg-D e a Vendedora e outras sociedades do seu grupo econômico, no valor de R$ 5.717.358.000,00 bilhões, na Data Base.

“Nos termos de referida reestruturação, a Celg-D obrigou-se a pagar os empréstimos no prazo de até 12 meses após o fechamento da Operação”, destacou.

E disse mais: “com a operação, a companhia diversifica a sua atuação no segmento de distribuição de energia para mais uma região geográfica, demonstra o seu olhar único para a identificação de oportunidades, pautado pela disciplina financeira na alocação de capital, e reforça seu papel consolidador no segmento de distribuição, ampliando as oportunidades de geração de valor como player integrado no setor de energia e adicionando mais de 3,3 milhões de clientes à nossa base.”

O Banco BTG Pactual (BPAC11) atuou como assessor financeiro exclusivo da Equatorial na transação.

Imagem mostra uma torre de energia.

Balanço corporativo da Equatorial (EQTL3)

Em agosto de 2022 a Equatorial divulgou seu balanço corporativo referente ao segundo trimestre de 2022. No período, a companhia obteve lucro líquido ajustado de R$ 197 milhões, queda de 55,8% na base de comparação anual. Sem ser em termos ajustados, houve um prejuízo de R$ 170 milhões, revertendo o lucro de R$ 510 milhões de igual período de 2021.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) consolidado ajustado foi de R$ 1,803 bilhão, avanço de 47,5% na comparação anual, e a receita operacional líquida avançou 52%, a R$ 6,492 bilhões, enquanto a bruta subiu 59,6%, a R$ 9,042 bilhões. A margem Ebitda (Ebitda sobre a receita operacional líquida) caiu 0,8 ponto percentual, para 28,6%.

Ibovespa

A ação EQTL3 está cotada nesta data em R$ 25,03 e o ativo reporta queda de 3,77% no período de um ano.

O gráfico mostra a ação EQTL3 na bolsa brasileira.
  • Quer saber mais sobre a Equatorial (EQTL3) e aprender a investir no mercado de capitais? Clique aqui!
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias