Ações
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
Embraer (EMBR3) estreia aeronave e informa sobre reserva do Fundo Apollo

Embraer (EMBR3) estreia aeronave e informa sobre reserva do Fundo Apollo

Osni Alves

Osni Alves

15 Set 2022 às 11:18 · Última atualização: 15 Set 2022 · 5 min leitura

Osni Alves

15 Set 2022 às 11:18 · 5 min leitura
Última atualização: 15 Set 2022

Imagem mostra uma aeronave no chão.

A Embraer (EMBR3) vai estrear sua nova aeronave e informou acerca de reserva por parte do Fundo Apollo, conforme dois documentos encaminhados ao mercado nesta quinta-feira (15).

De acordo com a fabricante brasileira, trata-se da aeronave multimissão C-390 Millennium, que fará sua estreia no evento NATO Days, que ocorre entre os dias 17 e 18 de setembro em Ostrava, na República Tcheca.

Na ocasião, a companhia também pretende divulgar seu portfólio completo para os mercados de defesa e segurança, com produtos e soluções inovadoras que estão presentes em mais de 60 países.

Recentemente, elencou em nota, a Embraer concluiu com sucesso os testes em voo da campanha de certificação do Sistema Modular Aerotransportável de Combate a Incêndios (MAFFS II, na sigla em inglês), que fornece ao C-390 Millennium a funcionalidade necessária para realizar a missão de Combate a Incêndio Florestal (CIF).

Imagem mostra um avião em direção oeste.

O C-390 Millennium da Embraer (EMBR3)

Ainda de acordo com o documento, o C-390 Millennium e sua configuração de reabastecimento aéreo, o KC-390, são a nova geração multimissão de transporte militar que oferecem mobilidade e capacidade de carga incomparáveis, rápida reconfiguração, alta disponibilidade, conforto aprimorado e segurança, bem como gerenciamento otimizado de custos operacionais reduzidos ao longo de seu ciclo de vida, tudo em uma única plataforma.

“Desde a primeira entrega à Força Aérea Brasileira (FAB), o KC-390 Millennium tem comprovado sua capacidade, confiabilidade e desempenho”, disse, acrescentando que a atual frota de KC-390 da FAB é composta por cinco unidades e já ultrapassou 6.800 horas de voo em operação, com uma taxa superior a 99% de cumprimento de missão, com mais de 80% disponibilidade operacional, demonstrando excelente disponibilidade e produtividade em sua categoria.

Holanda

Conforme a empresa, em junho de 2022 o Ministério da Defesa da Holanda anunciou a seleção do C-390 Millenium para substituir a atual frota de C-130 Hercules. O país, que terá uma frota de cinco C-390, destacou na escolha o desempenho e a produção operacional da aeronave.

Também disse que as Forças Armadas de Portugal e as Forças de Defesa da Hungria irão iniciar as operações com o KC-390 em 2023 e 2024, respectivamente, e as frotas dos dois países serão configuradas para realizar reabastecimento aéreo e serem totalmente compatíveis com as operações da OTAN, não apenas em termos de hardware, mas também em aviônica e comunicações. A frota das Forças de Defesa da Hungria será a primeira do mundo a contar com a configuração de uma Unidade de Terapia Intensiva, característica essencial para a realização de missões humanitárias.

Fundos Apollo

A Embraer (EMBR3) assinou um memorando de entendimento com uma afiliada dos Fundos Apollo para investimentos de até US$ 1,5 bilhão no programa de financiamento de clientes de jatos regionais da empresa.

Junto com a Embraer, a Apollo oferecerá uma série de soluções sob medida em todo o espectro de financiamento de clientes e entregas, afirma a fabricante de aeronaves. Segundo comunicado, o programa inclui também opções para explorar financiamentos para projetos dos clientes focados em ESG e desenvolvimento de tecnologias verdes. A primeira grande transação sob a nova iniciativa é um acordo definitivo de venda e arrendamento para seis E195-E2 para a Porter Airlines, com entregas programadas para 2023.

Balanço Corporativo

Em agosto de 2022 a Embraer divulgou seu balanço corporativo referente ao segundo trimestre de 2022. A companhia obteve lucro líquido ajustado de R$ 199,8 milhões no período, recuo 6,1% em relação ao segundo trimestre de 2021.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 622,8 milhões no 2T22, queda de 25,6% frente ao 2T21, e a margem Ebitda (Ebitda sobre receita líquida) ajustada atingiu 12,3% no período, um recuo de 1,8 ponto percentual (p.p.) na comparação a mesma etapa de 2021.

A receita líquida, por sua vez, somou R$ 5,044 bilhões no período, uma redução de 14,8% na comparação com igual etapa de 2021, e a projeção média de analistas consultados pela Refinitiv, em reais, era de um prejuízo de R$ 43,32 milhões, Ebitda de R$ 490,93 milhões e uma receita de R$ 6,137 bilhões no trimestre.

  • Quer saber mais sobre a Embraer (EMBR3) e aprender a investir no mercado de capitais? Clique aqui!
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias