Economia
arrow-bc
Notícias
arrow-bc
BTG (BPAC11) mantém compra para Grupo Soma (SOMA3) após 4TRI21

BTG (BPAC11) mantém compra para Grupo Soma (SOMA3) após 4TRI21

Redação EuQueroInvestir

Redação EuQueroInvestir

18 Mar 2022 às 20:44 · Última atualização: 24 Jun 2022 · 3 min leitura

Redação EuQueroInvestir

18 Mar 2022 às 20:44 · 3 min leitura
Última atualização: 24 Jun 2022

grupo soma; BTG

grupo soma

O BTG Pactual (BPAC11) avaliou os resultados do Grupo Soma (SOMA3) referente ao quarto trimestre do ano passado. Segundo o banco, a empresa que atua no segmento da moda obteve bons resultados no 4TRI21, e desta forma, o BTG mantém a sua recomendação de compra, ao preço-alvo de R$ 17.

A pandemia de coronavírus e a restrição na mobilidade foram grandes entraves para a Soma nos últimos trimestres, porém a empresa conseguiu reportar crescimento em suas atividades. Houve expansão da receita bruta de 75% para R$ 790 milhões. Ainda excluindo a Hering (HGTX), que foi incorporada pelo grupo em setembro.

A Soma ainda contabilizou o crescimento de 117% no canal de atacado e expandiu em 68% as suas operações em lojas físicas. Sobre as marcas, o grupo conseguiu expandir o seu índice de vendas no comparativo com o mesmo período em 2019: Animale cresceu 27%, Farm expandiu 56% e Fábula cresceu 82%.

Por fim, a Farm Global anotou o aumento de 7,5x a/a para R$ 73 milhões e a NV obteve o montante de R$ 80 milhões.

BTG (BPAC11): ebitda ajustado acima do esperado

A Soma registrou queda de 2,2 p.p em sua margem bruta no comparativo com o quarto trimestre de 2019, no período pré-pandemia. Este resultado representa o percentual de 65,5%. A divisão contabilizou o aumento de 19% em suas vendas no período, contra 15%, do 4TRI19.

“As despesas de vendas, gerais e administrativas foram de R$ 342 milhões, atingindo 52% da receita líquida e um aumento de 1,2 p.p. a/a em relação ao 4T19, principalmente devido a maiores comissões aos vendedores
da Farm Global”, informou trecho do relatório.

O ebitda ajustado da empresa foi de R$ 117 milhões, sendo 22% acima das estimativas do banco de investimentos. Também houve crescimento de 80 bps para 17,7% na margem Eeitda. O lucro líquido foi de R$ 74 milhões e o Grupo Soma conseguiu registrar um aumento de 92% no comparativo com o quarto trimestre de 2019.

Receitas mais fortes para a Hering

A Hering foi adquirida pelo grupo Soma em setembro e o relatório expôs resultados da companhia no quarto trimestre. A divisão totalizou o montante de R$ 648 milhões em sua receita bruta, o que está 29% acima do comparativo com o 4TRI19 e 1% acima das projeções do banco de investimentos. O same store sales (SSS), índice que representa vendas em uma única loja, foi de 19%.

A marca obteve sucesso no crescimento das franquias, o que contribuiu para expandir o número de vendas em 35%. Desta forma, o Soma anotou o percentual de 13% em sua divisão de multimarcas e 9% em seu canal digital.

A inflação acelerada, que se reflete na obtenção de matéria-prima, e a menor participação das lojas próprias e digitais influenciaram na margem bruta de 40,2%, com queda de 3,2 p.p no comparativo com o 4T19. Desta forma, a empresa contabilizou R$ 64 milhões no Ebitda, com queda de 23% ao ano.

Números positivos

Para o BTG, o resultado do Grupo Soma reforça a recuperação da companhia, que conseguiu expandir o seu consumo para classes que possuem maior poder aquisitivo. As ações da empresa estão negociadas a 21x P/L 2002, isto é, com CAGR de LPA consolidado em 32% e com perspectiva de valorização do valuation, porém há preocupação com a alta inflacionária prevista para os próximos meses.

A retomada das Criptos?
newsletter
Receba informações exclusivas em seu email

Últimas notícias